24 de ago de 2016

Geleia de pêssegos



Receitas de todos nós

                Gosto muito de presentear com doces, biscoitos e geleias.
                Acredito que cozinhar é sobretudo um ato de amor e esse amor deve ficar evidente nos mínimos detalhes.
                Aproveitando a época de pêssegos importados e nacionais, preparei algumas geleias desta fruta tão delicada, perfumada, suculenta e deliciosa.
                Na verdade eu aproveitei a safra de julho do pêssego importado, mas a safra maior de pêssegos nacionais e importados começa em fins de setembro seguindo até janeiro.
                E preparar geleias com as frutas da estação proporciona um prazer em dobro, já que as frutas da estação são muito mais saborosas.
                Geleias e compotas preparadas e esterilizadas da forma correta duram até um ano.
                Capriche e encante neste natal, preparando-se com antecedência.
                Presenteie com geleias feitas você!
                É carinho em dobro!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


17 de ago de 2016

Joelho - tradicional pão com frios



Joelho 1

                Este é um dos meus lanches favoritos.
                Um simples misto, um pãozinho de massa leve e macia, recheado com queijo e presunto e mais nada.
                Há quem acrescente tomates picados e até pimentão, mas gosto mesmo da versão carioca: só queijo e presunto.
                Uma delícia.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


10 de ago de 2016

Molho de tomate básico



                Não há nada melhor do que ter sempre molhos, compotas e conservas caseiras de todos os tipos em nosso armário.
                Ainda mais quando até as marcas mais tradicionais no mercado estão sendo apreendidas por falta de higiene e condições de consumo.
                E vamos combinar: uma conserva bem feitinha, com ingredientes selecionados por você, na estação certa e acondicionados da maneira correta, além de saúde, trazem muito prazer.
                Este molho eu fiz para preparar uma conserva de sardinhas e aproveitei para fotografar todos os detalhes.
                Assim, você também pode ter seus próprios molhos e conservá-los por até 6 meses.
                Na verdade, compotas e geleias bem envasadas e esterilizadas duram até 1 ano e eu tenho lido pela internet que o molho de tomates também, mas tenho minhas reservas.
                Provavelmente porque não me dou muito bem com molhos de tomates. Uso diariamente (minha mãe ama!!!!!), mas procuro não colocar muito molho em meu prato.
                Fica a dica: conservas bem envasadas e esterilizadas duram, sim, até 1 ano. Molhos de tomate eu prefiro guardar no máximo por 6 meses.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


3 de ago de 2016

Nhoque de batata colorido



Receitas de todos nós

                A tempos eu fiz nhoques coloridos. A massa base era de aipim/mandioca/macaxeira e eu adicionei, depois da massa pronta e dividida em 3 partes, um purê de espinafre, um purê de cenouras e um purê de beterraba.
               Um pouco mais de trabalho do que o normal, já que além de fazer a massa, ainda preparei os purês e refiz (praticamente) a massa para adicionar os purês.
               Recentemente quis aproveitar as folhas e talos de brócolis que eu tinha congelado, e como não queria fazer bolinhos fritos, resolvi fazer nhoques cozinhando os brócolis junto com as batatas.
               E como gosto de cores, aproveitei para fazer de beterraba e de cenouras também.
               Cozinhar os legumes e folhas junto com as batatas poupou tempo e trabalho. 


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


27 de jul de 2016

Pão de queijo de frigideira


Pão de queijo de frigideira 1

                Pão de queijo é um petisco delicioso.
                É um lanche leve, saboroso e o contraste entre a casquinha crocante e o miolo macio e puxa puxa é irresistível.
                Mas, vamos combinar... ligar o forno para fazer pequenas porções, se a família é pequena, é um desperdício de tempo.
                 E fazer a massa no grill é legal também, mas resulta em um pão achatadinho, dependendo do modelo do grill.
                 Então a solução é fazer em frigideira, porções individuais ou várias porções de uma vez, em uma frigideira grande, é claro.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


20 de jul de 2016

Rosas de maçãs



Rosas de maçãs 1

                Hoje é o aniversário da minha mãe, D Edna.
                E como eu gosto de presentear com doces, fiz estas rosas de maçã que achei na internet.
                Minha mãe ama massa folhada. Ela gosta mais quando faço massa folhada salgada, seja vol-au-vent, seja petit-four, mas este ano ganhará rosas.
                E o melhor é que, apesar da massa folhada, é possível fazer a geleia com adoçante.
                Feliz aniversário, mãe!
                Que Deus te abençoe, te guarde e te conceda muitos anos felizes e com saúde!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros