12 de set de 2013

Salada crua com maionese de tangerina carioquinha



Salada crua com maionese de tangerina carioquinha 1

               Saladas cruas não têm nenhum mistério, mas quando vi esta alface roxa não resisti e montei uma salada para compartilhar.
               Para dar um toque diferente fiz 2 molhos: uma maionese de tangerina e um vinagrete também de tangerina.
               Minha mãe gosta de fazer um molho para saladas usando suco diet, aqueles que vêm em sachê, e uma amiga nossa nos ensinou, há muitos anos, a temperar salada com limonada.
               Como fiz geleia e calda de tangerina carioquinha estes dias, aproveitei que sobraram algumas tangerinas e fiz os 2 molhos.
               Diferentes, muito suaves, deliciosos!




Salada crua com maionese de tangerina carioquinha 2

               Ingredientes:
     
               - 1 pé de alface roxa;
               - 2 tomates;
               - 1 cenoura grande;
               - 1 beterraba grande;
               - algumas folhas de acelga;
               - queijo branco.

               Lave muito bem e higienize as folhas de alface.

Salada crua com maionese de tangerina carioquinha 3

               Coloque as folhas em um pote com água filtrada e guarde na geladeira enquanto preparar os outros ingredientes.
               Rale a cenoura e a beterraba no ralo mais fino.
               Higienize as folhas de acelga e corte bem fininha com uma faca, como se fosse couve à mineira.
               Corte o queijo em cubinhos.


Salada crua com maionese de tangerina carioquinha 4

               Em uma travessa arrume primeiro as folhas de alface escorridas e bem secas.
               No centro arrume a cenoura ralada.
               Faça um anél com a acelga e outro com a beterraba ralada.
               Corte o tomate em tiras e decore a gosto, eu coloquei as tiras sobre a acelga e a beterraba.
               Espalhe os cubinhos de queijo sobre tudo.



               Revitalizando folhas murchas.

               Nem sempre usamos todo um pé de alface, muito menos um de acelga e por mais crocante que a acelga seja, uma hora ela fica murchinha, na gaveta da geladeira.
               Mesmo que a acelga fique muito gostosa também cozida é sempre bom saber como revitalizá-la para a próxima salada crua.

Conservando verduras 1

               Para conservar as folhas de alface sempre frescas ou restaurar aquele pé de alface que está meio murcho, basta colocar água gelada dentro de um pote e colocar as folhas higienizadas, guardando o pote na geladeira por 40'. As folhas recuperam a sua crocancia.
               Também uso este método para conservar a acelga cortada em tirinhas por até uma semana na geladeira.
               Na hora de usar, pego a porção que quero com um pegador de saladas para não contamnar a água em que deixei as folhas de molho.Faço o mesmo com os legumes ralados.

Conservando verduras 2

               Outra forma de conservar as verduras, como esta alface mimosa, é higienizá-las muito bem.
               Espalhe as folhas inteiras ou picadas sobre um pano de sacaria limpo e bem seco e seque as folhas.
               Utilize papél toalha para retirar a umidade restante em cada folha.
               Coloque porções de alface, a quantidade para uma refeição individual ou familiar, e retire todo o ar, usando um extrator e feche o saco plástico hermeticamente.
               Guarde na gaveta de legumes.

Conservando verduras 3

             E tenho o hábito de guardar cenouras e beterrabas raladas por até 3 dias em potinhos bem fechados.
             Sei que legumes e frutas perdem suas propriedades a partir do momento em que são colhidas e quando são manipuladas esta perda é acelerada.
             Mas penso que 10% das vitaminas é melhor do que nada e ter legumes cortados na geladeira é sempre um estímulo ao maior consumo.
             Por isso gosto de ralar legumes para até 3 dias de consumo.
             Assim, fica muito mais fácil preparar e consumir um prato de saladas à noite, por exemplo.



             Maionese de tangerina carioquinha

Maionese de tangerina carioquinha 1

               - casca de 2 tangerinas carioquinha;
               - 1 colher (das de sobremesa) de bicarbonato de sodio;
               - 1 l de água;
               - 1 ovo cozido;
               - ± 300 ml de azeite;
               - sal.

               Para que a maionese não fique amarga é preciso preparar muito bem as cascas de tangerina. 
               Corte as cascas em tiras bem fininhas, como se estivesse cortando couve à mineira.

Maionese de tangerina carioquinha 2

              Coloque as cascas, a água e o bicarbonato em uma panela e cozinhe por 10'.
              Passe as cascas para uma peneira e lave em água corrente até que a água saia completamente limpa e clara.
              Veja as imagens desta lavagem. A água do cozimento é de um laranja escuro e é turva.
              Depois de bem lavadas, a água fica transparente e bem clara, sem vestígios de laranja.
              Escorra as cascas e amasse o ovo cozido.
              Retire a pele de 4 gomos de tangerina e coloque-o no liquidificador com as cascas, o ovo cozido e sal a gosto. Bata até formar um purê.
              Vire a tampinha central do liquidificador e comece a acrescentar o azeite em um fio contínuo e fino.
              Prefiro usar azeite porque ele emulsiona mais rápido do que o óleo e se a maionese levar muito tempo batendo, ela aquece e pode desandar.
              Além disso, por causa da viscosidade, é preciso uma quantidade menor de azeite do que de óleo para fazer a maionese.
              Passe para uma molheira ou para um pote e sirva.



               Vinagrete de tangerina carioquinha

Vinagrete de tangerina carioquinha 1


               - suco de 2 tangerinas;
               - 1 cebola pequena ralada;
               - cheiro-verde a gosto;
               - sal e azeite a gosto;
               - 1 colher (das de chá) de açúcar;
               - opcional: ervas finas, manjericão seco, vinagre branco a gosto.
 
Vinagrete de tangerina carioquinha 2

               Retire as peles e as sementes das tangerinas, para que o suco não fique amargo.
               Bata no liquidificador, sem acrescentar água, já que a tangerina tem muito suco.
               Passe a tangerina batida por uma peneira e use apenas osuco.
               Misture o cheiro-verde bem picadinho, a cebola ralada o sal e o açúcar.
               Se quiser, acrescente ervas desidratadas e o vinagre.

Para ver outras receitas com legumes, molhos caseiros ou queijos acesse o Índice 4.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


2 comentários:

  1. Que deliciiiiiiiiia! Se já adoooro tangerinas, molho... afffffffff.... que máximo! Deve ser muito saboroso.

    OBRIGADA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, linda.
      Menina, até eu fiquei surpresa com a suavidade e sabor do molho.
      Fiz a geleia e quando não ficou nadinha de amargo, resolvi fazer a maionese.
      Você vai amar.
      Beijos.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).