24/04/2011

Lambe-lambe


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     


Lambe-lambe 1

               Lambe-lambe. Esse nome bem sugestivo vem da maneira como este prato é consumido: sem talheres, usando a concha dos mexilhões como colheres.              
               Naturalmente é um prato para uma refeição bem informal, especialmente nas férias.
               E para os mais aventureiros, a ideia é colher os próprios mexilhões.
               Mas há que se ter cuidado.
               Os mexilhões se agarram fortemente às rochas das costeiras e as ondas não dão trégua.
               Enfim, tem que ser muito aventureiro e minha filhota Marine foi.
               Foi ela quem trouxe os mexilhões para mim e mesmo quase sendo arrastada pelas ondas, ela já planeja voltar.
               Uma dica preciosíssima: nunca vá sozinho(a).
               Vá sempre em duplas, pelo menos, ou em grupo, para maior segurança.
               Ou compre os mexilhões em uma peixaria de confiança.
               Para ver outras receitas com arroz acesse o Índice 4.


Lambe-lambe 2

               Como eu disse, foi minha filha quem colheu os mexilhões.
               Então antes de mais nada é preciso limpar bem os mexilhões, já que ele será cozido ainda dentro de sua casca/casa.
               Com uma faquinha de legumes raspe muito bem a casca, removendo todos os filamentos com os quais os mexilhões se prendem e as possíveis cracas e conchinhas que ficam presas neles.

Lambe-lambe 3

               Separe os maiores para decorar e despreze as cracas, conchinhas e filamentos.


               Ingredientes:

              - 1 pimentão;
              - 2 tomates;
              - 500 g de arroz;
              - 1 maço de salsinha;
              - 1/2 maço de coentro;
              - 1 cebola ralada;
              - sal;
              - azeite;
              - 5 dentes de alho;
              - 2 kg de mariscos fechados.

              Com os mexilhões já limpos, lave muito bem o arroz.
              Eu estou usando o agulhinha tipo 1, longo e, apesar de muitos não lavarem mais o arroz, não gosto do amido que ele solta, porque deixa o arroz grudadinho.
              Lave até que a água saia bem transparente.
              Retire a pele dos tomates.

Lambe-lambe 4

              Para isso ferva água suficiente para cobrir os tomates.
              Desligue o fogo, retire a parte do cabinho do tomate e faça um corte em cruz no lugar.
              Mergulhe os tomates na água fervente, fora do fogo, e aguarde 2 a 3 minutos.
              Retire os tomates da panela e puxe a pele.
              Pique os tomates. Reserve.
              Corte o pimentão em tirinhas bem fininhas e depois pique bem miudinho. Assim ele sumirá no cozimento.
              E eu uso apenas 2 ou 3 tirinhas. É o suficiente para dar gosto. Reserve.
              O restante do pimentão pode ser servido cru, em uma salada.
              Rale a cebola no ralo grosso. Reserve.
              Bata, no liquidificador, o coentro a salsinha e o alho. Reserve.

Lambe-lambe 5

              Refogue a cebola no azeite e junte os tomates picados.

Lambe-lambe 6
          
              A seguir acrescente o pimentão.
              Acrescente metade do tempero liquidificado e metade dos mexilhões (ou 2/3).
              Junte o arroz, sal a gosto (coloquei 1 colher, das de sopa, de sal) e um pouco de água. Não deixe a água secar de todo, acrescente água aos poucos.
              No meio do cozimento, acrescente os mexilhões restantes e o tempero restante.
              Não tente abrir os mexilhões que não abriram durante o cozimento.
              Eles não estão bons para consumo, mas não alteram em nada o prato, nem oferecem qualquer risco, já que não abriram.
              Deixe secar.
              Sirva a seguir e divirta-se em família ou com amigos.

Para ver outras receitas com arroz ou frutos do mar acesse o Índice 4.


Receba nossas receitas em seu e-mail:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Se desejar incluir uma imagem de uma receita testada ou vídeo ou mesmo usar um emoticon, basta colocar a url da imagem ou vídeo no texto do comentário.
Para achar a url clique na imagem ou vídeo com o botão direito do mouse e depois clique em "Copiar endereço da imagem".
Imagens, vídeos ou comentários ofensivos não serão publicados. Discordar é saudável, ofender não.
Propagandas e links externos também não serão publicados.
Seja sempre muito bem-vindo(a).

Nenhum comentário: