3 de jul de 2013

Cocadas de colher e de forno



Cocada de colher e de forno


               Já falei certa vez, que demorei a gostar de cocadas.
               Sempre achei-as doces demais, açucaradas demais e, portanto, meio enjoativas.
               Mas sempre gostei de cocada de colher ou doce de coco, especialmente a preta, que é feita com açúcar caramelado e fica menos doce.
               Então aqui estão as minhas receitas preferidas de cocada de colher.
               A quarta receita  eu descobri conversando com meu irmão Junior que me falou de um programa culinario com receitas deliciosas, o Brasil no prato.
              Curiosidade aguçada, fui ao site do programa, assisti ao video e amei a receita.
              Uma dica: assista ao video porque ao passarem a receita para o site alguns detalhes sempre ficam de fora, é natural.
              Então vale a pena conferir o video.
              Só não esqueçam a cocada no forno como eu fiz...
              Não, eu não estava na internet!!!!!





Cocada de colher preta e branca


               Tanto para a cocada preta, quanto para a branca, os ingredientes são os mesmos.

                Ingredientes:

                - 1 coco seco medio;
                - 2 copos ou xícaras (das de chá) de açúcar;
                - cravos a gosto;
                - 1/2 copo ou xícara (das de chá) de água.

                Quebre, descasque e rale o coco, usando um ralo grosso ou um mais fino, mas que rale em flocos. O resultado é melhor.
                A cocada preta foi feita com o coco ralado mais grosso e a branca mais fino.

Cocada de colher


               Para fazer a cocada preta leve o açúcar ao fogo, em uma panela de fundo grosso de preferência, e deixe-o caramelar.
               Cuidado para não deixar o açúcar queimar porque além de ficar amargo, o caramelo fica nocivo à saúde.
               Quando todo o açúcar ficar caramelado acrescente o coco ralado, a água e os cravos.
               Deixe apurar no fogo por mais ou menos 15', mexendo de vez em quando e acrescentando água sempre que necessário.
               O coco adquire o tom marrom e fica meio translúcido (transparente).

Cocada de colher


               Você pode deixar o doce bem sequinho ou deixar uma caldinha que vai dar um toque a mais, principalmente se a cocada for servida com fatias de bolo ou sorvete.

Cocada de colher

               Para fazer a cocada branca, misture a água com o açúcar e os cravos, fora do fogo, e leve ao fogo até formar uma calda rala.
               Acrescente o coco e deixe cozinhar até que o coco fique translúcido, acrescentando água, se e quando for necessário.
               Também pode deixar o doce bem sequinho ou deixar uma calda.





Cocada de colher com gemas

               Cocada de colher com gemas:

               - 1 coco seco ralado;
               - 2 copos (tipo requeijão) de açúcar;
               - 1/2 copo (tipo requeijão) da água do coco ou água filtrada;
               - cravos a gosto;
               - 4 gemas peneiradas.

               Uma outra versão mais saborosa desta cocada é a feita com a adição de gemas peneiradas.

Cocada de colher com gemas

               Descasque e rale 1 coco grande.
               Misture a água de coco e o açúcar e leve ao fogo até formar uma calda grossa.
               Desligue o fogo, acrescente o coco ralado, por cima coloque as gemas peneiradas e os cravos.
               Torne a ligar o fogo e deixe apurar, mexendo sem parar.
               Ao contrário da cocada preta e da branca, esta cocada com gemas gruda no fundo da panela.
               Então, se for deixada no fogo, sem mexer, vai queimar.
               Não deixe secar totalmente o líquido da calda. Ao esfriar ele fica cremoso e delicioso.



Cocada de forno


                   Cocada de forno:
                   Site Bem simples
                   Video:  http://youtu.be/Xc8DVnD4uws

                    - 500 ml de água de coco:
                    - 3 1/2 xícaras (das de chá) de açúcar orgânico;
                    - 500 g de coco ralado;
                    - 4 ovos;
                    - 1 colher (das de sopa) de açúcar orgânico;
                    - 1 fava de baunilha;
                    - 2 colheres (das de sopa) manteiga.

                    Unte uma assadeira com manteiga, preaqueça o forno a 160ºC.
                    Em uma panela ferva a água de coco junto com primeira medida de açúcar, sem mexer até formar uma calda espessa, mais ou menos 15'.


Cocada de colher


                    Bata os ovos com uma colher de sopa de açúcar, na batedeira, até espumarem bem e triplicarem de volume.
                    Raspe a fava de baunilha direto na calda.
                    Como eu não tinha a fava de baunilha à mão, coloquei essência a gosto.
                    Junte o coco ralado, a manteiga e mexa com cuidado, cozinhe até o líquido quase secar.
                    Desligue o fogo e junte os ovos na cocada sempre mexendo para não talhar.
                    Coloque na assadeira untada e leve ao forno pré-aquecido até que fique dourada por cima, mas o interior ainda cremoso.
                    Esqueci a minha no forno... confesso, foi um vacilo.
                    Ela ficou sequinha, mas ainda assim ficou deliciosa.
                    Mas ela deve ficar úmida por dentro e dourada por fora.
Para ver outras receitas de compotas, doces de cantina e genéricos acesse o Índice 3.





Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nenhum comentário:

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).