12 de set de 2011

Pão Recife - de chocolate


Pão Recife - de chocolate
   
              Esta é uma receita que vem lá da minha infância. Ou melhor, o pão é da minha infância, mas a receita levei anos para conseguir chegar à receita mais parecida com o pão de minha infância.
              E pela reação da mina família, consegui !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
              Somos todos apaixonados por chocolate e, na minha infância, morei em um bairro vizinho à outro bairro onde era vendido o tal pão Recife.
              Este pão era vendido por quilo, eles faziam um pão enorme, forma grande, eu acho que era quase o dobro de um pão de forma industrial. E era uma delicia.
              Quando tive meus filhos, cheguei a comprar deste pão para eles, mas, recentemente descobri que a tal padaria fechou as portas. Não sei se mudaram de endereço, fazem anos que não vou ao Rio de Janeiro, e também não conheci outra padaria que vendesse o tal pão Recife.
              Meu pai comprava frequentemente um belo pedaço deste pão, mas havia uma ocasião em que ele comprava este pão como consolação: quando íamos tomar nossas vacinas obrigatórias.
              A padaria onde este pão era vendido ficava no mesmo quarteirão de um grande hospital e anexo ao hospital, o posto de saúde onde as vacinas eram aplicadas.
             Em uma esquina debulhávamo-nos em lágrimas. Na outra, os sorrisos voltavam ao nosso rosto.
             Acho que papai sofria mais do que nós com as "agulhadas" tão necessárias!
             Fazer o que, né? Consolar...



              Em geral, pães doces precisam ser mais sovados do que os pães salgados, se não eles ficam parecendo bolos. E este pão de chocolate precisa ser mais sovado ainda.
              Quando eu pus à prova a receita, no natal a 4 anos atrás, eu fiz 11 formas grandes e 11 formas pequenas. Foi meu presente de natal para meus pais e cada um dos meus irmãos, além daqueles que fiz para consumirmos durante as festas.
              A opinião deles é muito importante para mim. E neste caso muito mais importante, porque eu precisava de pessoas que tivessem conhecido e apreciado a receita original tanto, quanto eu, para me dizerem se eu tinha acertado.
              E com tamanha fornada, posso dizer com certeza, este pão precisa ser muuuuuuuuuuiiiiito sovado!
              Cada receita, com 1 kg de farinha, eu sovei por pelo menos 50'.
              Uma das receitas eu sovei por menos tempo e ficou realmente parecendo bolo.
              Para amenizar isso, se você tiver uma planetária potente, sove a massa com o gancho de massa pesada por ± 20' e termine de sovar à mão por mais 30'.
              Mas sove muuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiito!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

              Cometi o erro de não anotar o rendimento de cada massa, mas se não me falha a memória, cada receita rende 2 formas de 28 x 11 (tipo bolo inglês) + 1 de 20 x 9.
              As formas que tenho são aquelas vendidas em jogo de 3 = 20 x 9, 24 x 10 e 28 x 11.

              Vamos à receita!
              Ah! Se alguém conhece o pão Recife e sabe de alguma padaria que venda ainda hoje, mande-me o endereço.
              Valeu!!!!


Pão Recife - de chocolate
             
              Massa:

              - 1 kg de farinha de trigo;
              - 200 g de açúcar;
              - 1 colher (das de sopa) de sal;
              - 10 gemas + 3 ovos inteiros;
              - 300 ml de leite;
              - 200 g de manteiga em cubinhos;
              - 1 colher (das de sopa) de banha de porco ou de gordura de coco;
              - 150 g de fermento biológico fresco, sendo que, reserve 20 g ± para acrescentar na massa de chocolate, já que é uma massa mais pesada;
              - 1 xícara (das de chá) de cacau em pó.

              Dissolva 100 g de fermento no açúcar e misture 1 xícara, das de chá de farinha de trigo.

Pão Recife - de chocolate

              Misture o sal na farinha restante, peneirando para que o sal fique bem distribuído.
              Junte a esponja de fermento.
              Coloque as gemas e os ovos inteiros no centro da farinha e comece a misturar, acrescente o leite e a manteiga.
              Sove por 50', espalhando e juntando a massa, raspando com uma espátula da bancada e sem espremer a massa entre as mãos.
              Faça movimentos com a mão espalmada. Para entender melhor acesse Segredos para fazer um pão perfeito.
              Depois de 30' a 35', você já vai sentir a massa bem mais leve e fácil de manipular.
              E já crescendo.
              Divida em 3 porções. Reserve 2 partes e trabalhe a terceira.
              Dissolva os 20 g de fermento restantes em 1 colher, das de sobremesa de açúcar e coloque em 1/3 da massa, acrescentando o cacau em pó.
              Não precisa dissolver o cacau em pó. Aliás, é melhor não dissolver, já que você vai saber que a massa de chocolate está no ponto, quando todo o cacau tiver sido absorvido pela massa, ficando com a cor uniforme de chocolate.
               Divida cada massa, tanto a branca, quanto a de chocolate, em 3 porções.
               Abra com um rolo, no formato retangular.
               1- Sobreponha a massa de chocolate na ponta da massa branca.
               2- Dobre a massa branca sobre a de chocolate e termine de enrolar, fazendo um rocambole.
               3- Coloque o rocambole nas formas untadas e enfarinhadas e deixe crescer até ultrapassar a forma.
               Fiz metade da receita para as fotos do passo a passo.

           Se você enrolou como rocambole, a massa vai crescer perfeita para o alto, mesmo crua não vai transbordar pelas laterais, mas se você apenas colocar a massa, como se fosse massa de bolo, sem enrolar você tenha 100% de certeza de que a massa vai transbordar pelas laterais e cair no piso do forno.

               Eu deixo a massa crescer dentro do forno, desligado.

Pão Recife - de chocolate

               Quando a massa crescer, retire as formas do forno, deixando-as abrigadas de correntes de ar, ligue o forno e deixe aquecer por 10', abaixe a chama, coloque as formas e deixe assar até dourar bem.
                Não precisa pincelar nada porque a quantidade de açúcar da massa vai fazer com que ela fique dourada e brilhante.
                Retire os pães do forno, retire-os das formas e apoie-os sobre uma grade para que a umidade evapore. Deixe esfriar e ensaque em sacos plásticos.
                Mesmo os pães que serão consumidos em casa, eu guardo em sacos plásticos para evitar que ressequem.

              Se quiser saber como congelar as claras leia aqui.
              Se quiser saber mais dicas sobre a confecção de pães, leia aqui.
              Para ver outras receitas de pães acesse o Índice 7



Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


2 comentários:

  1. esse blog é muito bom mesmo, e as receitas são ótimas :c

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei esse comentario!
      Muito obrigada e seja sempre bem-vinda(o)!
      Beijos.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).