11/07/2018

Brigadeiro de paçoca


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     


Brigadeiro de paçoca 1

                Mais um brigadeiro para nossa galeria de favoritos!
                Semana passada publiquei uma receita dos tempos de nossos bisavós. Um docinho caramelado feito com massa de batata doce e paçoca, além do chocolate em pó.
                Como não podia deixar de ser, para a imensa nação que cresceu degustando leite condensado e suas maravilhas, hoje uma receita que une duas grandes delícias: leite condensado e paçoca. Para alegria da criançada dos 8 aos 80 anos.
                Ops! Perdoem-me, dos 2 aos 100 anos...
                Para ver outras receitas de docinhos, brigadeiros e bombons acesse o Índice 3.


Brigadeiro de paçoca 2

                Ingredientes:

                - 2 caixinhas de leite condensado;
                - 6 paçocas para a massa e cerca de 6 paçocas para envolver os brigadeiros;
                - 1 colher (das de sopa, rasa) de manteiga ou margarina.

                As paçocas têm 20 g cada. Se preferir troque as paçocas por 120 a 150 g de farinha de amendoim, que nada mais é do que o amendoim torrado levemente, sem pele e batido no liquidificador, sem adição de açúcar.
               Esfarele as paçocas para a massa.
               Coloque o leite condensado, as paçocas e a manteiga em uma panela de fundo grosso. São as melhores para tudo, principalmente para fazer doces, diminuindo o risco da massa queimar e cozinhando a massa no tempo adequado.

Brigadeiro de paçoca 3

               Leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até soltar do fundo da panela.
               Sempre use o fogo baixíssimo porque tanto o leite, quanto o açúcar contido no leite condensado queimam com muita facilidade e não queremos pelotinhas queimadas em nosso doce.
               Quando começar a soltar do fundo, conte cerca de 3 minutos e faça o primeiro teste.
               Enquanto faz o teste desligue o fogo.
               Coloque uma pequena porção de massa em um copo com água gelada.
               Aguarde um pouquinho, para a amostra esfriar, e tente modelar uma bolinha.
               Se a água turvar quando colocar a amostra no copo ou quando for pegar a amostra para modelar e se não conseguir modelar, a massa ainda não está no ponto.
               Religue o fogo e cozinhe um pouco mais.
               A massa vai ficar bem mais consistente, vai soltar melhor do fundo e demorar mais a cobrir o fundo novamente.
               Faça um novo teste.
               Se a água do copo não turvar em momento algum e, depois da amostra fria, você conseguir modelar uma bolinha, a massa está no ponto.

Brigadeiro de paçoca 4

               Passe para um pirex untado com manteiga ou margarina, cubra com filme plástico e deixe esfriar totalmente.
               Por causa da manteiga colocada na massa, não é comum se formar película na superfície do doce, não, mas prefiro não arriscar. Em dias muito secos o doce pode ressecar na superfície, por isso o filme plástico.
               Se quiser fazer no micro, misture todos os ingredientes no pirex, leve ao micro por 6 a 8 minutos, em potência média, mexendo a cada 2 minutos.
               Na hora de modelar os brigadeiros esfarele as paçocas restantes para envolver os docinhos e passe por uma peneira, para deixar o farelo bem soltinho.
               Gosto de untar as mãos levemente antes de modelar as bolinhas, mas uso pouquíssima manteiga, já que as paçocas são naturalmente oleosas e a manteiga adicionada também ajuda na modelagem.
               Pegue porções da massa, cerca de 1/2 colher, das de sobremesa, ou 1 colher, das de chá, e modele as bolinhas.

Brigadeiro de paçoca 5

               Passe as bolinhas pela farinha de paçoca ou de amendoim e sirva.
               Usando 1/2 colher, das de sobremesa, ou 1 colher, das de chá, de massa como medida a receita rendeu 50 docinhos.


               Se optou por usar farinha de amendoim no lugar da paçoca, veja como fazer a farinha.
               Torre o amendoim levemente, até que esfregando um amendoim na mão a casca saia facilmente.
               Deixe o amendoim esfriar e retire toda a casca.
               Coloque pequenas porções no liquidificador por vez. O amendoim é uma oleaginosa, portanto solta muito óleo. Quanto mais é batido, mais óleo solta e mais escura fica a farinha.

Brigadeiro de paçoca 6

               Passe por uma peneira e torne a colocar o que ficou dentro da peneira no liquidificador.
               Quando a farinha começar a ficar escura demais, coloque-a em um pote separado e escolha com qual quer fazer o brigadeiro.
               A propósito, se quiser fazer as paçocas, pode deixar o amendoim batendo, seja no liquidificador, seja no processador (é melhor no processador) até formar um bloco de massa, mas que se desmanche como a paçoca industrializada, acrescentando açúcar a gosto. Junte uma pitadinha de sal.
               Há quem adicione farinha de mandioca na paçoca, mas prefiro o sabor puro do amendoim.
Para ver outras receitas de docinhos e bombons acesse o Índice 3.






Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Se desejar incluir uma imagem de uma receita testada ou vídeo ou mesmo usar um emoticon, basta colocar a url da imagem ou vídeo no texto do comentário.
Para achar a url clique na imagem ou vídeo com o botão direito do mouse e depois clique em "Copiar endereço da imagem".
Imagens, vídeos ou comentários ofensivos não serão publicados. Discordar é saudável, ofender não.
Propagandas e links externos também não serão publicados.
Seja sempre muito bem-vindo(a).

Nenhum comentário: