05/06/2013

Leite, farinha e amido de arroz


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     

Leite, farinha e amido de arroz

                Tenho orado muito pedindo à Deus que mude muitas coisas em mim, inclusive meus hábitos alimentares.
                Nada radical, não quero deixar de comer alimentos que gosto, como carnes em geral e doces, mas quero mudanças em minha vida.
                Um dos hábitos difíceis de perder e que já consegui, foi o de comer alimentos ultraquentes.
                Arroz e feijão, por exemplo, eu colocava em um copinho assim que ficavam prontos.
                Esse hábito é péssimo porque, além de não mastigarmos corretamente, ainda comemos mais do que o necessário. E com certeza deve haver outras contraindicações.
                Mas estou meio perplexa com a quantidade de informações que estou absorvendo e dos novos hábitos que estou incorporando ao meu dia a dia.

                Farinha e gordura de coco são dois ingredientes que eu já conhecia desde a minha infância, mas que só incorporei aos meus hábitos recentemente.
                E agora a farinha, o amido e o leite de arroz.
                O leite de arroz eu nunca havia pensado em fazer.
                Resolvi testar fazer o amido e quando bati o arroz no liquidificador fiquei surpresa com a leveza do leite.
                Não devo substituir o leite de vaca.
                Não tenho intolerância à lactose e gosto muito de leite bem gelado, puro ou com achocolatado.
                 Mas em bolos, pães e outras preparações...



Leite de arroz 1


                Leite de arroz:

                - 2 xícaras de arroz integral ou branco cru, lavado e escolhido;
                - 4 xícaras de água filtrada;
                - água para cobrir o arroz.

                Lave 2 copos de arroz e cubra com água filtrada.
                Deixe de molho por 6 horas.
                Reserve os outros 4 copos de água para usar depois.

Leite de arroz 2

                Escorra o arroz, coloque em uma panela e acrescente os 4 copos de água reservados.
                Aqueça o arroz até que fique em uma temperatura pouca coisa mais quente do que a temperatura de mamadeira, calor suportável ao toque.
                Desligue o fogo e tampe a panela.
                Deixe descansar uns 5'.
                Bata no liquidificador e coe usando um pano de sacaria.
                Use o resíduo que ficou no pano para fazer cuscuz ou pudim.
                Dois copos, tipo requeijão, de arroz rendem um litro de leite.
                Guarde na geladeira por 2 a 3 dias.
                Para melhorar o sabor é possível misturá-lo com leite de oleaginosas e se usar avelãs ainda estará acrescentando cálcio ao leite. Misture a mesma quantidade de leite de avelãs e de leite de arroz.
                Se quiser, acrescente meia fava de baunilha ao arroz na hora de levá-lo ao fogo.
                Retire a fava antes de bater o arroz.




Amido de arroz

                Amido de arroz:

                - 3 copos de arroz branco ou integral;
                - 5 copos de água.

                Lave bem o arroz e deixe de molho por uma noite.

Amido de arroz

                Bata no liquidificador.
                Coe sobre um pano de sacaria e coloque o líquido obtido em um recipiente de vidro.
                Deixe decantar por algumas horas.


Amido de arroz 3

                Depois de 12h decantando há uma camada de cerca de 2cm de polvilho no fundo do pote, mas a água ainda esta turva. Pode decantar por mais 8h ou mais.
                O resíduo que ficou no pano, coloque em uma peneira e deixe secar por algumas horas e bata para fazer um pudim de arroz.
                Depois que o amido se depositar no fundo do recipiente, escorra a água e passe o amido para uma peneira forrada com um pano de sacaria.
                Deixe descansar por algumas horas e solte os torrões.
                Passe estes torrões por uma peneira, esfregando para que o amido vire um pozinho.
                O arroz não contém muito amido, por isso acho que só valeu pela experiência.
                Se precisar de amido, fécula ou polvilho sem glúten e não achar nos mercados, é melhor fazer de batata, aipim ou milho.




Farinha de arroz

                Farinha de arroz:

                Já fiz uma farinha de arroz, batendo tanto o integral, quanto o branco, no liquidificador sem deixar de molho.
                Desta vez resolvi testar a farinha deixando o arroz de molho por uma noite.
                Usei 3 copos de arroz.

Farinha de arroz

                Lave muito bem o arroz escolhido e cubra com bastante água.
                Deixe de molho por uma noite.
                Escorra e deixe secar sobre uma peneira, por algumas horas.
                Seque com um pano de sacaria.
                Bata no liquidificador e peneire, tornando a liquidificar todo resíduo que ficou na peneirinha.
                Use peneira de trama bem fina.


Para ver outras receitas sem glúten, curiosidades e técnicas acesse o Índice 1.
Para ver outras receitas de bebidas e genéricos acesse o Índice 3.




Receba nossas receitas em seu e-mail:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Se desejar incluir uma imagem de uma receita testada ou vídeo ou mesmo usar um emoticon, basta colocar a url da imagem ou vídeo no texto do comentário.
Para achar a url clique na imagem ou vídeo com o botão direito do mouse e depois clique em "Copiar endereço da imagem".
Imagens, vídeos ou comentários ofensivos não serão publicados. Discordar é saudável, ofender não.
Propagandas e links externos também não serão publicados.
Seja sempre muito bem-vindo(a).

8 comentários:

  1. Pois é a gente vai desenvolvendo habitos prejudiciais a saúde, tbem estou repensando e tentando trocar minha alimentação.
    Vim conhecer e já estou te seguindo......
    www.portodasreliquias.com

    ResponderExcluir
  2. @Denise Lemos:l É verdade, Denise.
    Não sou nem um pouquinho radical, mas estou sentindo que, ao satisfazer minha curiosidade preparando certos pratos, meus hábitos estão mudando lenta, mas significativamente.
    Acho que é a melhor mudança, talvez a única que permanece, porque vem naturalmente.
    Seja sempre bem-vinda, Denise.
    Visitarei teu site em breve. Beijos.:l

    ResponderExcluir
  3. Gi,

    Eu, por exemplo, não gosto de leite, quase nao como arroz, feijão... obrigada pela dica.

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. @Sissym:l Oi, querida Si.
    É bom achar uma forma mais agradável ao nosso paladar do que as rotineiras, né?
    Assim, nos alimentamos com mais prazer.
    Beijão, linda. :l

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigada pelas receitas. Foi o único lugar em que realmente encontrei um passo a passo disso! Muito obrigada mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Orquidea.
      Eu que agradeço o teu carinho em comentar.
      Gosto muito de encontrar passo a passo completos, seja de artesanato, seja de receitas culinárias. Então quando sou eu quem ensina, também acho importante compartilhar de modo completo.
      Mais uma vez obrigada e seja sempre bem-vinda. 🌹

      Excluir
  6. Olá! É possivel fazer o leite de arroz em pó a partir da farinha de arroz comprada no supermercado? Obg.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Paula.
      Leite de arroz em pó? Acredito que não.
      Mas se você estiver pensando em usar a farinha de arroz em pó para preparar uma xícara de leite de arroz ai sim, eu acho possível.
      Experimente deixar 3 colheres, das de sopa, de farinha de arroz de molho em 1 xícara, das de chá, de água quente (não fervente) por 30 minutos. Depois bata com um garfo ou no liquidificador.
      Dependendo da granulação da farinha (mais fina ou mais grossa) talvez você tenha que peneirar depois de bater no liquidificador.
      E me conte o resultado, tá?
      Seja sempre bem-vnda.

      Excluir