03/06/2020

Bala de café


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     


Bala de café 1

                Mais uma receitinha coringa para preparar para a criançada de 1 a 100 anos.
                Uma vida saudável requer um consumo sem excesso de qualquer ingrediente, especialmente açúcar, mas em ocasiões especiais balas, especialmente as preparadas em casa, sem conservantes, e contando com a colaboração da criançada criam grandes memórias afetivas.
                Estas memórias afetivas acompanharão as crianças ao longo de toda vida.
                E se essas balas forem compartilhadas com amigos e parentes laços afetivos importantes também serão criados ou fortalecidos.
                Fica a dica.
                Para poder encontrar com facilidade as receitas desejadas acesse o Mapa do blog.
                Para ver outras receitas de balas e docinhos de cantina acesse o Índice 3.


Bala de café 2

                Ingredientes:

                - 1 litro de leite integral;
                - 420 g de açúcar cristal;
                - 3 a 4 colheres (das de sopa) de café solúvel;
                - 2 colheres (das de sopa) de glucose caseira ou mel.

                Misture todos os ingredientes em uma panela.

Bala de café 3

                Leve ao fogo, mexendo de vez em quando, até que comece a encorpar a calda.
                A partir deste momento, mexa sempre para que o doce não grude na panela, correndo o risco de formar uma crosta e queimar.
                Quando a massa começar a desprender do fundo, já passando do ponto de brigadeiro, é hora de começar a tirar o ponto.
                 Pingue uma pequena porção da massa em um pires e vire este pires em seguida.
                 A amostra não deve escorrer.

Bala de café 4

                Desligue o fogo enquanto testa a mostra, para não passar do ponto.
                Leve a amostra ao congelador só até gelar, sem deixar congelar.
                Modele uma bolinha e aperte-a ligeiramente.
                Se quiser uma bala como caramelo macio, esta bolinha deve ceder à pressão, mas não muito.
                Se quiser uma bala mais firme, esta bolinha não deve ceder à pressão. Mas cuidado com o ponto. A partir deste ponto o doce pode endurecer demais e virar barrinhas, ao invés de balinhas. Não é ruim, mas não é o caso aqui.
                Se a massa chegou no ponto desejado, passe a massa para um pirex untado com margarina e deixe esfriar.
                Quando esfriar totalmente, corte tiras de massa e modele rolinhos.

Bala de café 5

                Corte os rolinhos com uma tesoura e passe as balas em açúcar de confeiteiro ou embale em papel próprio para balas.
                O açúcar serve para que as balas não grudem umas nas outras.
                Se tiver papel de bala à mão, elimine este processo de passar as balas em açúcar.

           
                Glucose caseira:

                - 1 xícara (das de chá) de açúcar cristal;
                - 1/2 xícara (das de chá) de água.

                Fazer glucose caseira não é difícil, mas caldas de açúcar cristalizam muito fácil.
                Então alguns cuidados se fazem necessário na hora de fazer a glucose.
                Geralmente eu só faço glucose em caso de precisar de uma quantidade pequena.
                Esta receita aqui dá para preparar 2 receitas de balas de café.
                Misture o açúcar com a água em uma panela.
                Repare (na foto é meio difícil, mas tentei sinalizar com as mãozinhas amarelas) que fica uma pequena faixa de açúcar na lateral da panela.
                Esta faixa de açúcar deve ser removida porque ela vai ressecar ao receber o calor do fogão e vai facilitar a cristalização que não desejamos.

Bala de café 6

                Além de limpar esta faixa de açúcar, também calce a panela e não use o fogão para mais nada, enquanto prepara a glucose. A trepidação de outras panelas também pode cristalizar a calda.
                Para limpar a faixa de açúcar, molhe um pincel culinário em água e vá lavando a lateral da panela, sempre limpando o pincel no copo com água.
                Depois de verificar que todo o açúcar da lateral já saiu, ligue o fogo e deixe a calda chegar em ponto de pérola ou fio forte.
                Quando a calda chegar neste ponto as bolhas da fervura estarão mais lentas e o barulho também estará mais seco.
                 Mergulhe uma colher bem seca na calda, sem girá-la ou mexer a calda, e retire-a.
                 Quando o excesso de calda escorrer, uma gota deve ser formada na borda da colher. Esta gota não cai.
                 Você pode também pegar esta calda da colher, já morna, entre os dedos e afastar os dedos um do outro. Se se formar um fio entre os dedos que não se parta, a glucose está no ponto.
                 Desligue o fogo e deixe a glucose esfriar totalmente antes de passá-la para um pote.
Para poder encontrar com facilidade as receitas desejadas acesse o Mapa do blog.
Para ver outras receitas de balas e docinhos de cantina acesse o Índice 3.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Se desejar incluir uma imagem de uma receita testada ou vídeo ou mesmo usar um emoticon, basta colocar a url da imagem ou vídeo no texto do comentário.
Para achar a url clique na imagem ou vídeo com o botão direito do mouse e depois clique em "Copiar endereço da imagem".
Imagens, vídeos ou comentários ofensivos não serão publicados. Discordar é saudável, ofender não.
Propagandas e links externos também não serão publicados.
Seja sempre muito bem-vindo(a).

Nenhum comentário: