05/10/2010

Mel de rosas


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     


Mel de rosas 1


                Esta é uma bela calda para ser servida com uma sobremesa ou mesmo um café da manhã especial.
               É simples, mas usando rosas bem vermelhas a cor fica incrível, bem como o perfume e o sabor.
               A calda pode acompanhar waffles, sorvetes, filhós, bolos e ser adicionada em compotas de frutas.
               Existe um mel de rosas que é vendido em farmácias e a indicação principal é para tratar de aftas/sapinho em bebês e para cicatrizar ou prevenir as temidas rachaduras nos seios decorrentes da amamentação. Mas não tem nada a ver com esta receita.
               Água de rosas e de flor de laranjeiras são ingredientes presentes na culinária mediterrânea e sirio/libanesa que costumamos generalizar como culinária árabe.
               Minha avó materna, que não tinha esta ascendência, sempre tinha um vidrinho de água de rosas em casa, que adicionava em suas compotas de frutas.
               Lembro-me inclusive que ela também usava a água de flor de laranjeiras como um tranquilizante leve, misturando 1 colher, das de sopa, de água de flor de laranjeiras em 1/2 xícara, das de chá, de água filtrada.
               Enfim, uma calda diferente e espetacular!
               Para ver outras receitas de bolos, caldas, recheios e coberturas acesse o Índice 2.



Mel de rosas 2

              Ingredientes:

              - 350 g mel;
              - 225 ml de água;
              - 200 g de açúcar;
              - 70 g de pétalas de rosa comestível, cerca de 8 flores grandes;
              - opcional: 1 colher (das de sopa) de água de rosas.

              Eu usei as rosas de meu jardim. Minha mãe comprou uma roseira vermelha a anos, mas quando as primeiras rosas surgiram descobrimos que era uma planta híbrida, era um cruzamento de espécies, resultando em rosas vermelhas, rosas e misturadas.
              Quando for comprar certifique-se que as rosas são comestíveis,de uma cultura sem agrotóxicos e misture rosas brancas (mais perfumadas) com rosas bem vermelhas.

Mel de rosas 3

              Lave as pétalas delicadamente em água filtrada.
              Coloque na panela com o mel, a água e o açúcar e leve ao fogo, deixando ferver entre 10' e 15'.
              Nos 2 minutos finais acrescente, se tiver e quiser, a água de rosas.As pétalas frescas e bem perfumadas dispensam a água de rosas industrializadas, mas se sentir que deve acrescentar, fique à vontade.
              Coloque em potes bem fechados e deixe descansar por 48 h.
              Coe, passando para uma molheira ou retornando ao vidro.

Para ver outras receitas de bolos, caldas, recheios e coberturas acesse o Índice 2.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Se desejar incluir uma imagem de uma receita testada ou vídeo ou mesmo usar um emoticon, basta colocar a url da imagem ou vídeo no texto do comentário.
Para achar a url clique na imagem ou vídeo com o botão direito do mouse e depois clique em "Copiar endereço da imagem".
Imagens, vídeos ou comentários ofensivos não serão publicados. Discordar é saudável, ofender não.
Propagandas e links externos também não serão publicados.
Seja sempre muito bem-vindo(a).

8 comentários:

  1. Para que serve o mel de Rosas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anônimo. Seja bem-vindo(a).
      Mel de rosas serve como calda para panquecas, bolos, sorvetes e qualquer doce que costume "pedir" uma calda. As pétalas de rosa perfumam o mel. Se há alguma propriedade além do perfume, confesso que ainda não pesquisei. É como a água de flor de laranjeiras, que também é usada para perfumar diversas preparações.
      Abraços.

      Excluir
  2. Hum... É bom pra um momento romântico!

    ResponderExcluir
  3. Que lindo fica, uma cor incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E fica uma delícia também, Juni.
      Muito obrigada pelo carinho em comentar.
      Seja sempre bem-vinda.

      Excluir
  4. Oi Gisele muito boa a sua receita. Uma dúvida : tu deixou fervendo em fogo alto ?tu misturou antes o mel ,o açúcar e Ágata ou colocou tudo junto e foi mexendo ?se não , não corre o risco de queimar a rosa e engrossar muito a calda ?muito obrigado 🙏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lucas.
      Obrigada pelo carinho de suas palavras.
      Na verdade a maioria das receitas que faço eu gosto de usar fogo médio ou baixo.
      Quando muito eu deixo em fogo alto até levantar fervura e a seguir eu abaixo a chama.
      Cozimento lento, em fogo baixo, dispensa muita água e preserva os aromas e sabores de qualquer prato.
      Eu usei uma leiteira de alumínio médio para fotografar, mas uma panela de alumínio grosso vai dar mais segurança, vai fazer a calda apurar corretamente, absorvendo o sabor e aroma das pétalas também sem precisar adicionar muita água.
      Pode misturar todos os ingredientes, com exceção da água de rosas, que é opcional, direto na panela e ligar o fogo logo em seguida.
      Caldas, seja lá qual for a receita, precisam de acompanhamento do princípio ao fim, então não há risco de queimar a rosa, não.
      E o tempo de fogo vai depender do seu fogão e do queimador que você usar.
      Com certeza, além dos queimadores de tamanhos diferentes, com o tempo alguns queimadores vão ficando mais fracos do que outros.
      Isso falando dos fogões a gás.
      Então quando as bolhinhas se tronarem maiores e estourarem mais lentamente teste a consistência da calda. As bolhinhas mostram como a calda está.
      Bolhinhas pequenas e estourando rápido mostram que a calada ainda está rala.
      Conforme vão crescendo a calda vai engrossando.
      O ponto do seu mel quem decide é o seu paladar e o uso que você vai fazer depois.
      Caldas mais ralas espalham melhor sobre os alimentos e penetram mais facilmente neles.
      E quando usamos para caramelar um forma de pudim a calda mais rala cria os furinhos que tantas pessoas amam.
      Mais uma vez obrigada pelo carinho do seu comentário e seja sempre bem-vindo.

      Excluir