27 de mar de 2011

Sopas da minha infância


Sopa de legumes 1
          
                Até onde posso me lembrar sopas eram uma constante na casa de minha mãe e de meus avós.
               De todos os tipos, mas as nossas preferidas são estas que passo agora.
               Meu avô materno sempre tomava sopa como entrada, todos os dias no jantar.
               E nós acabamos criando o hábito de tomar sopas, não tão regularmente, mas com igual prazer.
               E esta sopeira acima é uma herança da minha avó paterna.





              1- Canjiquinha:

              - 500 g de canjiquinha (quirera);
              - 500 g de músculo em cubos;
              - 2 cebolas grandes raladas;
              - 2 tomates pelados e picados;
              - 1 dente de alho;
              - cheiro-verde a gosto;
              - 2 l de água;
              - 1 tira de pimentão verde;
              - oleo ou azeite;
              - sal e pimenta-do-reino a gosto.

              Lave bem a canjiquinha e deixe de molho por uma noite.


              Doure o alho, acrescente a cebola e a carne e doure a carne, colocando pouquíssima água, de vez em quando, até que a carne esteja dourada por todos os lados. Mas, antes de colocar a primeira água, deixe o suco da cebola secar. O sumo da cebola ajuda a deixar a carne macia.
              Acrescente os temperos, (corte o pimentão em pedaços minúsculos para que ele desapareça ao cozinhar, ficando só o sabor) e a água e deixe a carne cozinhar.
             Quando a carne estiver macia, junte a canjiquinha e cozinhe, mexendo sempre, até a canjiquinha ficar macia e encorpada. Acrescente água quente sempre que a sopa engrossar demais.



Sopa de ervilhas 1

              2- Sopa de ervilhas:

              - 500 g de ervilhas secas;
              - 1 linguiça calabresa defumada;
              - 1 cebola grande;
              - 1 dente de alho;
              - azeite;
              - massa para sopa ou 250 g de macarrão parafuso.

              Lave bem as ervilhas e leve para cozinhar, com metade da linguiça, em panela de pressão por 20'.

Sopa de ervilhas 2

              Bata no liquidificador. Frite a linguiça restante cortada em rodelas no azeite, junte o alho e a cebola ralada.
              Deixe dourar um pouco. Despeje o creme de ervilhas, acrescente água suficiente e, quando ferver, junte a massa para sopa ou o macarrão escolhido.
              Mexa de vez em quando para a massa não grudar no fundo. E, se preciso, acrescente mais água fervente. Corrija o sal.



Sopa de feijão 1

              3- Sopa de feijão:

              - 500 g de feijão preto;
              - 50 g de toucinho fumeiro;
              - 100 g de carne seca picada;
              - 3 folhas de louro;
              - cheiro-verde a gosto;
              - 3 dentes de alho;
              - 1 cebola ralada;
              - sal e pimenta a gosto;
              - 300 g de linguiça calabresa em rodelas;
              - 1 abóbora pequena;
              - 250 g de massa para sopa.

              Deixe o feijão de molho de véspera. Lave a carne seca para retirar o excesso de sal.

Sopa de feijão 2


              Coloque o feijão para cozinhar com a carne seca, o toucinho, o louro, a abóbora com a casca e o cheiro-verde.
              Quando o feijão estiver cozido, retire a carne seca e bata o restante no liquidificador.
              Frite a linguiça em rodelas ou em cubinhos, junte o alho e a cebola e, depois que dourar, junte o creme de feijão.
              Acerte o sal, coloque a pimenta (do reino ou vermelha), acrescente mais água e deixe ferver.
              Junte a massa, mexendo de vez em quando para não deixar grudar no fundo.
              Gosto muito de acrescentar cominho em pó.

              Variação: substitua a linguiça por 300 g de salsichas. Neste caso, escalde as salsichas, escorra e corte em rodelas. Coloque na sopa depois que a massa estiver cozida.




Canja de galinha 1

              4- Canja de galinha:

              - 1 peito de frango ou a carcaça do peito e asinhas de frango;
              - 2 l de água;
              - 1 cebola picada;
              - 1 galho de salsão;
              - 1/2 maço de cheiro-verde;
              - 1 cenoura media;
              - 2 batatas cortadas em cubos;
              - 3 dentes de alho;
              - 2 tomates grandes, sem pele e picados;
              - 2 sachês ou cubinhos de caldo de galinha;
              - 1 xícara (das de chá) de arroz cozido;
              - sal e noz moscada a gosto;
              -  2 a 3 gemas;
              - 3 colheres (das de sopa) de queijo parmesão ralado;
              - azeite a gosto.

               A canja de galinha naturalmente deveria ser feita com... galinha!
              Mas hoje em dia é mais fácil encontrar frangos e de granja;
              A canja de galinha é uma sopa que nossas avós costumavam oferecer às pessoas em recuperação de saúde, sejam as mulheres que haviam acabado de dar a luz, sejam pacientes que precisavam se fortalecer.
              O tempo necessário para se cozinhar uma galinha libera o tutano dos ossos, tornando a canja um alimento realmente forte.
              Mas mesmo com o frango é possível enriquecer a canja usando as gemas de ovos, o queijo e os temperos certos.
              Eu já tenho sempre o meu mix de temperos já que minha família gosta do sabor, mas não gosta de morder temperos.

Canja de galinha 2

           
                Corte o peito ou a carcaça de frango à passarinho, junte as asinhas inteiras ou cortadas e doure-os ligeiramente no azeite.
                Acrescente os temperos batidos no liquidificador ou picados, cubra com água e deixe cozinhando.
                Quando o frango estiver cozido, retire os ossos maiores, deixando só a carne do frango e junte o caldo de frango.
                Junte as cenouras e deixe-as cozinharem.
                Acrescente mais água quente, se necessário.
                Junte os cubinhos de batata e, quando a batata cozinhar, junte o arroz.
                Corrija o sal e acrescente a noz moscada.
                Retire a canja do fogo.
                Misture as gemas com o queijo ralado e despeje na panela, mexendo sempre, para formar um caldo enriquecido.
                Torne a levar ao fogo até levantar fervura.



Sopa de legumes 1

              5- Sopa de legumes:

              - 500 g de músculos em pedaços;
              - 2 cebolas grandes raladas;
              - 3 dentes de alho;
              - 3 tomates pelados picados;
              - 1 tira de pimentão;
              - cheiro-verde e manjericão a gosto picados;
              - 2 cenouras grandes;
              - 2 chuchus;
              - 2 batatas;
              - 2 a 3 inhames;
              - 500 g de abóbora;
              - 300 g de vagem;
              - folhas de repolho;
              - massa de macarrão.

              Coloque a carne e a cebola na panela e deixe dourar bem a carne, acrescentando água às colheradas apenas quando necessário para a carne não grudar no fundo.

Sopa de legumes 2

             Quando a carne estiver dourada, junte os tomates picados, o pimentão bem picadinho, sal, o cheiro-verde e o manjericão. Deixe a carne cozinhar.
             Acrescente a cenoura em cubinhos e cozinhe por mais 10'.
             Acrescente os legumes restantes em cubinhos e cozinhe. Sempre acrescente água quente, quando começar a secar.
             Quando os legumes estiverem all dente junte a massa.
             Deixe a massa cozinhar.
             Na hora de servir regue com azeite, coloque azeitonas picadas e mais cheiro-verde bem picadinho.

              1-Para tornar as sopas um pouco mais lights, afervente as linguiças, paios e carnes secas e despreze a água da fervura.
              2- Depois que refogar as carnes, inclusive as frescas, deixe esfriar e leve para gelar. Retire, com uma colher, a gordura que se formará na superficie. Retirado o excesso de gordura, termine o preparo da sopa normalmente.
              Essa dica serve também para cozidos e assados.


    Para ver outras receitas de sopas e guarnições acesse o Índice 4.



Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


8 comentários:

  1. :p e :q Minha amiga neste outono um sopa sempre cai bem, boa a sua dica favoritei porque gostei de sua receita uma vez que não tem contra indicação a não que alguém venha a querer saborear o conteúdo de um 3º prato bem servido novamente, ai já é um exagero não é mesmo??????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido amigo. :s Pensando bem, realmente 3 pratos é muuuuuuuuuuiiiiiiiiiita coisa!!!!!!
      São sopas bem substanciosas. E ninguém merece saborear uma sopa destas e depois sair para malhar, rsrsrs.
      Amei a visita e o comentário. Vai um café ai, de saideira?

      Excluir
  2. Olá querida Gisele
    Adoro sopas, sempre foi um prato bem apreciado na minha família.
    E revendo suas maravilhosas receitas recordei a bela e boa infância!
    Estou anotando todas são deliciosas!
    Parabéns pelo Blog e pelas ricas dicas culinárias!
    Uma ótima semana!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola, minha amiga Alba. que delicia receber tua visita.
      Pois é, não há tempero melhor para qualquer prato do que nossas lembranças de infancia, né? Este blog surgiu por causa destas lembranças...
      Muito obrigada por todo o carinho e pelos elogios.
      E quando quiser, venha tomar um cafézinho comigo, tá? :y
      Uma ótima semana para você também, bjs.

      Excluir
  3. Ah eu amo sopas! Amei as receitas! Partiu fazer sopa de legumes agora! Se bem q nos últimos dias "tá um calor lascado" será uma boa ideia? Ah claro! Com uma receita dessas eu não resisto! Vale a pena passar um calorzinho :z pra provar uma receita boa dessas :d :c :w :n

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha linda.
      Sou carioca, passei minha infância toda tomando estas sopas, mesmo no verão, lá na Ilha do Governador. E minha mãe diz que sempre tomavam sopa como entrada, todos os dias do ano, mesmo no calorzão do Recife. :j Pode parecer estranho, mas é só uma questão de hábitos.
      Um segredinho meu: amoooooooo tomar sorvetes no inverno, rsrsrsrs.
      Será reflexo das sopas no verão?

      Excluir
  4. @Gisele Vasfi
    Ha! Pode ser! Mas q legal! Quando tá frio eu tbm gosto de tomar sorvete, mas se minha mãe pega... Kkkk mas meu pai tbm toma! Hábitos...

    ResponderExcluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).