3 de dez de 2013

Avatar

Manjericão sempre à mão



Manjericão sempre à mão 1

               Quem mora fora dos grandes centros nem sempre tem ervas aromáticas à mão.
               Ou então, o maço vendido em feiras e sacolões é muito grande e parte do amarrado acaba indo para o lixo.
               Por isso, gosto de ter sal temperado com ervas variadas ou as ervas batidas com algum líquido.
               O meu tempero preferido é batido com água fltrada, mas algumas ervas ficam escuras (oxidam) e se formos congelá-las não podem ser batidas com água.
               Aqui vão as minhas sugestões para ter manjericão sempre à mão.


Manjericão sempre à mão 2

               Ingredientes:

               - manjericão;
               - azeite ou óleo;
               - vidros pequenos de cerca de 100 ml de capacidade.

               Solte todas as folhas dos galhinhos de manjericão.

Manjericão sempre à mão 2

               Higienize muito bem as folhas, deixando de molho em água filtrada com vinagre tinto ou cloro, na proporção de 1 l de água para 1 colher, das de sopa, de vinagre ou cloro.
               Lave novamente em água filtrada e seque muito bem com um pano de sacaria.
               Bata as folhas com azeite até formar uma pasta. Pulse o liquidificador algumas vezes, para misturar melhor as folhas e não usar tanto azeite. Afinal, queremos um concentrado de manjericão, o azeite aqui é coadjuvante.
               Passe a pasta para os vidros esterelizados em água fervente, por 10', e bem secos.
               Leve ao congelador.
               O azeite também congela, mas pode ser facilmente cortado com uma colher, ao contrario de misturas feitas com água, que viram pedras de gelo e para serem usadas tê quem ser congeladas.
               Por isso fiz a minha opção por bater com azeite ou óleo. Assim, posso retirar colheradas sem descongelar todo o pote.
               Mesmo que você não tenha um quintal, se você tiver um espaço em casa que receba sol pela manhã ou à tardinha, plante os galhinhos que sobraram.
               Mesmo que tenham vindo sem raiz do mercado, as raizes brotarão em contato com a terra e você terá uma hortinha muito perfumada em casa.
                Primeiro plante todos os galhos em um pote de sorvete, por exemplo.
                Quando surgirem novas folhas, é sinal de que cresceram raizes.
                Transplante as mudinhas para jardineiras retangulares.

Manjericão sempre à mão 6

               Uma colher, das de chá, de pasta de manjericão tempera 500 g de feijão ou meio quilo de carne.
               Coloque o manjericão no feijão assim que colocá-lo no fogo.
               Se você não disser nada, ninguém adivinhará qual é o tempero, mas todos suspirarão pelo melhor feijão que já provaram.



Receitas de todos nós


               Como eu gosto de ter muitas opções de temperos, bati um dos meus potinhos de manjericão com 2 cebolas.
               Este eu deixo na geladeira mesmo porque ele vai sair muito mais rápido.
               E para fazer esta pasta, basta picar 2 cebolas e colocar no liquidificador com 3 ou 4 colheres, das de sopa, de água e um potinho de 100 ml de pasta de manjericão.
               Bata e passe para um pote de vidro esterelizado.



               Eis a minha pequena horta.

Manjericão sempre à mão 3


Manjericão - muda

              Estão crescendo bem rápido.


               Uma outra forma de ter manjericão sempre à mão é batendo as folhas com sal
               Asssim, será fácil temperar um filé para grelhar rapidamente depois de um dia cansativo ou complementar aquele tempero especial.

Manjericão sempre à mão 4

               Ingredientes:

               - folhas de manjericão higienizadas e bem secas;
               - sal a gosto.

               Aqui a proporção de sla para folhas vai depender exclusivamente do gosto pessoal de cada um.

Manjericão sempre à mão 5

               Particularmente gosto do menos concentrado porque não corro o risco de exagerar no sabor.
               Aliás, com ervas aromáticas vale o ditado que diz que menos é mais.
               O pote que está mais escuro eu bati uma tacinha de folhas para uma tacinha de sal.
               Para o pote mais clarinho, peguei metade do primeiro pote - escuro - e bati com mais uma tacinha de sal.
               Dica: esta mistura é um ótimo esfoliante corporal.
               Basta colocar uma porção de sal temperado na palma da mão e esfregar levemente em todo o corpo durante o banho.
               É revigorante e relaxante.
               Só lembre-se de separar os potes de uso culinário e de uso estético.

Manjericão sempre à mão

               Você pode preparar estes sais com quaisquer tipos de ervas aromáticas: manjericão, sálvia, manjerona, alecrim... enfim qualquer erva que você queira ter sempre à mão.
               E a proporção de sal para folhas é você quem decide.
               Sal é um conservante natural, então se você quer um sal com mais sabor de ervas, use mais ervas.
               Se quiser um sal apenas ligeiramente saborizado, use menos ervas frescas.
               As ervas se conservarão do mesmo jeito.




                Como amo plantar e tenho quintal, também gosto de preparar o meu próprio adubo.
                Além de ter um adubo de qualidade e controlado por mim, ainda reduzo consideravelmente meu lixo.
                Quando comecei a fazer compostagem (que é transformação de lixo orgânico em adubo) eu usava a tampa de uma fossa que fica no canto do meu quintal.
                Nosso cachorrinho na época não ligava para o que colocávamos lá.
                Mas ele descansou desta vida e nosso amiguinho mais novo adora fuçar na terra.

Manjericão sempre à mão 7

               Então resolvi usar uma caixa de madeira que os operários que fizeram uma reforma aqui, deixaram em casa.
               Mas também vou fazer outra compostagem em um balde devidamente furado para que todo o líquido resultante da transformação dos alimentos possa escoar.
               Não se preocupem. A compostagem não gera mal cheiro.

Manjericão sempre à mão 8

               Não sei exatamente como são as composteiras industrializadas, mas eu coloco um pouco de terra dos meus vasos.
               Replantei uma muda de limoeiro e oura de pimenta vermelha e resolvi usar a terra que sobrou para fazer a minha compostagem.
               Preencha o vasilhame escolhido com a terra (a minha tinha até minhocas, como aparece na foto mais acima, destacada pelo retângulo vermelho) e comece a colocar talos de verduras, as folhas que vieram machucadas do mercado, casca de legumes e frutas, casca de ovo, filtro de café com a borra.
               Eu gosto de cortar tudo que vou colocar na composteira em pedaços pequenos, ao contrário do que aparece na foto. Desta vez resolvi deixar até o filtro de café inteiro para dar uma noção do que pode ser colocado na composteira.
               Uma vez por semana remexa na terra da compostagem com uma pazinha para aerar a terra.
               Dependendo do tamanho dos pedaços de sobras de alimentos colocados na composteira, em no máximo um mês o adubo estará pronto.
                NUNCA coloque alimentos cozidos.

Para ver outras receitas com legumes ou queijos acesse o Índice 4.

3 comentários:

Anônimo disse...

nnca li tanta dica boa sobre tempero, ate para diminuir o sal da comida

Gisele Vasfi disse...

@Anônimo
:l Olá. Fico muito feliz que você tenha gostado. É um prazer compartilhar o pouco que sei.
Se quiser mais uma receitinha especial para diminuir o sal veja esta aqui: Mix de ervas aromáticas e sal.
Até nosso paladar fica mais apurado com o consumo diário dele. Só não uso no arroz.
Beijos e obrigada pelo carinho em comentar. :l

Gisele Vasfi disse...

@Gisele Vasfi:l Só não uso o mix de ervas e sal no arroz porque gosto do meu arroz bem branquinho no dia a dia, rsrsrs. Temperado só com alho e sal.:l

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar.
Se quiser usar os emoticons, isolados ou formando frases, basta copiar o código ao lado do emoticon escolhido ( :a , por exemplo).
Não se esqueça de colocar os dois pontos (:) antes de cada letra, senão os códigos não funcionarão.
Por exemplo:
Sejam bem-vindos!
S e j a m b e m - v i n d o s !
:S :e :j :a :m :b :e :m - :v :i :n :d :o :s !
Depois de publicado o emoticon(s) aparecerá(ão).

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u   :v   :w   :x   :y   :z