12 de abr de 2017

Queijadinha do Auli Junior



Queijadinha do Auli Junior 1

              Eu já havia publicado esta receita de queijadinha aqui, junto com outras receitas de queijadinha, mas a queijadinha do meu irmão Auli Junior é tão maravilhosa que merece uma postagem única.
              Quando eu fiz a queijadinha do meu irmão, eu fiquei meio frustrada porque não ficou igual à dele. Nem na aparência, muito menos no sabor.
              É até natural, já que a mão do chef, o toque pessoal de cada um realmente faz a diferença na execução de uma receita.
              Mas olhando bem as fotos que tirei quando fiz a receita dele para postar no blog, vi um erro crucial, que meu irmão nunca cometeria: troquei o queijo minas padrão pelo queijo da canastra, já ralado e industrializado. Meu irmão jamais faria isso. Ele é muito exigente com os ingredientes que usa. E isso faz TODA a diferença.
              A queijadinha com o queijo da canastra industrializado não ficou ruim, não. Mas sem dúvida, NÃO É a queijadinha do Junior. Foi mal, maninho. Perdoe a minha heresia!!!!!!
             Então atenção à escolha dos ingredientes.
             No final eu posto uma foto do queijo minas padrão, que é diferente do queijo minas frescal.
             Mas, na falta do queijo minas padrão, não deixe de fazer a queijadinha. Só procure comprar um queijo bom, 1/2 cura ou curado, e em pedaço, para poder ralar em casa. Também faz muita diferença ralar o queijo e o coco na hora. Eles mantém a umidade e o sabor.
             E para quem quer ver o resultado da receita com ingredientes diferentes acesse aqui.


Queijadinha do Auli Junior 2

              Massa:

              - 2 xícaras (das de chá, bem cheias) de farinha de trigo;
              - 2 colheres (das de sopa) de açúcar;
              - 100 g de manteiga gelada;
              - 1 colher (das de café) de bicarbonato de sódio;
              - 1 ovo.

              Misture a farinha, o açúcar, a manteiga e o bicarbonato de sódio, usando a ponta dos dedos.
              Ah! O bicarbonato é por minha conta. Gosto muito da crocância que ele dá à massa. Mas não exagere porque ai ele funciona como fermento e não queremos isso em massa de queijadinha ou de torta.

Queijadinha do Auli Junior 3

             Faça um farofão.
             Acrescente o ovo e misture, ainda com a ponta dos dedos para não deixar a massa elástica, até formar uma massa lisa e macia.
             Forre as forminhas de empada sem untá-las, fazendo uma camada bem fina de massa.
             Coloque o recheio e leve para assar até dourar.


              Recheio:

              - 1 lata ou caixa (395g) de leite condensado;
              - 3 gemas;
              - 1 coco grande ralado;
              - 1 colher (das de sopa) de manteiga;
              - 200 g de queijo minas padrão ralado.

              Rale o coco e reserve.
              Rale o queijo e reserve.
              Misture o leite condensado, as gemas, o coco ralado e a manteiga.

Queijadinha do Auli Junior 4

              Leve ao fogo, mexendo sempre, até aparecer o fundo da panela.
              Retire do fogo, junte o queijo ralado, misturando bem.
              Deixe esfriar antes de rechear as empadinhas. O queijo colocado fora do fogo já ajuda a amornar.
              Nunca coloque recheio quente em massas cruas.
              Coloque nas forminhas reservadas, com a massa crua, e leve ao forno médio, preaquecido.
              Asse até dourar.
              Pode desenformar quente.


Queijadinha do Auli Junior 5

                Queijo Minas frescal e queijo Minas padrão

                Queijo Minas frescal é o queijo branco, preparado com fermentos próprios, e que ainda está em processo de dessoração. Ou seja, tem alto teor de umidade, é de um branco intenso e deve ser consumido logo.
                O queijo Minas padrão nada mais é do que o queijo Minas curado. Para curar o queijo Minas frescal e transformá-lo em Minas padrão deve-se colocá-lo em lugar fresco e arejado, por no mínimo 15 dias, virando-o todos os dias.  Há caixas especiais para isso, com tela em todos os lados, para aerar bem o queijo e evitar o acesso de insetos.
                Depois de 15 dias o queijo recebe um tom amarelado, que pode ser bem clarinho (como o que comprei, bom, minhas fotos também não ajudam muito) ou mais escuro, fica com sabor, textura e aroma acentuados.
                A foto acima é do queijo Minas padrão.

Para ver outras receitas de queijadinhas e empadinhas doces acesse o Índice 6.



Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nenhum comentário:

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).