17 de abr de 2012

Doces de abóbora

Doce de abóbora


              Hoje eu fiz geleia de laranja e aproveitei para fazer geleia de abóbora.
              Pelo menos eu tentei, já que o doce está parecendo mais uma papinha de nenen do que uma geleia propriamente dita.
              Para mim geleia tem que ter consistência de geleia. Tudo o que fica diferente é doce de colher, doce em pasta, enfim, não é geleia.
              Como experimentei fazer geleia de laranja com maçã e ficou ótima, achei que daria certo com a abóbora. Mas a abóbora é muito cremosa, "aveludada", e a maçã também.
              Então não ficou do jeito que eu queria, não, mas ficou muito bom.

              Talvez no fim de semana eu aproveite este doce e faça o toucinho do céu.
              O doce de abóbora em fitas, a minha filha Marine fez com mamão verde, mas, ela já me avisou que NUNCA mai vai fazer, rsrsrsrs. Ela detestou o trabalhão que dá enrolar as tirinhas e prendê-las umas às outras com agulha e linha.
              Aqui p'rá nós: é realmente um trabalhão. Mas vale a pena.
              Eu que não era fã de doces de mamão verde amei o doce dela.
              De quebra aproveitei as sementes para fazer um aperitivo.

Doce de abóbora

              Basta salpicar um pouquinho de sal nas sementes já lavadas e colocar para tostar em frigideira sem óleo, até que elas comecem a "chiar", ou melhor, estalar.
             Ah! Para o doce de hoje usei a abóbora menina, também conhecida como abóbora de pescoço.



Abóbora em calda 1

               Abóbora em calda:

              - 500 g de abóbora;
              - 200 g de açúcar;
              - 3 cravos-da-índia;
              - 2 canelas em pau;
              - 1 colher (das de chá) de água de flor de laranjeira (opcional).

              Sobre uma tábua, corte a abóbora em cubinhos, usando uma faca afiada.

Abóbora em calda 2

              Coloque os cubinhos em um pote e coloque o açúcar por cima e junte a canela e os cavos.
              Deixe descansar por duas horas.
              O açúcar, em contato com a abóbora, vai formar calda suficiente para cozinha a abóbora.
              Numa panela grande, coloque os cubinhos de abóbora, a calda, os cravos e a canela.
              Mexa com uma colher de pau e leve ao fogo alto.
              Quando ferver, abaixe o fogo e tampe a panela, deixando uma fresta para o vapor sair.
              Deixe cozinhar por 20' e desligue o fogo.
              Se quiser, adicione a água de flor de laranjeira e tampe a panela novamente.
              Deixe o doce esfriar completamente com a panela fechada, para não ficar com aparência de enrugado.
             Com o auxílio de uma colher, retire o doce da panela e transfira para uma compoteira. Guarde em local seco e arejado.

              Para fazer no micro:
              Coloque a abóbora, o açúcar, os cravos e a canela em um refratário grande, tampe e leve ao micro-ondas por 20' a 25' na potência alta.
              Mexa 2 vezes durante o cozimento, invertendo a posição do centro para as bordas. Aguarde esfriar tampado.



Doce de abóbora cristalizada 1

              Doce de abóbora cristalizada em calda e seca:


              - 1 kg de abóbora de pescoço em cubos;
              - 2 colheres (das de sopa) de cal;
              - água até cobrir;
              - 7 xícaras (das de chá) de açúcar cristal (dividido em 4, 2 e 1 xícara);
              - 1 pau de canela;
              - 4  cravos.

              Num recipiente, coloque os cubos de abóbora.
              No centro de um pedaço de pano fino e limpo coloque a cal (para uso culinário), junte as pontas do pano e torça o centro, formando uma trouxinha. Leve esta trouxinha para a tigela com a abóbora e vá alisando a trouxinha de modo que a cal comece a se dissolver na água. Este pano é importante para funcionar como um filtro para possíveis impurezas da cal.
              Deixe por um hora, mexa de vez em quando com uma colher de pau.
              Retire a água com cal e lave em água corrente. Use luvas durante este procedimento porque a cal queima e lave com muita água ara que não sobre resíduo de cal.
              
Doce de abóbora cristalizada 2

              Se preferir, substitua a cal por 3 colheres, das de sopa, de bicarbonato de sodio para cada litro de água. Foi a minha escolha.
              Coloque a abóbora numa panela, cubra com água e ferver por 5'.
              Note que se forma muita espuma. Dispense esta água.
              Volte a panela para o fogo, e acrescente 2 xícaras de água e 4 xícaras de açúcar.
              Deixe ferver por alguns minutos e deixe esfriar dentro da calda.
              Não mexa até o dia seguinte.
              No dia seguinte, adicione 2 xícaras de açúcar e ferver novamente.
              Desligue e deixe esfriar novamente dentro da calda.
              No ultimo dia, colocar 1 xícara de açúcar e levar novamente ao fogo até ferver.
              Deixe esfriar na calda.
              Passe para uma compoteira.
              Se quiser, cristalize alguns pedaços em açúcar e deixe secar por 48 h.
              Para isso, no terceiro dia, quando desligar o fogo, passe alguns pedaços ainda quentes por açúcar cristal ou refinado.
              Coloque em uma peneira e deixe secar.
              Se quiser secar ao sol, coloque esta peneira sobre uma bacia, coloque o conjunto em uma caixa de papelão, cubra com filó e leve ao sol por algumas horas.
              Vire os pedaços e deixe ao sola por mais algumas horas.
              Passe a calda para um vidro e sirva com sorvetes, bolos, doces ou rosquinhas fritas.

Receitas de todos nós


Doce de abóbora com coco 1

               Doce de abóbora com coco:

               - 500g de abóbora em cubos;
               - 1 xícara (das de chá) de água;
               - 2 xícaras (das de chá) de açúcar cristal;
               - 1 xícara (das de chá) de coco ralado;
               - 1 pau de canela;
               - 3 cravos.

               Coloque numa panela, a abóbora e a água.

Doce de abóbora com coco 2

               Cozinhe até ficar macia.
               Desmanche a abóbora e adicione o coco ralado, o cravo, a canela e o açúcar.
               Volte ao fogo e deixe cozinhar um pouco.
               Deixe no ponto desejado, calda rala ou grossa.




Geleia de abóbora 1

              Geleia de abóbora:

              - 500g de abóbora em cubos;
              - 1/2 xícara (das de chá) de água;
              - 2 xícaras (das de chá) de açúcar cristal;
              - 1ou 2  maçãs picada;
              - 1 pau de canela;
              - 3 cravos.

              Leve a abóbora para cozinhar com a água, os cravos e a canela, por 15'.

Geleia de abóbora 2

              Retire os cravos e a canela e amasse a abóbora com um garfo.
              Bata primeiro a maçã, com casca e sementes, com 1/4 xícara de água, passe por uma peneira, junte a abóbora cozida e torne a bater no liquidificador.
              Torne a colocar no fogo baixo, junte o açúcar e deixe cozinhar até aparecer o fundo da panela.
              Este doce espirra muito.



Doce de abóbora em pedaços 1

              Doce de abóbora em pedaços:

              - 1 kg de abóboras;
              - 1 1/2 kg de açúcar;
              - 1 colher (das de chá) de bicarbonato de sódio.

              Cozinhe a abóbora com pouquíssima água.
              Passe por uma peneira ou bata no liquidificador.

Doce de abóbora em pedaços 2

              Torne a colocar na panela, com o açúcar, e leve ao fogo baixo, mexendo de vez em quando, até soltar do fundo da panela. Entre 2 h e 2 h 30'.
              Quando estiver chegando no ponto, acrescente o bicarbonato e mexa sem parar, até o doce voltar à sua cor natural (o bicarbonato faz o doce espumar e ficar mais claro no momento em que é acrescentado à panela) e soltar do fundo da panela.
              Forre uma assadeira com papel manteiga ou sulfite e modele os doces com auxílio de um cortador de biscoitos.
              Coloque esta assadeira em uma caixa de papelão que nunca tenha sido usada para produtos de limpeza ou tóxicos, cubra com filó e leve para secar ao sol.
              Quando o sol se por coloque a caixa em lugar seco e deixe os doces secarem por 24 h.
              Vire os doces com cuidado, eles estarão firmes por cima, mas por baixo ainda estarão moles, e repita o processo: sol enquanto houver e lugar seco por mais 24 h.

Para ver outras receitas de compotas e genéricos acesse o Índice 3.



Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


10 comentários:

  1. Olá Gisele.Adorei estas receitas de doce de abobora
    Muito obrigado.:h

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz por isso e me sinto realizada com este carinho.
      Seja sempre bem-vinda!
      Bjs.

      Excluir
  2. muito boa as recitas e o melhor dr tudo e que todas dao certinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você. ;-)
      Muito obrigada pelo carinho.
      Beijos.

      Excluir
  3. ficou horrível :t

    ResponderExcluir
  4. :m:u:i:t:o :b:o:m

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. :o :b :r :i :g :a :d :a.
      :B :e :i :j :o :s. :l

      Excluir
  5. Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho, Fatiminha.
      Seja sempre bem-vinda.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).