12 de dez de 2011

Pão fivela, pão roseta e pão tartaruguinha

Pão fivela


              Nem sei o nome deste pão. Quando vi, em um programa culinário, me limitei a anotar a maneira de modelar o pão, que achei muito curiosa.
              Na verdade, já faz tanto tempo que anotei que quase me esqueci de como cruzar as pontas do pão.
              Mas anotei os movimentos e até não foi difícil de modelar.
              Peguei a receita de pão Recife, fiz algumas modificações e modelei este pão.
              Aproveitei para fazer rosetas e uma tartaruginha com a mesma massa.
              Ficou uma delicia!!!!!!!!!!


              Massa:

              - 1 kg de farinha de trigo;
              - 200 g de açúcar;
              - 1 colher (das de sopa) de sal;
              - 3 ovos + 4 gemas;
              - 1 colher (das de sopa) de banha de porco;
              - 200 g de manteiga;
              - 300 ml de leite ou de soro de coalhada;
              - 100 g de fermento biológico fresco.

              A banha de porco faz toda a diferença na massa. Fica mais encorpada e parecendo pão sovado.
              Se você, como eu, não tem hábito de usar banha de porco em casa, vale a pena fazer um pouco de torresmo em casa. Com 300 g de toucinho fresco (barriga de porco) obtem-se, ±, 200 g de banha.

              Coloque a farinha em uma bacia
              Dissolva o fermento em metade do açúcar, despeje sobre a farinha.
              Coloque os ingredientes restantes.
              Como eu tinha soro de coalhada em casa, foi esta a minha escolha. O pão fica muito melhor.
              Misture a massa sem espremer entre os dedos, para não deixá-la elástica.
              Passe a massa para uma bancada e sove por ± 45'.
              Não polvilhe farinha na mesa enquanto sova, raspe com uma espátula para não correr o risco de deixar a massa pesada pelo excesso de farinha.
              Recoloque a massa sovada na bacia, cubra com  um plástico e deixe descabsar por 1h. De preferencia no forno desligado.




Pão fivela               Para modelar:

              
              Divida a massa em 16 a 20 porções.

              Modele longos rolinhos.

              Cruze as duas pontas do rolinho, deixando uma das pontas muito mais longa do que a outra

              Dê um nó, passando a ponta mais longa por dentro do arco que você fez ao cruzar as 2 pontas.

              Dobre o arco, formando um 8.

              Torne a passar a ponta mais longa por dentro deste novo arco.

             Corte o excesso de massa, escondendo as pontinhas por baixo da fivela formada.

             Coloque o pão em assadeira, sem untar, e deixe crescer por mais 1h.
             Preaqueça o forno, temperatura media.
             Abaixe a temperatura, pincele gema em todo  pão e leve para assar até dourar.




Pão doce roseta


               Pão roseta:


Pão doce roseta           

          Esta é uma maneira muito fácil de se modelar roscas de massa.

          Modele um longo rolinho de massa.

          Cruze as duas pontas e dê um nó, passando uma ponta por dentro da outra.

          Continue enrolando as pontas, fazendo uma espiral em volta de todo o arco.

          Trabalhe uma ponta de cada vez e coloque em assadeira, sem untar.

           Deixe crescer por 1h.

           Antes de colocar no forno, pincele uma gema e polvilhe açúcar cristal em todos os pães.

           Se preferir, pincele só a gema e depois de retirar os pães do forno, aplique fondant ou geleia de brilho.


           Asse conforme descrito acima.

           




Pão tartaruguinha


              Pão tartaruguinha:


              Pãezinhos em formatos de bichinhos eram uma constante lá em casa.
              Por isso, quando vi esta ideia, resolvi fazer um. E esta massa se presta muito bem a este tipo de modelagem.

Pão tartaruguinha              Modele 2 rolinhos e cruze-os, colocando em uma assadeira, sem untar.

              Modele 3  broas: uma pequenininha para fazer o rabo, outra 3 ou 4 x maior para fazer a cabeça e outra muito maior para fazer o corpo.

              Coloque as 3 bolinhas, colocando a maior sobre o x de massa que já está na assadeira. Coloque as duas bolinhas em seus respectivos lugares.

              Com uma tesoura faça cortes no corpo da tartaruguinha.

              Eu fiz os corte superficiais e o resultado pode ser visto na foto do pão já assado.
              Vale a pena aprofundar os cortes.

              Deixei o rostinho sem decorar, mas é possível fazer os olhinhos com azeitonas e a boca com pedacinho de cenoura.
              Ou, simplesmente, fazendo pequenos e profundos cortes na cabeça de massa.

               Deixe a tartaruguinha crescer, pincele gema e leve para assar.



               Crie outros modelos de bichinhos, tranças ou roscas.
               É uma terapia trabalhar com massas, sejam de pão, de biscuit ou até mesmo argila.

Para ver outras receitas de massa básicas, pães e panetones acesse o Índice 7.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nenhum comentário:

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).