29 de ago de 2012

Cannolis tradicional e de chocolate

Cannolis tradicional e de chocolate

              Existem receitas que eu mesma me propus fazer pelo menos uma vez, seja porque a receita é trabalhosa demais, seja porque é calórica demais, seja porque conheço o paladar dos mais próximos a mim e sei que pode e o que não  vai agradar.
              Cannolis é uma destas receitas.
              Acho a receita simples, embora seja trabalhosa.
              E como ainda não sei se vou fazê-la habitualmente, resolvi fazer os cilindros de massa com latas de alumínio.
              Foi uma boa experiência, mas talvez da próxima vez que quiser comer cannolis eu vá a uma confeitaria gabaritada ou pelo menos vou comprar os cilindros adequados.
              Afh! acho que estou ficando velha e meio preguiçosa... ... ... ...


              Receita 1, de chocolate:

              Massa:

              - 1 1/3 xícaras (das de chá) de farinha de trigo;
              - sal;
              - 1 colher (das de sopa) de açúcar;
              - 2 colheres (das de sopa) de chocolate em pó;
              - 2 colheres (das de sopa) de gordura vegetal hidrogenada;
              - 100 ml de vinho Marsala ou Vermute doce;
              - 1 clara, para fechar os cannolis.

              Coloque a farinha, o sal, o açúcar, o chocolate e a gordura no processador, faça uma farofa e, com o processador ainda ligado, acrescente a bebida.
              Se não quiser usar bebidas alcoólicas, prepare uma mistura, em partes iguais, de vinagre branco e água.
              Termine de amassar a massa com as mãos, sem espremê-la.
              Embrulhe em filme plástico e deixe descansar, fora da geladeira, por 1 h.
              Divida a massa em 4 partes, embrulhando cada uma em filme plástico, separadamente.

Cannolis de chocolate

             Abra a massa bem fina e dobre duas vezes, como se estivesse folhando, mas SEM espalhar manteiga. Repita o processo 4 vezes, abrir a massa e dobrar duas vezes.

Cannolis de chocolate

             Abra mais uma vez, bem fina, corte ovais e envolva cilindros de alumínio, sem untar, com a massa.
             Passe clara na borda, sobreponha, pressione para fechar e leve à geladeira por 30' para a clara secar.
             Frite de 3 em 3.


Cannolis de chocolate

             Quando dourarem, retire da panela com uma pinça e, com muito cuidado e com auxilio de papel toalha, retire o canudo de alumínio e torne a mergulhar os canudos na gordura, para fritar internamente.
             Escorra, deixe esfriar, recheie e polvilhe açúcar de confeiteiro.

             As receitas das massas pedem bebidas alcoólicas. Mas se você não costuma comprar bebidas, no que faz muito bem, utilize álcool de cereais ou a mistura de vinagre branco e água ou mesmo use soro de coalhada, que foi o que usei nas duas massas. O álcool e o vinagre deixarão a massa mais crocante e pururuca, mas o soro também dá um belo resultado, principalmente se a massa ficar fininha.



              Recheio:

              - 2 1/2 xícaras (das de chá) de ricota fresca;
              - 1/2 xícaras (das de chá) de creme de leite fresco;
              - 1 1/2 xícaras (das de chá) de açúcar;
              - raspas de 1/2 laranja;
              - 1 1/2 colher (das de chá) de essência de baunilha;
              - 1/3 xícara (das de chá) de gotas de chocolate.

              Processe a ricota com o creme de leite e o açúcar.
              Retire do processador e misture as raspas, a essência e as gotas de chocolate.


Cannolis tradicional e de chocolate
         
              A minha receita, como era experiência, eu recheei com chantilly fresco, misturado com raspas de casca de limão e uvas passas pretas.

              
Receitas de todos nós

              Ficou muito bom!



              Receita 2, siciliano:

              Massa:

              - 500 g de farinha de trigo;
              - sal;
              - 1 copo de pinga;
              - 50 g de margarina;
              - 1 xícara (das de chá) de açúcar;
              - 3 gemas.

              Misture a farinha, o sal, a margarina, o açúcar e as gemas.
              Acrescente a pinga, aos poucos, só até dar ponto. O ponto é o de uma farofa seca.
              Deixe descansar por 1h.
              Passe por um cilindro de pastel ou por rolo de massas.
              Abra bem fino e corte quadrados, arredondando os cantos.


Cannolis tradicionais

              Forre os cilindros com papel alumínio porque ele ajuda a segurar a massa e porque evita o contato direto da massa com os grampos do grampeador.
              Envolva os cilindros de alumínio com a massa, colando com clara de ovo.
              Frite, deixe esfriar, recheie e polvilhe açúcar de confeiteiro.


              Recheio:

              - 1 kg de ricota peneirada;
              - 400 g de açúcar;
              - frutas cristalizadas em cubinhos;
              - chocolate meio amargo picado,
              - pistache triturado.

              Bata a ricota e o açúcar, na batedeira, até virar um creme.
              Misture os outros ingredientes.





Cilindros reciclados para cannolis


              Se você não tem os cilindros ou curte reciclagem, faça seus próprios cilindros usando latinhas de refrigerante ou de cerveja.
             Faça um molde de um retângulo de 20,5 x 8 cm, se usar latinhas normais e 13 x 21, se estiver usando latinhas de cervejas mais altas.
             Procure aproveitar ao máximo a largura da lata.
             Abra as latinhas com muito cuidado, porque as bordas são muito afiadas.
             Risque o molde na parte interna das latinhas com o auxilio da tesoura.
             Corte o molde com uma tesoura comum.
             Feche o cilindro, enrolando bem e apertando até chegar a um diâmetro suficiente apenas para encaixar o grampeador e grampeie em 3 pontos.


Cannolis tradicional e de chocolate

             Se você fizer só uma volta de alumínio, pode acontecer do peso da massa de cannolis deformar  o cilindro de alumínio e o cannoli vai ficar achatado depois de frito.
             Forre com papel alumínio antes de envolver com a massa, por questões de higiene e facilidade de limpeza.

Para ver outras receitas de empadas e pastéis doces acesse o Índice 6.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nenhum comentário:

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).