1 de mai de 2014

Vol-au-vent de siri



Vol-au-vent de siri 1

               Desde o dia em que vi esta receita no exemplar do livro Dona Benta que minha avó tinha eu sabia que seriam um sucesso aqui em casa.
               E depois que aprendi a fazer massa folhada, sempre que posso, preparo, com os mais variados recheios, já que a massa folhada é neutra.
               Só é preciso usar os cortadores certos, de preferência de inox e a massa deve estar bem gelada para não acontecer o que aconteceu com meus primeiros vol-au-vents publicados.
               Naquele dia eu usei tampinhas de pote de requeijão e de fermento, que têm a borda grossa demais, o que acabou achatando a massa folhada.

Vol-au-vent de siri 2

               Já esses ai em cima foram cortados com um cortador próprio para biscoitos e com a massa gelada, proporcionando caixinhas bem feitas para receberem o melhor recheio.

Vol-au-vent de siri 3

               Ingredientes:

               - massa folhada caseira ou industrializada;
               - 500 g de camarão;
               - cheiro verde a gosto;
               - 1/2 cebola ralada;
               - sal e pimenta do reino a gosto;
               - 1 colher (das de sopa) de manteiga;
               - 1 copo de requeijão catupiry.

               Se quiser fazer a massa folhada em casa (sempre faço) a minha sugestão está aqui.

Vol-au-vent de siri 4

               Abra a massa folhada com ± 0,4 cm.
               Corte um número par de discos, corações ou quadrados de massa folhada.
               Em metade destes discos faça outro corte no centro, vazando estes discos.
               Pincele clara de ovo no disco que está inteiro (não deixe a clara escorre pelas laterais porque ela "cola" e a massa não vai folhar) e sobreponha o anel ajustando as bordas.
               Se o dia estiver muito quente, leve as massas vazadas à geladeira antes de sobrepô-las às outras.
               Coloque estas cestinhas em assadeira sem untar e leve para gelar por 15'.
               Gosto de colocar massa folhada gelada no forno bem quente, por isso levo a massa já cortada à geladeira por ± 15'.
                Asse até dourarem.

Vol-au-vent de siri 5



         
               Recheio:

               - 1kg de carne de siri congelada;
               - 1 cebola processada;
               - 4 colheres (das de sopa) de azeite;
               - 2 tomates sem pele e sem sementes picados;
               - 1 colher (das de chá) de gengibre ralado;
               - 1 pimentão vermelho processado ou bem picadinho;
               - sal e pimenta malagueta a gosto;
               - 1 xícara (das de chá) de farinha de trigo;
               - 5 colheres (das de sopa) de manteiga;
               - 1/2 litro de leite;
               - 1 vidro (200ml) de leite de coco;
               - salsinha e coentro cortados bem fininhos a gosto;
               - 3 colheres (das de sopa) de azeite de dendê;
                - requeijão para decorar.

                Doure a cebola no azeite, junte o tomate, o gengibre e o pimentão vermelho.

Vol-au-vent de siri 6

               Frite um pouco e adicione o siri.
               Tempere com sal e pimenta malagueta e refogue bem até ficar sem o menor traço de água.
               Retire do fogo e reserve.
               Doure a farinha na manteiga derretida e sempre mexendo com uma colher, vá adicionando o leite e o leite de coco.
               Mexa até obter um creme consistente, junte o refogado de siri reservado e boa porção de salsinha e coentro.
               Tempere com pimenta, sal e azeite de dendê.
               Misture bem e distribua nas caixinhas.
               Coloque uma porção de requeijão em cada vol-au-vent e leve ao forno por 20'.

Para ver outras receitas de aperitivos, fritadas e omeletes acesse o Índice 5.



Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


2 comentários:

  1. Isso é uma delícia, mas dá um pouco de trabalho para fazer.
    A massa tem que ficar bem delicada. Leve.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Si.
      É verdade, dá mesmo um certo trabalho.
      E a minha massa folhada preferida é do tipo que você tem que fazer todas as dobras para o mesmo lado sempre, senão não folha MESMO.
      Mas amo esta receita e como eu fazia 6 a 8 receitas por dia (quando eu vendia palmiers), não sinto dificuldades. A massa fica muito leve.
      Um grande beijo.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).