7 de nov de 2012

Bolo vela natalina


Bolo vela natalina

              Esta é uma receita que aprendi em uma aula de um centro culinário perto de onde eu morava.
              A autora da receita é a Anka Popovick e suas receitas são sempre um sucesso.
              Lembro que fiquei ansiosa para experimentá-la.
              Cheguei a comprar latas de óleo extras para usar como forma para assar este bolo.
              Hoje já é mais fácil encontrar formas de diversos formatos, mas cilíndricas são mais difíceis de achar. E fazer em forma de panetone deixaria a vela muito grossa.
             Mas eu improvisei com formas de bolo com 11 cm Ø. Simplesmente coloquei papel sulfite para alongar a forma e conseguir minhas velas.
             O pavio das velas é castanha do Pará e eu não me lembro quantas horas a castanha fica acesa, mas sei que é por mais de 2 h.
             O efeito é mesmo muito legal.
             Demora um pouco para acender.
             Primeiro é preciso "apontar" as castanhas, deixando-as mais finas na ponta.
             Como a receita original leva frutas cristalizadas na massa, fiz um bolo de amoras desta vez, que é mais o gosto do meu pessoal.
             Escolha a receita que mais agradar e decore a sua mesa de natal.



Bolo de amoras
         
             Receita 1, bolo de amoras:

             Para fazer 3 velas:
           
            - 3 xícaras (das de chá) de açúcar;
            - 3 1/2 xícaras (das de chá) de farinha de trigo;
            - 1 xícara (das de chá) de maisena;
            - 6 ovos;
            - 150 g de manteiga;
            - 1 colher (das de chá) de sal;
            - 1 1/2 colheres (das de sopa) de fermento em pó químico;
            - 1 1/2 xícaras (das de chá) de suco de amora concentrado.

            Para ver como fazer o suco de amoras concentrado, leia Bolo mesclado de amoras.
            Bata as claras em neve e reserve.
            Peneire juntos, a farinha, a maisena, o sal e o fermento.
            Bata as gemas com o açúcar e a manteiga.
            Coloque, aos poucos, a mistura de farinha alternando com o suco de amoras.
            Bata até homogeneizar.
            Desligue a batedeira e bata mais um pouco, com um fouet ou colher de pau, até começarem a estourar bolhas de ar na massa.
            Acrescente as claras, misturando delicadamente.

Bolo de amoras

               Prepare as formas, no caso usei 3 formas de 11 cm Ø.
               Corte 3 folhas de papel sulfite ao meio, com 6: 20 x 15 ±.
               Unte fundo e lateral das formas com manteiga, encaixe o primeiro retângulo de sulfite e ajeite na lateral, untando o sulfite também, só a parte que entra em contato com a forma.
               Encaixe mais dois retângulos de sulfite, fechado a forma.
               Se estiver usando lata de óleo ou forma de vela, unte generosamente e polvilhe farinha de trigo.
               Divida a massa entre as 3 formas, colocando massa em alturas diferentes.
               Leve para assar, desenforme e deixe esfriar.
               Aplique glacê real, alisando a lateral com auxilio de uma espátula.
               De tempos em tempos, mergulhe a espátula em água quente, seque com um pano de pratos, para que a espátula não grude no glacê. mas seque muito bem para que a umidade não estrague o glacê.
               Despeje ganache de chocolate branco sobre cada vela, para simular parafina derretida.

Bolo vela natalina
           
              Afine as pontas das castanhas do Pará, uma para cada vela, com uma faquinha afiada e encaixe no topo das velas, com o lado afunilado para cima.
             Arremate a decoração com raspas de chocolate e cerejas em calda.
             Use um isqueiro ou um maçarico culinário para acender as castanhas porque elas demoram um pouco para acenderem. Mas uma vez acesas, a chama dura mais de 2 h com certeza.
             Eu fiz e usei como decoração da mesa de natal, acendi próximo ao horário da ceia.

 
               Sugestões:

Bolo vela natalina
       
             1- Cubra os bolos com glacê real, deixe secar por uma noite e derrame fondant branco para simular a parafina derretida.
             2-  Cubra os bolos com glacê real, deixe secar por uma noite e derrame ganache de chocolate branco (minha opção). Depois derrame calda de amoras para arrematar.
             3- Deixe só o glacê real ou cubra todo o bolo com chocolate branco temperado. Marque o lugar onde vai entrar a castanha, antes que o glacê ou o chocolate endureçam, para que, ao colocar as castanhas, a cobertura não rache.
              4- Decore a bandeja de bolo com fios de ovos, nozes e castanhas.
              5- Decore a bandeja de bolo com folhas de chocolate.


              Glacê real:

              - 500 g de açúcar de confeiteiro;
              - 1 ou 2 claras de ovo;
              - suco de 1 limão.

              Coloque tudo na batedeira e bata por 8'.
              Comece com 1 clara e, se ficar muito seco ou grosso, acrescente a outra clara.


              Ganache:

              - 160 g de chocolate branco;
              - 50 ml de creme de leite.

              Pique o chocolate, coloque em uma panelinha como creme de leite e leve ao fogo, em banho-maria, mexendo até obter um creme homogêneo.
              Resfrie até encorpar um pouco.




              Receita 2:
              Anka Popovick

              - 5 xícaras (das de chá) de farinha de trigo;
              - 4 xícaras (das de chá) de açúcar;
              - 6 ovos;
              - 200 g de manteiga;
              - 150 g de uvas passas;
              - 150 g de frutas cristalizadas;
              - 150 g de nozes;
              - 1 copo de vinho do Porto;
              - 1 colher (das de sopa) de canela em pó;
              - 1 colher (das de chá) de cravo em pó;
              - 1 colher (das de sopa) de fermento em pó químico;
              - chocolate branco ou fondant.

              Prepare 3 latas de óleo, retirando totalmente a tampa e batendo com um martelinho, para acertar as rebarbas da lata.
              Unte, generosamente, e enfarinhe as 3 latas de óleo.
              Bata os ovos inteiros com a margarina e o açúcar, por 8'.
              Acrescente a farinha de trigo misturada com as especiarias e o fermento.
              Junte o vinho do Porto e, a seguir, as frutas.
              Divida a massa nas 3 latas de óleo, colocando alturas diferentes, para formar "velas" de tamanho diferentes.
              Leve para assar.
              Deixe esfriar e, se quiser congelar, embrulhe em papel alumínio e congele por até 3 meses.
              Descongele 1 h antes de preparar, derrame chocolate temperado ou fondant, deixando cair displiscentemente pela lateral, para simular parafina derretida, e espete a castanha do Pará afunilada.
              Complete a decoração natalina com fitas e bolas ou fios de ovos e frutas secas e em calda.

    Para ver outras receitas de bolos acesse o Índice 2.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nenhum comentário:

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).