13 de abr de 2012

Pão aperitivo e patê de coalhada seca


Pão aperitivo 1
              
               Esta receita certamente vai agradar aos paladares mais exigentes.
               Parte da minha família costuma esperar junto ao forno para comer esta delicia fumegante, com ou sem patê de ricota. E sempre branquinho. Nunca deixamos o pão dourar no forno porque a maioria gosta da casquinha macia. Confesso que eu gosto mais moreninho.
               Mas, quente ou frio, este pãozinho é demais.
               Faça pequeninhos porque a massa cresce bem.


Pão aperitivo 2
              
               Receita:
               Auli Junior

               Para 50 pãezinhos:

               - 35 g de fermento biológico fresco;
               - 1 colher (das de sopa) de sal;
               - 1 colher (das de sopa) de açúcar;
               - 500 ml de água;
               - 1 ovo;
               - 1 kg de farinha de trigo;
               - 50 g de manteiga.

               Dissolva o fermento no açúcar. Ele vai ficar líquido.

Pão aperitivo 3
             
              Junte 180 ml de água, coloque a bacia dentro de um saco plástico (geralmente eu uso o mesmo plástico onde veio o fermento, que eu compro já porcionado) e deixe descansar por 10 minutos.
              Acrescente 1 xícara, das de chá, de farinha de trigo, misture e deixe descansar até dobrar de volume.
              Gosto de colocar a tigela com a mistura de fermento dentro de um saco plástico, embrulhar em uma toalhinha de mesa e colocar sobre uma panela com água morna.
              Isso acelera o processo de fermentação.
              Coloque a farinha restante em uma vasilha, misture o sal, que nunca deve entrar em contato direto com o fermento, senão o fermento morre.
              A seguir acrescente o ovo, a manteiga e coloque a esponja de fermento.
              Misture para agregar os ingredientes.

Pão aperitivo 4
            
              Junte toda a água restante.
              Passe esta massa para a bancada.
              Amasse, com as mãos espalmadas, até ficar uma massa lisa e macia.
              Se o dia estiver muito seco ou mesmo a farinha, acrescente colheradas de água, mas não deixe a massa ficar mole.
              Deixe descansar por 10' e modele os pãezinhos.
              Também nesta hora gosto de colocar a bacia com a massa dentro de um saco plástico, envolver em uma toalha de mesa e colocar sobre uma panelinha com água quente, deixando a massa levedar.
              Mesmo depois de levedada a massa é levemente pegajosa, por isso gosto de passar farinha nas mãos na hora de modelar. Mas veja na primeira imagem abaixo que quase não há vestígios de farinha na minha mão. A farinha é apenas para secar a minha mão. Excesso de farinha vai deixar o pão com uma casca grossa, que não agrada aqui em casa.
              Pegue uma porção de massa pouco maior do que uma bolinha de pingue pongue e modele um rolinho de cerca de 13 cm de comprimento.

Pão aperitivo 5
             
              Enrole este rolinho em volta dos dedos formando um anel, com uma ponta mais comprida, e passe a ponta mais comprida por dentro do anel de massa, fazendo um nó.
              Coloque em assadeira sem untar, deixe crescerem por 10' (dias mais quentes) ou 20' (dias mais frios) e leve para assar até dourarem.
              Como eu disse na introdução, minha família não gosta deste pão dourado porque também forma uma casquinha levemente crocante e o pão fica mais sequinho por dentro.  Todos preferem o pão mais macio e levemente úmido, então eu fico atenta para ver se o pão já está assado (geralmente eu aperto levemente 1, ele cede à pressão e quando solto logo volta ao formato ideal).
              Então fica a dica: você pode deixar o pão dourar ou retirá-lo pouco antes do forno. Uma outra forma de ver se está assado é se estiver muito levemente dourado por baixo. Ao menor sinal de dourado embaixo, retire a forma do forno.
               Aqui gostamos do pão bem quente, já houve um dia em que uma das minhas irmãs colocou a cadeira perto do forno para pegar os pães fumegantes. Era natal, então valia tudo, rsrsrsrs.
               Prepare o patê, corte os pães ao meio, sem soltar as duas metades, passe uma camada de patê e sirva.

Pão aperitivo 6
              
               É um deliciosos petisco para esperar a hora da ceia de fim de ano.


               Para 240 pães:

               - 200 g de fermento biológico fresco;
               - 80 g de açúcar;
               - 80 g de sal;
               - 3 l de água;
               - 6 ovos;
               - 6 kg de farinha de trigo;
               - 300 g de manteiga.

                Dissolva o fermento no açúcar e junte 1 l de água.
                Deixe descansar por 10'.
                Acrescente 1 kg de farinha de trigo, misturando bem.
                Deixe descansar até dobrar de volume.
                Coloque a farinha restante em uma bacia ou bancada e acrescente os ingredientes restantes, menos a água.
                Manipule a massa, colocando a água restante aos poucos, misturando até formar uma massa lisa e macia.
                Deixe descansar por 10' e modele como descrito acima.



Patê de coalhada seca 1


              Ingredientes:

              - 2 l de leite integral;
              - 3/4 xícara (das de chá) de vinagre de vinho tinto;
              - 2 colheres (das de sobremesa) de sal;
              - 1/4 xícara (das de chá) de azeitonas pretas picadas;
              - azeite e noz moscada ralada a gosto.

              Meu irmão costuma fazer este patê com ricota amassada, mas como gosto de fazer coalhada em casa, prefiro fazer o patê com coalhada.
              Para fazer com a ricota amasse-a com um garfo e tempere.
              Para fazer com coalhada seca prepare a coalhada como a seguir.
              Misture o leite, o vinagre e o sal e leve ao fogo até talhar.
              Cubra com um pano e deixe esfriar totalmente.
              Coloque um pano de sacaria em um escorredor de massas e despeje o leite talhado.
              Deixe dessorando entre 2 h e 36 h. Quanto mais tempo dessorar, mas firme vai ficar. Em geral, para fazer patê, 2 h bastam. Quando quero modelar bolinhas para fazer chanclich é que deixo dessorando por mais tempo.
              Guarde o soro para fazer pães ou bolos.

Patê de coalhada seca 2
           
             Passe a coalhada seca para uma tigela, misture as azeitonas e tempere a gosto com azeite e noz moscada.
              Eu prefiro as azeitonas verdes.
Para ver outras receitas de queijos e patês acesse o Índice 4.
Para ver outras receitas de massa básicas, pães e panetones acesse o Índice 7.



Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


2 comentários:

  1. olá minha rica
    nossa q dica deliciosa
    deve mesmo fica uma delicia

    bjim guria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida. Quanto tempo!!
      Fica mesmo muito bom, Ju. Tanto o pão, quanto a coalhada seca.
      E os dois são muito práticos e rápidos de fazer.
      Um beijão.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).