3 de out de 2012

Rocambole de arroz com recheio de frango


Rocambole de frango

               Nos fins de semana gosto de preparar lanches mais reforçados no lugar de preparar vários pratos.
               Gosto de preparar empadões, pastelões e rocamboles que possam ser consumidos frios ou quentes e que possam ser consumidos a qualquer hora, dependendo da disposição de cada um.
               E este fim de semana não foi diferente: fiz um rocambole.
               Minha ideia era a de fazer um rocambole suflê, mas por obra do acaso ou da providencia, errei ao fazer a lista de compras e acabei tendo que fazer um reaproveitamento de arroz cozido.
               Nada contra reaproveitamento de arroz, mas minha filha DETESTA.
               Tive que fazer sem que ela visse o que eu estava colocando no liquidificador.
               O resultado ficou tão surpreendente que minha filhota quase acabou com o rocambole sozinha, rsrsrs.


Rocambole de frango

                Massa:

                - 1 xícara (das de chá) de leite;
                - 1/2 xícara (das de chá) de azeite;
                - 1/2 xícara (das de chá) de creme de leite;
                - 1 dente de alho;
                - 1/2 cebola picada;
                - 3 ovos;
                - 1 colher (das de chá) de ervas finas desidratadas;
                - 2 xícaras (das de chá) de arroz cozido;
                - 2 colheres (das de sopa) de farinha de rosca;
                - sal a gosto;
                - 1 colher (das de sopa) de fermento em pó químico;
                - gema de ovo e gergelim a gosto.

                Bata tudo no liquidificador.
                As ervas finas desidratadas, neste caso, são: salsa, cebolinha, orégano, tomilho, alecrim e estragão. Já compramos o mix pronto.
                E o alho e a cebola eu substituo por temperos batidos no liquidificador (alho, cebola, pimentão e cheiro verde).

Rocambole de frango
             
               Unte um tabuleiro com margarina e forre com papel manteiga ou alumínio.
               Unte o papel também e polvilhe farinha de rosca.
               Despeje a massa e leve para assar.
               Desenforme sobre um pano de sacaria, espalhe o recheio e enrole.
               Deixe esfriar enrolado.


                Recheio:

               - 1 peito de frango cozido e desfiado;
               - 1 cenoura cozida no vapor e ralada;
               - champinhons e azeitonas verdes a gosto;
               - 1 lata de milho verde;
               - molho de tomate a gosto;
               - opcional: 1 vidro de requeijão ou creme de leite.

               Gosto de cortar o peito de frango em 5 pedaços.
               Assim o tempero penetra melhor, o frango cozinha mais rápido e desfia com mais facilidade.

Recheio de frango

               Depois de desfiar o frango, acrescente um pouco mais de temperos, refogue até secar totalmente o caldo e junte o milho e o creme de leite e/ou requeijão.
               Rale a cenoura, pique os champinhons e as azeitonas e misture os outros ingredientes (ou espalhe por cima).
               Dê liga com o requeijão.


                Cobertura:

                - 500 g de batatas;
                - sal a gosto;
                - maionese e requeijão a gosto;
                - 1 gema de ovo cozida e amassada com um garfo.

                Desenrole o rocambole, corte as extremidades e passe para uma travessa que possa ir ao forno.
                Cozinhe as batatas no vapor e passe pelo espremedor.

Cobertura de batata e maionese

                 Tempere com sal, acrescente a gema amassada, o requeijão e a maionese.
                 Espalhe o purê de cobertura, unte as mãos com azeite e alise a cobertura.
                 Pincele uma gema crua desmanchada em azeite e salpique gergelim.
                 Sirva a seguir ou leve ao forno até dourar.


         
                 Os legumes podem se cozidos em escorredor de macarrão ou em cuscuzeira, mas gosto desta cestinha de inox.
                 O único inconveniente é que ela é pequena.

Cobertura de batata e maionese

               Esta cestinha que tem pezinhos e é encaixada em uma panela comum com pouquíssima água no fundo. A água não deve tocar nos legumes, só o vapor.
               Ela cozinha os legumes em poucos minutos.
               Ela preserva o sabor e no caso das batatas, ainda impede que elas fiquem encharcadas como ficam quando cozidas mergulhadas em água.

Para acessar outras receitas de rocambole salgado e lanches acesse Índice 5.



Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


2 comentários:

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).