24/04/2012

Torta e empadinha de abóbora


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     


Torta de abóbora 1

             Em matéria de tortas, eu sempre fui fã das mais tradicionais por aqui: banana, morango e limão, principalmente.
             De abóbora eu realmente nunca tinha pensado em fazer.
             Mas, de vez em quando em um filme americano, há referencias à este quitute tradicional por lá. E quando vi esta receita resolvi experimentar.
             Aprovadíssima!!!!!!!!!!
             De quebra, fiz uma empadinhas de doce de abóbora com o doce que fiz semana passada.
             Antes que me digam que eu exagerei (e exagerei mesmo, rsrsrs) fiz apenas 3 empadas no 0 e uma torta pequena.
             Amanhã é dia de reforçar o chá de amoras... ainda bem que tem muitas folhas no pé!!!!
             Para poder encontrar com facilidade as receitas desejadas acesse o Mapa do blog.
             Para ver outras receitas com empadas e sobremesas acesse o Índice 6.



Torta de abóbora 2

               Torta:

               - 1 xícara (das de chá) de farinha de trigo;
               - sal;
               - 1/2 xícara (das de chá) + 1 colher (das de sopa) de gordura vegetal hidrogenada;
               - 4 colheres (das de sopa) de água;
               - 1 colher (das de sopa) de açúcar.

               Misture e deixe descansar por 1 h, na geladeira.
               Coloque na forma e leve para assar, por 15', a 180º C.
               Coloque o recheio e leve ao forno, a 160º C, por 1 h.



              Recheio:

              - 400 g de abóbora moranga;
              - 1 1/2 xícara (das de chá) de açúcar mascavo;
              - 1 colher (das de chá) de canela em pó;
              - 1 colher (das de chá) de noz moscada;
              - 1 colher (das de chá) de gengibre;
              - 1 colher (das de chá) de cravo em pó;
              - 1/2 xícara (das de chá) de leite;
              - 2 ovos;
              - 2 colheres (das de sopa) de glucose;
              - 1 colher (das de sopa) de farinha de trigo.

              Corte a abóbora em cubos e cozinhe, apenas pingando água de vez em quando.
              Deixe a abóbora bem sequinha e bata, no liquidificador, com os ingredientes restantes.
              Despeje sobre a massa e torne a levar ao forno.




Empadinha de abóbora 1

              Empadinha de abóbora.

              Massa:

              - 1 1/2 xícaras (das de chá) de farinha de trigo;
              - 2 colheres (das de sopa) de açúcar;
              - 100 g de manteiga;
              - 1/4 colher (das de café) de bicarbonato de sódio;
              - 1 clara.

              Coloque a farinha de trigo em uma tigela e misture o açúcar e o bicarbonato.

Empadinha de abóbora 2

              Misture e acrescente a manteiga gelada e amasse com a ponta dos dedos.
              Acrescente a clara de ovo.
              Faça uma massa homogênea e amanteigada. Se preciso acrescente um pouco mais de manteiga.
              A quantidade de manteiga vai do gosto pessoal, mas, para mim, entre 100 e 150 g é o ideal para esta quantidade de farinha.
              Leve a massa para gelar por 1 h, para que o bicarbonato perca o poder de fermento e mantenha apenas a função de dar crocância à massa.
             O recheio é suficiente para duas receitas de massa, então dobre a quantidade de ingredientes ou guarde o recheio que sobrar na geladeira e sirva com queijo branco ou como recheio de panquecas.


              Recheio:

              - 500 g de abóbora preferida;
              - 1 maçã;
              - 350 g de açúcar;
              - 1 pau de canela;
              - 4 cravos;
              - opcional: suco de 1 limão.

              Eu usei a cabotiá, também conhecida por abóbora japonesa, porque é mais sequinha e não tem fiapos (palavras de minha mãe que sempre preferia essa abóbora), mas pode-se usar qualquer uma.
              Cozinhe a abóbora, com o mínimo de água, a canela e os cravos. Pingue água, se necessário.

Empadinha de abóbora 3

              Retire a canela e os cravos e coloque no liquidificador, junto com a maçã picada com a casca e as sementes.
              Faremos um doce cremoso, em ponto de geleia, e a maçã com a casca e as sementes irá ajudar a dar ponto.
              Acrescente pouquíssima água, apenas o suficiente para não forçar o liquidificador e bata até formar um purê.
              Coe esse purê e adicione o açúcar e o suco de limão (se gostar).
              Leve ao fogo, mexendo sempre, até o doce engrossar e começar a aparecer o fundo da panela.

Empadinha de abóbora 4

              Teste o ponto da mesma forma que qualquer geleia, retire uma porção da massa e coloque no pires.
              Se a amostra formar um montinho já é uma indicação de que pode estar no ponto.
              Se a amostra esparramar no pires torne a ligar o fogo e deixe engrossar mais um pouco.
              Leve a amostra que formou um montinho ao congelador apenas para esfriar. Doce cremoso quente sempre vai escorrer pelo pires ao ser virado, só o doce em barra quente não escorre, mas estamos preparando o cremoso. Mas não deixe a amostra congelar, apensas esfriar totalmente.
              Vire o pires e se a amostra permanecer no lugar o doce está pronto.
              Passe-o para um pirex e deixe esfriar totalmente.
              Nunca coloque doce quente ou morno em massa de empada ou torta crua. A massa vai embatumar e permanecer crua por dentro.
              Forre forminhas de empada com a massa deixando uma pequena rebarba para fora.

Empadinha de abóbora 5

              Coloque uma colher, das de sobremesa de doce de abóbora.
              Pegue uma porção da massa, achate-a na palma da mão e feche a empada, pressionando com a palma da mão e recortando o excesso de massa..
              Pincele uma gema sobre todas as empadinhas e leve para assar.
              Rende 12 a 13 empadinhas, em forminhas de empada no 0.

Para ver outras receitas de tortas doces e outras técnicas acesse o Índice 1.
Para ver outras receitas com empadas e sobremesas acesse o Índice 6.

Receba nossas receitas em seu e-mail:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Se desejar incluir uma imagem de uma receita testada ou vídeo ou mesmo usar um emoticon, basta colocar a url da imagem ou vídeo no texto do comentário.
Para achar a url clique na imagem ou vídeo com o botão direito do mouse e depois clique em "Copiar endereço da imagem".
Imagens, vídeos ou comentários ofensivos não serão publicados. Discordar é saudável, ofender não.
Propagandas e links externos também não serão publicados.
Seja sempre muito bem-vindo(a).

2 comentários:

  1. Ahahah GI Mestre Cuca! Acontece que não vamos precisar daquela colher com buraco no meio! A tortinha acima pode ser comida com garfo! Que sorte a nossa!!!!!!!!!!!

    Eu só não gosto de abobora na comida salgada, em receitas para doce eu já me interesso.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkk
      Viu só, que prático????
      Aquela colher vai servir de adorno, rsrsrs.
      Eu sempre gostei mais de abóbora em comidas salgadas. Amo abóbora no feijão e meu exmarido pedia para cozinhar com a casca, que ele comia com gosto. Ai já era demais para mim.
      Mas sopa de abóbora, creme de abóbora sobre arroz branco... eu amo.
      Minha filha me colocou de castigo, mas foi um castigo brando. Só posso fazer doces a cada 15 dias e ela vai controlar o que vamos fazer, rsrsrs.
      Mas estou fazendo tudo em porções pequenas e concordo com ela. Moderação é tuuuudoooo!!!!
      Beijão, querida.
      É sempre um prazer te receber.

      Excluir