17 de dez de 2011

Empadão de frango



Empadas salgadas 6
    
              Recentemente fiz uma panelinha de massa, sugerindo que se usasse a panelinha para servir porções individuais de saladas.
              Minha prima Isabel comentou que, no dia em que eu fizesse a mesma panelinha com massa de empada, ela também faria.
              Sugestão dada, sugestão aceita!
              Procurei uma receita de empadão que ficasse legal e fiz.
              Eu achei que não daria muito certo, não, porque eu gosto de massas de empadas que esfarelam até mesmo antes de serem mordidas. Sabe aquelas massas que, em festas principalmente, fazem a gente "pagar o maior mico"?
              Pois é, é deste tipo de massa que eu gosto.
              Mas, sabe que deu muito certo?
              De qualquer forma, qualquer das massas relacionadas aqui e aqui, servem para modelar as panelinhas abaixo.


Panelinhas de massa

              Escolha a tua preferida e faça as panelinhas.



              Ingredientes:

              - 4 colheres (das de sopa) de azeite;
              -1 kg de farinha de trigo;
              - 6 gemas;
              - 4 colheres (das de sopa) de manteiga;
              - 250 g de banha de porco;
              - 2 colheres (das de chá) de sal.

              Sempre relutei muuuuuuiiiiiito em usar banha de porco em casa, mas estou descobrindo que ela é imprescindível em algumas receitas. E o empadão é uma delas.
              Misture todos os ingredientes, usando a ponta dos dedos.
              Não esprema a massa entre os dedos e a palma das mãos porque a massa vai ficar elástica e você não vai conseguir abri-la nem deixando-a descansar por 1 semana.



Empadão de frango

              O ponto que eu gosto para fazer empadões e empadas é o lado número 1, a massa fica parecendo um farofão pouco úmido.
              Mas para fazer a panelinha preferi deixar a massa como mostra o número 2, mais compacta. Para isso, depois de separar a quantidade que usei para fazer o empadão, fui acrescentando claras até chegar ao ponto mostrado na imagem.


Panelinhas de massa              Para fazer a panelinha, forrei uma tigelinha de sobremesa e um pires do tamanho exato da boca da tigelinha com papel alumínio.
              Não precisa untar.
              Abra a massa, com um rolo, na espessura desejada, cubra tanto a tigelinha, quanto o pires com a massa.
              Recorte o excesso de massa, modele uma bolinha para fazer o puxador da tampa e cole na tampa, pincelando clara de ovo.
              Leve para assar, deixe esfriar e desenforme.


Empadão de frango

       
             Para fazer o empadão, espalhe o farofão na forma desmontável e espalhe uma quantidade suficiente para fazer a tampa, sobre um plástico ( imagem 4) apoiado em um pires ou prato do mesmo tamanho da forma onde vai fazer o empadão.
            Minha forma tem 13 cm Ø, por isso, um pires de sobremesa foi suficiente.
            O plástico é necessário porque a massa é um farofão, portanto fica difícil abri-la com um rolo sem o auxílio do plástico.
            Recheie o empadão (3), pegue a farofa acomodada sobre o plástico (4) e coloque, delicadamente, sobre o recheio (5).
            Misture gema de ovo com azeite e espalhe, com auxilio de uma colher, sobre a tampa do empadão.
            Leve para assar até dourar.
 


             Recheio:

             - 1 peito de frango refogado e desfiado;
             - 1 lata de milho verde;
             - azeitonas picadas a gosto;
             - 1 caixinha de creme de leite ou requeijão.

            Misture tudo.
            Como compramos frango inteiro e eu costumo dividi-lo em porções, costumo usar a carcaça e, eventualmente, as coxas de frango para fazer recheios de empadões e salgadinhos.
            É uma bela forma de aproveitar todo o frango.
            Mas se fizer com o peito do frango, corte-o em 5 pedaços, para ficar mais fácil de desfiar e para que o tempero envolva melhor os pedaços.
            Cozinhe com os temperos habituais e 1 sachê ou cubinho de caldo de frango.


Recheio de frango

             Desfie o frango e torne a levar ao fogo com molho de tomate e, se necessário, mais temperos a gosto.
             Deixe secar todo o líquido.
             Misture o milho, as azeitonas e o creme de leite ou requeijão.
             Deixe o recheio bem sequinho, para que o molho não ferva estourando as empadas.


Para ver outras receitas de salgadinhos e tortas salgadas acesse o Índice 5.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


4 comentários:

  1. Gi, eu fiz este empadão com camarão amiga, ficou dotosuuu, rsrsrsr, tu sabe que comer é comigo mesmo né, numm sei por q goosto tanto deste blog, kkkkkkkkkkkkkkk.

    Beijão amiga, tô sodadiii!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Danizinha do meu coração. Gostoso é receber tua visita, minha querida.
      Que saudades!!!!!!!
      Amoooooooooooooo camarões e deve ter ficado "diliciosa", com temperinho baiano.
      Valeuzão, querida.
      Zilhões de beijos.

      Excluir
  2. Olá!!! Amooooo empada 💕! É simples e rápida, mas tão deliciosa! Quando li a parte que você falou que gosta de massas que fazem a gente pagar mico, me vi na cena rsrsr Bom, na verdade eu vim fazer uma pergunta, minha sogra usa gordura vegetal ao invés de banha no preparo de empada. Posso fazer isso também ou fazer essa substituição altera muito o sabor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Renata! Tudo bem?
      E nessas horas a gente nem liga de pagar mico, né? :o

      Olha, substituir a banha por gordura vegetal vai alterar o sabor e a textura. Muito pouco, mas vai sim.

      O empadão com a gordura vegetal vai ficar mais firme, mais crocante e menos esfarelento do que com a banha.

      Quanto ao sabor, é uma questão de paladar, é muito pessoal.
      Pessoalmente gosto muito da textura das massas preparadas com gordura vegetal (elas pegam ponto mais rápido), mas acho menos saborosas, mais enjoativas e, pode até ser impressão minha, mas acho menos saudável do que a gordura de porco. Tenho a sensação de que a gordura vegetal é a que mais se deposita em nossas artérias.
      Aqui em casa eu a reservo para fazer creme de leite fresco. E se a dieta da sua famíia é equilibrada, a massa com a gordura vegetal não há de ser prejudicial.

      Resumindo: massa com gordura vegetal fica crocante e firme. E para quem gosta é uma ótima substituição. Estou sugerindo a quem usa gordura vegetal hidrogenada, trocá-la por gordura de coco, que é mais saudável, traz inúmeros benefícios à saúde e tem a textura muito parecida com a da hidrogenada.

      Espero ter respondido bem.
      Beijos, querida, e até a próxima.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).