9 de jan de 2013

Pão integral com fermento natural


Pão integral com fermento natural
        
               Pães integrais caseiros costumam ficar muito pesados e duros, principalmente quando não temos o hábito de fazê-los.
                Com certeza é a prática que leva à perfeição e como as farinhas e farelos integrais são mais pesados, fica mais fácil errar a mão.
                Por isso, aproveitei que estou testando algumas receitas de fermento natural e resolvi fazer um pão integral com os dois fermentos: o biológico fresco e o natural.
                Para fazer o fermento resolvi usar a receita do saudoso Benjamim Abraão. Há anos fiz a receita de pao italiano dele e foi um sucesso.



Pão integral com fermento natural

                Pão integral:

                - 1 xícara (das de chá) de farinha de trigo refinada;
                - 2 xícaras (das de chá) de farinha de trigo integral;
                - 1/2 xícara (das de chá) de farelo de trigo;
                - 1 colher (das de sopa) de açúcar;
                - 15 g de fermento biológico fresco;
                - metade da receita de fermento natural abaixo;
                - 1 colher (das de sopa) de oleo;
                - 1 colher (das de sopa) de margarina;
                - 3/4 xícara (das de chá) de soro de coalhada ou água morna;
                - 2 claras ou 1 ovo inteiro;
                - gergelim a gosto.

                Dissolva o fermento biológico no açúcar e junte 2 colheres, das de sopa, de farinha de trigo refinada.
                 Coloque a bacia em um saco plástico, embrulhe em uma toalha de mesa e deixe descansar por 15'. Para ver com mais detalhes acesse "Segredos para fazer um pão de qualidade".

Pão integral com fermento natural

                  Coloque as farinhas e o farelo em uma bacia grande e coloque os dois fermentos (n° 1-a esponja de fermento biológico e o fermento natural, n° 2).
                  Acrescente os ingredientes restantes, menos o gergelim, e sove até conseguir uma massa leve. Em dias muitos quentes são ± 15'. E você vai sentir a massa muito leve, sem oferecer resistencia ao ser amassada, quando estiver no ponto. A textura muda perceptivelmente.
                  Abra em um retângulo, enrole como rocambole e coloque em uma forma para bolo inglês, 20 x 9,5 cm, apenas untada com margarina.
                  Pincele uma clara sobre o pão e salpique o gergelim.
                  Coloque dentro do forno desligado ( normalmente aqueço o forno no mínimo e desligo, colocando meus pães para crescerem no forno desligado e aquecido) e deixe crescer até subir bem acima da borda, como mostra a última imagem.
                 Religue o forno e coloque o pão para assar.
                 O meu levou 45' para assar e ficou bem dourado.


                Fermento:
                Benjamim Abraão

                - farinha de trigo;
                - iogurte natural;
                - azeite para untar.

                Comece misturando 3 colheres, das de sopa, de farinha de trigo com 2 colheres, das de sopa e bem cheias, de iogurte natural.

Fermento natural

                Tampe e deixe em um lugar bem seco, por 4 dias.
                Junte mais 3 colheres, das de sopa, de farinha de trigo, amasse e sove um pouco a mistura.
                Unte um potinho com azeite e coloque esta massa dentro.
                Feche e guarde até o dia seguinte.
                Acrescente mais 4 colheres, das de sopa, de farinha de trigo, sove e deixe descansar por 1 h.
                Corte ao meio, guarde metade na geladeira e use a metade na receita de pão.
                Este fermento deve ser alimentado a cada 7 dias. Ou seja, ele deve receber 3 colheres, das de sopa, de farinha e ser sovado a cada 7 dias.
                Na receita do Benjamim só se acrescenta a farinha de trigo para alimentar o fermento.
                Por minha propria conta, tenho acrescentado 1 colher, das de sobremesa, de iogurte natural porque achei que só com a farinha a massa ficava muito dura, embora da primeira vez que fiz o fermento e o pão italiano (aguardem) o resultado tenha sido excelente.

Fermento natural

                Costumo embrulhar meu pote com o fermento em um pano de prato ou toalhinha de cozinha. Fiz uma vez sem embrulhar e o resultado não me agradou. Na verdade a levedura não se formou.
                E desta vez coloquei em um pote plástico porque minha intenção era a de usar todo o fermento de uma vez só.
                Para manter o fermento indefinidamente é melhor guardá-lo em pote de vidro com tampa de plástico.
                O pote de plástico com o tempo fica improprio para uso.

     Para ver outras receitas de pães acesse o Índice 7.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


6 comentários:

  1. Pela quantidades de detalhes e bem explicada acredito que seja uma ótima receita. Claro, vem de um profissional e não de um amador. Vou fazer e assim que eu fizer postarei outros comentários

    Pr. Antonio Genésio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, pr Antonio, por suas palavras.
      É um prazer preparar receitas e compartilhá-las.
      Tenho certeza de que o senhor vai gostar do resultado.
      Abraços.

      Excluir
  2. Uma ótima receita. A tempos procurava uma receita assim, com esse teor. Tenho uns clientes que estão pedindo pães integrais, mais bem leves, Acredito que agora eu encontrei. Obrigado!

    AgenésioLima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente pães integrais caseiros são um desafio e testei algumas receitas até chegar nestes resultados. :p
      Se quiser experimentar as outras receitas qe já postadas clique aqui e aqui.
      O primeiro é um pão integral com aveia e o segundo com grãos de trigo germinados. Ambos ficaram muito macios e saborosos e tenho certeza de que irão agradar.
      Obrigada por sua atenção em comentar.
      Tenho certeza de que seus clientes irão aprovar.
      Abraços.

      Excluir
  3. :S :e :j :a :m :b :e :m - :v :i :n :d :o :s !

    ResponderExcluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).