7 de ago de 2014

Pães de iogurte recheados


Folhadão de iogurte 1 

               Esta é mais uma das maravilhosas receitas de pães que aprendi com a culinarista Laka Brandão.
               Sempre faz muito sucesso
               Massa leve e deliciosa, ressalta qualquer recheio, seja ele doce ou salgado.
               E até mesmo sem recheio o pão fica maravilhoso, o iogurte dá um sabor todo especial à massa.


               Massa de iogurte:

Folhadão de iogurte 6 


               - 2 ovos;
               - 2 copos de iogurte natural;
               - 200 g de margarina ou manteiga;
               - 1/2 colher (das de chá) de sal;
               - 1 colher (das de sopa) de açúcar;
               - 30 g de fermento para pão;
               - ± 700 g de farinha de trigo;
               - gema para pincelar;
               - sementes para polvilhar.
               Sugestões de recheio
               - 300 g de goiabada pastosa e 200 de requeijão cremoso;
               - refogado de frango bem sequinho e 200 g de requeijão cremoso;
               - 200 g de presunto e 200 g de mussarela cortadas em cubinhos;
               - 300 g de linguiça calabresa picada e 100 g de tomates secos;
               - cocada com gemas;
               - creme de confeiteiro, fatias de maçã, uvas passas e açúcar misturado com canela.

               Dissolva o fermento no açúcar, junte 2 colheres (das de sopa) de farinha de trigo e 2 colheres (das de sopa) de iogurte, cubra com um plástico, envolva com uma toalha de mesa e deixe descansar por 15'.

Folhadão de iogurte 3 
               Geralmente eu coloco este pacote sobre uma panela com um pouco de água morna, mas com o fogo desligado.
               Isso acelera a fermentação, especialmente nos dias mais frios.
               Na batedeira bata os ovos, o iogurte restante, a margarina ou manteiga e o sal.

Folhadão de iogurte 4 

               Vá acrescentando a farinha de trigo, aos poucos. Junte a mistura (esponja) de fermento.
               Passe a massa para uma bancada e continue misturando a massa com as mãos.
               Não esprema a massa, trabalhe-a com a mão espalmada, até que fique lisa.
               Deixe crescer em lugar aquecido por 45'.
               Um bom lugar é o forno preaquecido.
               Ou coloque a massa bem embrulhada sobre uma panela com água morna, como fez com a mistura de fermento.
 Folhadão de iogurte 5
           
               A massa cresce muito.
               Divida a massa em 2.
              

               Rosca de calabresa

Folhadão de iogurte 2


               - 1/2 massa de pão;
               - 1 linguiça calabresa;

Folhadão de iogurte 7 
               Rale a cebola e fatie a calabresa.
               Leve ao fogo e refogue.
               Deixe esfriar antes de colocá-la na massa.

Folhadão de iogurte 8

               Abra a massa formando um retângulo comprido.
               Espalhe o recheio e, se quiser, espalhe requeijão e/ou tomates secos picados.
               Enrole como rocambole, afinando ainda mais a o rolo e deixando-o mais comprido.
               Corte este rolo ao meio, sem chegar a separar as pontas de um dos lados.
               Enrole as duas pontas, expondo o recheio.
               Feche em formato de rosca e coloque em assadeira sem untar.
               Pincele uma gema e leve para assar até dourar.


                Trança de frango

Folhadão de iogurte 9 

               Recheio de frango:

               - 500 g de frango;
               - pasta de alho, mix de temperos e manjericão batido (ou seu tempero favorito);
               - sal e ervas desidratadas a gosto;
               - manjericão congelado;
               - 1/2 massa de pão.

                Tempere o frango a gosto.

Folhadão de iogurte 10 
               Refogue o frango, deixando bem sequinho.
               Deixe esfriar e desfie.
               Misture azeitonas verdes picadas a gosto e requeijão cremoso.
               Pegue a metade da massa de iogurte.
               Torne a dividir em 3 partes.

Folhadão de iogurte 11

              Abra cada uma das 3 partes com um rolo, em formato retangular e recheie com o refogado de frango.
              Feche cada retângulo, formando cilindros de massa recheada.
              Trance os 3 cilindros.
              Coloque a trança em assadeira sem untar, pincele a gema e, se gostar, polvilhe queijo ralado ou coco ralado ou sementes variadas, sempre de acordo com o recheio escolhido.

Para ver outras receitas de massa básicas, pães e panetones acesse o Índice 7.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


9 comentários:

  1. Abri sem muitas pretensões e me surpreendi. Vou experimentar uma primeira receita e voltarei muitas vezes.
    Ivan (S. André SP)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um prazer te receber, Ivan e fico muito feliz por ter te surpreendido positivamente.
      Seja sempre bem-vindo.
      E qualquer dúvida é só perguntar.
      Beijos.

      Excluir
  2. Adorei essa receita, mas gostaria de saber se dá certo substituir a farinha de trigo por outra, se sim, qual seria a mais indicada? A de trigo integral é pesada, não consigo acertar o ponto com ela (em nenhuma receita). :/

    * Anne *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anne. Veja as dicas neste post
      Segredos para um pão de qualidade.
      E veja no outro link, da próxima resposta, os pães integrais que publiquei. Você vai amar.
      Beijos.

      Excluir
  3. A proposito, esqueci de mencionar, você já tentou fazer aqueles pães sem sova? Seja o integral ou normal, vi diversas receitas pela internet, cada uma de uma forma, como sou um zero a esquerda na cozinha tenho medo de arriscar e perder meus preciosos ingredientes. :(

    Se já houver alguma receita a respeito no blog ignore esse comentário, ainda não consegui verificar todas, são muitas e fico um bom tempo contemplando suas explicações, se fossem videos passaria o dia assistindo. :D

    * Anne *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anne.
      Não se preocupe em ser "redundante", rsrsrsrs. Muita coisa acaba ficando despercebida, sim.
      Bom, aqui no Índice 7 você encontra todas as receitas de pães já publicadas no blog. Tem uma receita de pão, que minhas filhas faziam muito ( Pão de forma super prático), que minha filha mais velha batia no liquidificador e colocava direto no forno elétrico e ficava muito bom.
      Sucesso.

      Excluir
    2. Ah! Há massas que eu bato na planetária até que elas desgrudem das paredes da tigela. Aí eu já sei que elas estão bem sovadas e macias. É uma forma de sovar sem se cansar.
      Às vezes até exploro a batedeira, levando-a além da sua capacidade (a minha planetária não é profissional) e bato até 1 kg de farinha de trigo.
      Quando estou com tempo, sovo na mão mesmo. Acho uma delícia sentir o momento em que o glúten é desenvolvido.
      Beijos.

      Excluir
  4. Obrigado pelas respostas Gisele, com certeza irei conferir todas, como disse em outra postagem, estou vendo uma a uma suas receitas indo das recentes as antigas, ainda estou longe das primeiras, mas chego lá, estou adorando cada uma delas, muitas dicas e variações que eu sequer sonharia. Além de ter um modo de preparo super explicado e detalhado, amando mesmo! :)

    Quanto a sovar massa, eu não consigo! Já estraguei muita massa por não conseguir dar o ponto, ela não desgruda de forma alguma das minhas mãos e acabo colocando muita farinha, o que a deixa pesadíssima... infelizmente não tenho uma planetária, mas está nos meus planos de adquirir uma.

    Qualquer hora vou arriscar na massa sem sova, que deixa fermentar por 24 horas na geladeira, quem sabe assim eu consigo fazer um pão comestível, hahaha. Se nem assim der certo desisto, rs.

    * Anne *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tive algumas dificuldades em fazer pães, até que peguei o jeito.
      Não desista mesmo. É muito prazeroso sentir a massa crescendo, sentir o aroma do pão assando e servi-lo bem quentinho, "ouvindo" o silêncio que toma conta do ambiente quando a família degusta o pão recém saído do forno. Impagável!
      Uma sugestão: deixe um pequeno potinho com óleo ao lado de sua massa e de vez em quando passe um pouquinho deste óleo nas mãos, como se estivesse hidratando as mãos, sem excessos. Assim você vai conseguir sovar a massa.
      Ou compre 2 espátulas e use-as para sovar o pão, fazendo movimentos de espalhar e juntar a massa, e usando a própria espátula para desgrudar a massa da outra espátula. Use estes truques até conseguir sovar de outra forma.
      Sucesso, sempre.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).