18 de mar de 2011

Molho-patê de manjericão e outros verdinhos




              Quando eu era criança, minhas primas e eu costumávamos passar muitas horas brincando de cientistas com tudo aquilo que estivesse ao nosso alcance. Nunca tivemos joguinhos do tipo laboratório de química ao nosso alcance, nossos pais ou eram sábios demais para isso ou eram desligados demais. Ou então era Deus que mandava uma guarnição extra de anjos para tomarem conta de nós. Afinal minha mãe e suas irmãs tiveram, cada uma, 5 filhos. Ou melhor, tia Eneida teve 4, mas pegou um para criar, o que completou o número 5.

              Imaginem tomar conta de 15 crianças EXTREMAMENTE saudaveis, se é que vocês me entendem.

              Junte à esse número imenso de potencial criativo o fato de termos um quintal com 2 mangueiras, 1 coqueiro, 3 goiabeiras, 2 limoeiros, uma gangorra e um balanço. Mais a criação de aves e todos os outros bichos a que nós tínhamos ou não direito. Afh! Cansei só de lembrar.

              Mesmo sem laboratorio de química nós passávamos horas fazendo as nossas experiencias, inclusive gastamos centenas de caixas de fósforos acendendo os palitos com o sumo da casca de laranja ou de limão. segurávamos os palitos em uma das mãos e apertávamos a casca e o sumo que saia acendia os palitos.
              Graças a Deus nunca provocamos nenhum incendio, o máximo que acontecia era alguém errar o alvo e espirrar o sumo da casca nos olhos. Ai era choro na certa.

              Hoje em dia não conseguimos mais acender os palitos com o sumo da casca de limão ou de laranja. Os fabricantes mudaram a fórmula das cabeças dos palitos. Será que nós tivemos alguma participação nesta mudança?!?!?!?!?!

              Outra das experiencias que nós fazíamos era retirar clorofila das folhas. Supostamente nós iríamos descobrir alguma coisa. Nunca descobrimos nada, esta é que é a verdade. Descobrimos apenas que é possível separar a clorofila das folhas. Bem, no final só sobrava o bagaço das folhas e o líquido verde escuro. Mas, que saudades daquelas artes!!!!!!!!!!!!

              Ah! Nós colocávamos as folhas, qualquer uma, em copinhos ou vidrinhos, um poquinho de álcool e espetávamos com um palito até sair toda a cor das folhas.

              Passados tantos anos, descubro que nutricionistas retiram a clorofila de plantas comestiveis, para enriquecer pratos ou sucos. E que eles são muito bons para desintoxicar nosso organismo e melhorar o nosso pique e energia.

              É claro que o método é outro. Eu ia colocar esta receita que peguei por último, mas já que viajei até a infancia, vamos à ela.

              Pessoalmente gosto de colocar a clorofila ou cremes de espinafre ou brócolis em massa de panqueca ou de tortas salgadas. Gosto do sabor que eles dão à este tipo de receitas e da cor também.

              Acho que são as lembranças...




              1- Clorofila:

              - 1 maço de salsinha;
              - 1 copo de água.

              Bata no liquidificador e leve por 10' ao banho-maria.
              Coloque gelo em uma tigela e mergulhe a tigelinha com a salsinha. Deixe mais 5' a 10'.
              Passe por uma fralda ou um pano fino, espremendo. Despreze a parte sólida. Use em sucos, molhos ou massas diversas.




              2- Creme de espinafre no micro:

              - 3 colheres (das de sopa) de manteiga;
              - 3 colheres (das de sopa) de farinha de trigo;
              - 1 colher (das de sopa) de queijo parmesão ralado;
              - 1 1/2 xícara (das de chá) de leite;
              - sal e noz moscada a gosto;
              - pimenta-do-reino a gosto;
              - 1 maço de espinafre higienizado;
              - 3 colheres (das de sopa) de molho de tomate;
              - 6 ovos crus.

              Depois de higienizar o espinafre, folha e talos, coloque em um refratario, cubra com filme plástico e leve ao micro por 2', potencia alta.
              Processe ou liquidifique. Misture ao molho branco.
              Para fazer o molho branco no micro, misture os 7 primeiros ingredientes e leve ao micro por 4', potencia alta, mexendo a cada minuto.
              Até aqui já é possível usar esta preparação como molhos para carnes ou massas.
              Mas se você quiser servir só o creme de espinafre, divida este creme em 6 tigelinhas, abra uma cova no centro, coloque molho de tomate e um dos ovos crus em cada tigelinha.
              Fure as gemas, com um palito e leve ao micro por 4' em potencia media.




              3- Creme de espinafre 2:

              - 1/2 maço de espinafre;
              - 50 a 100 ml de leite;
              - noz moscada a gosto;
              - 2 colheres (das de sopa) de manteiga;
              - 2 dentes de alho;
              - 1/2 cebola ralada;
              - 1 fatia de queijo branco fresco;
              - 1 lata de creme de leite;
              - sal a gosto;
              - 1 vidro de palmito.

              Higienize o espinafre e cozinhe no vapor. Bata no liquidificador, com um pouco de leite.
              Frite o alho na manteiga, junte a cebola e doure.
              Acrescente o espinafre, os temperos e o creme de leite.
              Quando levantar fervura, acrescente o palmito e o queijo picados.
              Sirva com bifes, assados ou grelhados.




              4- Patê de manjericão:

              - 1/2 maço de manjericão;
              - suco de 1 limão medio;
              - 3 colheres (das de sopa) de azeite;
              - 1/2 xícara (das de chá) de creme de leite;
              - 3 colheres (das de sopa) de queijo cotage.

              Bata, no liquidificador, o manjericão com o limão. Com o liquidificador ainda ligado, acrescente o azeite em um fio fino e continuo. Ao encorpar, acrescente o creme de leite e o queijo.
              Bata até homogeneizar.




              5- Molho de hortelã:

              - 1 xícara (das de chá) de açúcar;
              - 2 colheres (das de sopa) de vinagre branco;
              - 1/2 xícara (das de chá) de água;
              - 1 colher (das de chá) de sal;
              - 1 maço de hortelã picado.

              Bata tudo no liquidificador e leve ao fogo, por 10', para apurar. Sirva com assados.

    Para ver outras receitas de tempero e molhos caseiros acesse o Índice 4.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nenhum comentário:

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).