23 de jan de 2014

Pamonhas doces e salgadas


Pamonhas doces e salgadas 1

              Hoje tive minha primeira experiência com pamonhas.
              Não sou muito fã, mas sou curiosa, gosto de aprender novos pratos e minha mãe gosta muito de pamonhas.
              Segundo ela, meu avô comprava fardos com 100 espigas e minha avó ficava horas preparando vários pratos com o milho verde, inclusive as pamonhas.
              Não cheguei a provar a pamonha que minha avó fazia, mas lembro-me dela fazendo muitos doces e pratos variados a cada fim-de-semana.
              Enfim, como uma forma de resgatar estas lembranças, lá fui eu para a cozinha.
              A primeira até que foi fácil, mas a segunda...
              Acho que peguei uma palha mais grossa e não vi que se formou uma prega na parte interna do copinho.
              Conclusão: pamonha para todo lado e a minha mãe rindo muito na sala. Afh!
              Mas não me dei por vencida!!!!!!
              E as pamonhas saíram...
              Quando farei de novo?!?!?!?!?!?!?!?!
              Quando tiver muitos saquinhos feitos na máquina de costura!!!!!!!!





Pamonhas doces e salgadas 2

              Receita 1:

             - 25 espigas de milho;
             - 700 g de açúcar;
             - sal a gosto;
             - 100 g de manteiga derretida.

             Com uma faca, corte as extremidades de cada espiga de milho e solte as palhas cuidadosamente porque elas formarão o saquinho onde será colocada a massa de pamonha para cozinhar.
             Raspe o milho da espiga e bata no liquidificador com pouca água.

Pamonhas doces e salgadas 3

              Prepare as tiras que irão amarrar os saquinhos, desfiando algumas palhas de milho, formando tiras e emendando duas a duas ou três a três.
              Peneire o milho batido duas vezes, coloque em uma bacia e misture os outros ingredientes, a manteiga derretida ainda quente.
              Para fazer a embalagem, pegue a palha do milho, dobre para fazer um copinho.

Pamonhas doces e salgadas 4

              Coloque a massa dentro e feche com outra palha.
              Dobre e amarre. Trance para não soltar a palha e faça um nó bem apertado.
              Coloque um panelão de água para ferver.
              Quando a água estiver fervendo coloque as pamonhas dentro.
              Depois de 45 minutos em fogo alto e as pamonhas estão cozidas.

              Escolha as palhas intermediárias do milho.
              As primeiras palhas são mais rijas e difíceis de dobrar. E na hora da dobra podem formar pregas na parte interna suficientes para deixar a massa vazar.
              As 2 últimas, mais próximas aos grãos, são muito flexíveis e rasgam fácil. São ótimas para formar as tiras que irão amarrar os saquinhos.
              As palhas melhores para fazer os saquinhos são da terceira palha em diante.




Pamonhas doces e salgadas

              Receita 2, salgada:

             - 10 espigas de milho;
             - 1 xícara (das de chá) de água;
             - 1 colher (das de sopa) de manteiga;
             - sal a gosto;
             - pimenta a gosto.

             Com uma faca, raspe o milho da espiga e bata no liquidificador com a água
             Tempere com sal e pimenta do reino e junte a manteiga derretida. Reserve!


               Recheio:

              - 2 filés de peito de frango;
              - 10 fatias de bacon picadas;
              - 2 tomates grandes;
              - 1 cebola média;
              - 50ml de azeite;
              - cheiro verde a gosto;
              - 100 g de queijo meia cura ralado.

               Corte o bacon em pedaços.
               O filé de peito de frango já deve ser previamente cozido com água, sal e cebola.
               Depois é só desfiar, misturar com o bacon picado, e refogar no azeite, com um pouco de cheiro verde e tomate.
               Misture esse recheio com a massa do milho e o queijo meia cura ralado.
               Para montar as pamonhas, use as palhas para fazer os saquinhos.
               Preencha só até a metade.
               Com outra, feche por cima e amarre com uma tira.
               Numa panela, com água fervendo, coloque os saquinhos.
               Deixe cozinhar por 20 minutos.
               Você pode servir dentro dos saquinhos ou retirar e cortar em pedaços.

            Importante: a água deve estar realmente fervendo para receber as pamonhas, caso contrário elas vão se desfazer.




               Como empacotar as pamonhas

               Este passo a passo achei na internet.
               A diferença deste passo a passo para o meu é que, depois de dobrar a primeira palha eu já enchi o copinho recém feito.
               E neste passo a passo uma segunda palha é enrolada (imagens de 6 a 9) e encaixada dentro do copinho. É um belo reforço para evitar que a massa da pamonha escorra, já que, eventualmente, pode-se abrir brechas na parte interna dos copinhos.

Pamonhas doces e salgadas

         
              Depois de encaixar a segunda palha dentro do copinho formado pela primeira palha, já amarre com a fita feita com a própria palha de milho.
              Só então coloque a massa da pamonha (imagem 12), encaixe a terceira palha (imagem 13), dobre e amarre (imagens 14 e 15).




              Mas, se você não tiver tanta habilidade (confesso que minha cozinha ficou salpicada de pamonha na minha primeira tentativa...), e tiver uma máquina de costura à disposição, costure os saquinhos sempre usando a palha do milho.

             Estas fotos me foram cedidas pela Maria de Lourdes, do blog Coisas cá de casa, e mostram como fazer os saquinhos para cozinhar as pamonhas.
             É, com estes saquinhos minha mãe pode ter esperanças de comer pamonhas feitas em casa de novo!!!!
             Muito obrigada, Maria de Lourdes, por sua gentileza e generosidade.
             Quem quiser ver a receita da Maria de Lourdes clique aqui.


Pamonhas doces e salgadas


Pamonhas doces e salgadas


Pamonhas doces e salgadas


Para ver outras receitas com sobremesas, cuscuz e gelatinas acesse o Índice 6.




Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


4 comentários:

  1. Está bem explicado, só não faz quem não quiser. Na próxima vez que fazer experimenta colocar um pedaço de queijo fresco na pamonha doce, fica uma delícia!
    Aqui a plantação de milho já está penduando, logo, logo temos milho para colher, sempre em fevereiro é tempo de colheita do milho. :w

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, você deve morar no paraíso. A casa onde moro tem um bom quintal, mas cada pedacinho já está ocupado com várias árvores frutíferas.
      Adoraria ter milho e cana também. Lembranças de infância nas fazendas e sítios de parentes.
      Com certeza vou experimentar colocar o queijo. Na verdade fiquei tão nervosa preparando os saquinhos que esqueci do queijo branco, que ficou na geladeira.
      Obrigada, querida, por suas palavras.
      Seja sempre bem-vinda.
      Beijos. :

      Excluir
  2. Bem parecida com a pamonha doce da minha mãe, porém na dela tinha leite também e uma fatia de queijo meia cura. O segredo é não usar leite desnatado, fica mais gostoso com o leite integral, melhor ainda com o de saquinho que tem mais gordura...O puro creme do milho, deu até água na boca!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom poder trazer a memoria lembranças felizes!
      Fico feliz em saber que trouxe estas lembranças e também as dicas preciosas sobre como a sua mãe fazia.
      Amo aprender. Muito obrigada.
      Sou do tempo das garrafinhas de leite (Afh! Entreguei minha idade, rsrsrs). E se formava uma camada de nata na boca da garrafa. Ô infância feliz!!!!
      Obrigada pelo carinho em comentar.
      Beijos.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).