9 de out de 2010

Strudell





              Esta receita é um grande desafio para mim.
              Ela é bem simples, mas tem os seus mistérios.
              Principalmente na hora de abrir a massa, é preciso delicadeza e cuidado.
              Sei que muitas pessoas acabam fazendo com massa folhada, por ser mais simples e prático, já que encontramos massa folhada pronta com uma certa facilidade.
              Mas, inegavelmente, não é a mesma coisa, ja que a quantidade de manteiga é muito diferente na receita de cada massa.
              Mesmo pincelando manteiga varias vezes durante o processo de assar, a massa tradicional do strudell fica menos amanteigada do que a massa folhada.
               Ainda não aprendi a abrir a massa como se deve.
               Quando faço strudell minha filha chama de "studi".
               Não, ela não tem 5 anos e nem usa a linguagem "tatibitati" dos bebês.
               É que ela se recusa a chamar de strudell algo que se parece com tudo, menos com o dito cujo.
               Mas, tudo bem, strudell ou "studi", o fato é que não sobra migalha quabdo eu faço.
               E volta e meia ela pede para fazer a versão salgada. Como a massa é neutra, da para se colocar qualquer recheio.

               Vou colocar as 2 receitas que tenho.
               A primeira, e melhor, eu aprendi há muitos anos, em um curso de culinária que fiz em S Paulo, com a professora Anka Popovik, que meses depois ensinou a mesma receita no programa da Ana Maria Braga, ainda na emissora anterior.
               É muito boa esta receita e um dia ainda hei de conseguir abri-la na medida certa. Qual a medida? 200 x 100m.
               A segunda receita realmente não lembro quem me passou, mas fazem mais de 15 anos.
               E eu gosto de ter varias receitas parecidas porque sempre podemos aprender um truque ou outro que nos ajuda a melhorar a receita que usamos habitualmente.
               Vamos ao que interessa.



              Strudell
              Anka Popovik



              Massa:

              - 500 g farinha de trigo;
              - 1 xícara (das de chá) de água morna;
              - 2 ovos inteiros;
              - 1 colher (das de sobremesa) de vinagre branco;
              - 1 colher (das de café) sal;
              - 2 colheres (das de sopa) de margarina amolecida.

              1- Amasse muito bem, por uns 10'.
              Por experiência própria eu digo para não apertar a massa, "espremendo-a" entre os dedos, procure amassá-la contra a tigela com a mão espalmada.
              Apertá-la nas mãos fechadas pode deixá-la muito elástica e é ai que você não vai conseguir abri-la mesmo.
              Coloque a massa numa tigela, pincele óleo em toda a massa, cubra com filme plástico e leve à geladeira por 2 h.

              2- Forre uma mesa de 200 x 100 m com uma toalha de pano (reserve uma só para este fim), salpique farinha de trigo e comece a abrir com um rolo de macarrão.
              Depois, com os punhos fechados, faça movimentos circulares como os de um pizzaiolo.
              Apoie a massa sobre a mesa e abra, delicada e pausadamente, até a massa cobrir toda a mesa.
              Corte com uma tesoura toda a borda da massa e pincele toda a superfície com óleo.
              Isso naturalmente vai manchar a toalha, esse é um dos motivos para você ter uma toalha só para isso e o outro, é a higiene.

              3- Misture os ingredientes do recheio e espalhe sobre metade da massa.

              4- Regue com margarina derretida, todo o recheio.

              5- Com o auxílio da toalha, enrole a massa, como um rocambole.
              Corte o rolo que se formou em 4, e leve para assar, em assadeira sem untar, por 35' a 40', pincelando margarina a cada 8'a 10'.


              Recheio salgado:

              - 500 g de presunto ralado;
              - 500 g de mussarela ralada;
              - 6 ovos cozidos e picados;
              - 200 g de azeitonas verdes ou pretas picadas;
              - orégano a gosto.

              Misture tudo muito bem.


              Recheio doce

              - 7 maçãs raladas com a casca;
              - suco de 1 limão;
              - 1 xícara (das de chá) de uvas passas;
              - 1 xícara (das de chá) de nozes picadas;
              - 1 xícara (das de chá) de açúcar;
              - cravo e canela em pó, a gosto.

              Misture tudo muito bem.

              Você pode usar outros recheios, afinal criatividade na cozinha é tudo de bom.
              Mas use recheios bem sequinhos, se for utilizar refogados, e sempre frios, para não embatumar a massa.




              Strudell 2, de camarão:

              - 1 ovo;
              - 200 g de farinha de trigo;
              - 1 xícara (das de café) de água;
              - 2 colheres (das de chá) de azeite;
              - 2 colheres (das de chá) de sal;
              - 2 colheres (das de chá) de açúcar;
              - 1/2 xícara (das de café) de vinagre.

              Amasse tudo muito bem, tomando cuidado para não espremer entre os dedos, e leve para descansar, na geladeira, por 3 h. Abra sobre uma toalha enfarinhada.
              Naturalmente esta não vai abrir tanto quanto a outra, mas abra bem fina a ponto de ficar transparente.

             Recheio:

             - 4 tomates pelados;
             - 1 cebola ralada;
             - cheiro verde a gosto;
             - sal e pimenta do reino a gosto;
             - 300 g de camarões;
             - 1/2 caixa de catupiry.

             Refogue os tomates pelados e picados, junto com a cebola, sal e pimenta.
             Acrescente o cheiro verde e os camarões.
             Retire os camarões e dissolva o catupiry no líquido do refogado.
             Torne a misturar os camarões.
             Deixe esfriar e recheie o strudel.

             Bom apetite!

    Para ver outras receitas com sobremesas e gelatinas acesse o Índice 6.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nenhum comentário:

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).