8 de abr de 2011

Bolos de aipim



Bolo de aipim 1

              Quando eu era adolescente, eu não era muito fã de bolos de aipim, não.
              Mas sempre gostei de preservar as receitas tradicionais de família.
              Um dia vi minha prima Ana Lucia preparando um bolo de aipim e pedi a receita à ela. Na hora ela me respondeu que não seguia nenhuma receita, apenas ia acrescentando leite de coco até atingir uma cremosidade ideal. Na hora não entendi muito, já que nunca havia experimentado fazer um bolo de aipim.
              Hoje, depois de fazer dezenas de bolos de aipim, consigo entender melhor.
              Aqui tem 3 receitas, cada uma delas com uma textura única. E ao fazer a segunda receita, realmente fui acrescentando leite integral de vaca até chegar na cremosidade que eu queria.
              Valeu, Lucinha.


Bolo de aipim 2

              Receita 1:

              - 100 g de coco ralado;
              - 1 xícara (das de chá) de água morna ( só se estiver usando coco seco industrializado);
              - 200 ml de leite de coco;
              - 1 kg de aipim descascado e ralado;
              - 3 xícaras (das de chá) de açúcar;
              - 1 colher (das de chá) de essência de baunilha;
              - 1 xícara (das de chá) de leite;
              - 1 colher (das de sopa) de margarina ou manteiga;
              - 1 pitada de sal;
              - 3 ovos.

              Se estiver usando coco ralado industrializado e desidratado, deixe o coco de molho na xícara de água morna por 3 minutos e depois coe na peneirinha. Como o coco que eu compro é úmido, não precisei fazer isso.

Bolo de aipim 3

              Rale o aipim/macaxeira/mandioca.
              Acrescente o coco ralado, o açúcar, os ovos, a manteiga, a essência de baunilha, o sal, o leite de coco e o leite de vaca.
              Misture muito bem e leve para assar em assadeira untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo, até dourar bem.
              Pode desenformar ainda quente.


Bolo de aipim 4

              Receita 2:

              - 1200 g de aipim cru cortado em cubos;
              - 3 xícaras (das de chá) de açúcar cristal;
              - 5 xícaras (das de chá, 500 g) de coco ralado;
              - 500 ml de leite de coco;
              - 500 ml de leite;
              - 4 ovos;
              - 2 gemas;
              - 150 g de manteiga;
              - 1/2 colher (das de sopa) de sal.

              Reserve 3 das 5 xícaras de coco ralado.
              Descasque o aipim e corte-o em cubinhos.
              Coloque 2 xícaras de coco no liquidificador, junto com o leite de coco e parte do aipim.

Bolo de aipim 5

              Bata até virar um creme e vá acrescentando o leite de vaca à medida que o creme de aipim ficar muito grosso.
              Passe o creme de aipim para uma tigela grande.
              Misture o coco restante, o açúcar, os ovos, as gemas, a manteiga e o sal.
              Despeje em forma muito bem untada e polvilhada com farinha de trigo.
              Usei uma forma de pudim de 24 cm de diâmetro.
              Leve para assar em forno médio, por cerca 1 h 30' ou até dourar bem por cima.



Bolo de aipim 6

              Receita 3:

              - 1 xícara (das de chá) de açúcar;
              - 2 colheres (das de sopa) de manteiga;
              - 2 1/2 xícaras (das de chá) de aipim cru ralado;
              - 2 1/2 xícaras (das de chá) de coco ralado;
              - 4 ovos inteiros;
              - 1 xícara (das de chá) de farinha de trigo.

              Quebre, descasque e rale o coco no ralo mais fino. Se quiser usar o industrializado a quantidade é 250 g.
              Descasque e rale o aipim no mesmo ralo. Descasquei cerca de 1 1/2 kg e as sobras eu coloquei em um saco plástico e congelei.

Bolo de aipim 7

             Misture o coco e o aipim ralados e adicione a manteiga, o açúcar e a farinha.
             Adicione os ovos, 1 a 1, quebrando-os dentro de um copo para não ter a surpresa desagradável de encontrar algum não muito fresco.
             Misture bem e coloque em assadeira untada e enfarinhada.
             Leve para assar até dourar bem.
             O bolo fica bem firme. Se quiser um pouco mais macio, acrescente 200 ml de leite de coco.
              Aipim é o mesmo que macaxeira e que mandioca.


              Como comprar aipim (macaxeira, mandioca):

Como comprar aipim (macaxeira, mandioca)


              Minha dica vem da observação, desde criança aipim sempre foi presente em nossa casa.
              Ao comprar aipim, verifique as extremidades, que devem estar cortadas (se não estiverem cortadas, peça à alguém para cortá-las), expondo a polpa da raiz, que deve ser branca e não deve ter pontinhos ou manchas cinza ou marrons.
              Estas manchas são sinal de que a raiz está velha e fibrosa, portanto muito duras e improprias para o consumo. Além do que, não vai cozinhar mesmo.
              A casca deve se soltar com facilidade.
              Existe um tipo de aipim que é mais duro mesmo, eu o conhecia como aipim vela. Mas mesmo este não deve ser comprado se apresentar estes pontinhos ou manchas.
              Se estes pontinhos estiverem em uma pequena area, geralmente contornando a raiz, ainda vale a pena comprar. Para cozinhar, basta cortar esta parte com os pontinhos.
              Não se intimide e peça ao comerciante para cortar as extremidades das raizes que pretende comprar, se elas já não estiverem cortadas.
              Teu bolso e estômago agradecerão.

Para ver outras receitas de bolos, caldas, recheios e coberturas acesse o Índice 2.



Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


2 comentários:

  1. Ola,

    Na receita 1 pode trocar a farinha de trigo por outra sem glutem? farinha de arroz, por exemplo??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que nunca pensei nisso, não, mas como a textura do bolo de aipim é mais para um pudim firme do que para bolo propriamente dito, acho que vai ficar muito bom com farinha de arroz ou mesmo com fécula de batata ou polvilho doce.
      Se fizer (e puder) deixe a sua impressão aqui. Será um prazer registrá-la.
      Beijos.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).