13 de nov de 2014

Bala de goma azedinha


Bala de goma azedinha 1

                Gosto muito de fazer balas e bombons em casa, embora não o faça tão frequentemente.
                Minha família e principalmente meus filhos valorizam muito tudo o que preparamos em casa.
                Acreditamos mesmo que cozinhar é muito mais do que preparar refeições, cozinhar é um ato de amor.
                É realmente perceptível a diferença entre um prato preparado com amor e carinho e um daqueles que costumamos chamar de "embrulha e manda".
                "Embrulha e manda" é aquele prato que fazemos porque temos que fazer ou fazemos com pressa, sem muita atenção. O sabor fica diferente e as pessoas sentem.
                Estas balinhas são rápidas de fazer.
                O mais difícil é desenformar e lavar as forminhas depois...
                E são deliciosas e um encanto para os olhos.



Bala de goma azedinha 2

                Ingredientes:

                - 1/2 copo (tipo requeijão) de água, para hidratar a gelatina;
                - 4 colheres (das de sopa) de gelatina sem sabor em pó;
                - 2 xícaras (das de chá) de açúcar;
                - 200 ml de água;
                - 3 colheres (das de sopa, 25 g) de sucos em pó variados ou gelatinas com sabor;
                - 1 colher rasa (das de café) de ácido cítrico;
                cobertura:
                - 1 colher (das de sopa) de amido de milho;
                - 3 colheres (das de sopa) de açúcar refinado;
                - 1 colher (das de café) de ácido cítrico para dar sabor.

                Numa panela coloque o açúcar e a água e leve para o fogo médio até que atinja a consistência de fio fino.

Bala de goma azedinha 3


                Se tiver dúvida no ponto da calda, coloque um copo com água fria ao lado da panela e pingue algumas gotas.
                Junte a calda e forme uma bolinha.
                Retire do copo e se a bolinha perder a forma sob pressão mínima, a calda está no ponto.
                Esta calda quando resfria, tem a textura de uma bala mole – este é o ponto de desligar. 
                Hidrate a gelatina em 1/2 copo de água em temperatura ambiente.
                Deixe por 3 minutos depois derreta a gelatina em banho-maria ou no microondas.
                Deve somente derreter, não ferver.
                Quando a calda de açúcar parar de borbulhar já está na hora de acrescentar o suco ou gelatina com sabor e o ácido cítrico.
                Misture muito bem e junte a gelatina sem sabor hidratada e dissolvida.
                Junte corante na cor escolhida, se achar necessário.
                A receita que fiz com o pó para refresco não precisou de corante, mas as receitas feitas com gelatina ficam bem translúcidas sem o corante.
                Faça o teste e se a balinha translúcida agradar, não acrescente o corante.

Bala de goma azedinha 4

                Unte forminhas de acetato para chocolate com óleo e coloque a massa da bala.
                Nas forminhas que escolhi coloquei 1 colher, das de café, de massa em cada cavidade, com exceção do ursinho que usei 1 1/2 colheres, das de café.
                Não precisa levar para gelar, elas endurecerão naturalmente fora da geladeira.
                Aliás, antes mesmo de preencher todas as forminhas, a massa vai endurecer.
                Não tem problema, basta colocar o potinho com a massa em banho-maria até que esteja líquido o suficiente para terminar de preencher as forminhas. Cada receita preenche 8 a 9 forminhas de acetato e só é necessário aquecer a massa para preencher a última forminha.
                Numa vasilha, misture o amido de milho com açúcar e o ácido cítrico.
                Desenforme as balinhas e envolva muito bem todas as balinhas nesta mistura.
                Outra opção é untar um pirex ou forma de alumínio com óleo, despejar a massa e levar para gelar por 20'.
                 Desenforme e recorte com cortadores de biscoito, faca ou tesoura passando na mistura de açúcar, maisena e ácido cítrico.



Bala de goma azedinha 5


                Varie os modelos de suas balas.
                Fiz usando forminhas em formato de coração, de lacinho, que mais parece uma borboleta (o açúcar que envolve as balinhas mascara alguns detalhes), gotinha (a popular jujuba) e ursinho.
                Crie à vontade!!!!!


Bala de goma azedinha 6

                Depois de fotografá-las, guardei minhas balinhas em um pote com tampa bem ajustada e consegui mantê-las soltinhas por cerca de 20 dias.
                Passado este tempo elas continuaram deliciosas, mas amoleceram um pouco, sem derreter (como algumas balas de açúcar e gelatina preparada da forma tradicional) e começaram a grudar um pouco umas nas outras.
                 Se você pretende comercializar, indique como prazo de validade, 10 dias, para ter uma margem de segurança tanto para você, quanto para seu cliente. E acondicione muito bem as balinhas, em sacos plásticos bem fechados.
               Se não tiver uma embaladora à vácuo, use o ferro de passar roupas para fechar o saquinho.
               Coloque as balinhas no saquinho, retire o máximo de ar possível, coloque um pano na borda do saquinho e passe o ferro morno, quase frio, sobre esta área, com movimentos rápidos.
               Só não deixe o ferro fixo, porque derrete o saquinho. Passe o ferro, leve e rapidamente, 2 ou 3 vezes na borda do saquinho protegido pelo pano de prato.

Selando saquinhos plásticos



Bala de goma azedinha 5


                O ácido cítrico é um antioxidante usado como conservante natural.
                Ele previne o escurecimento enzimático de alimentos cozidos e de frutas e legumes, atua como estabilizante de laticínios em geral, queijos e requeijões, proporciona uma refrescante acidez em doces e sobremesas, e é largamente usado na indústria alimentícia por todas estas qualidades, principalmente de conservação dos alimentos, incluindo sabor, cor e textura.

Para ver outras receitas de balas e doces de cantina acesse o Índice 3.





Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


10 comentários:

  1. Se usar gelatina com sabor precisa usar açucar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a receita pede as duas gelatinas: sem sabor e com sabor.
      E a base da receita é a calda de açúcar. É nela que serão misturadas as gelatinas.
      Beijos.

      Excluir
  2. Posso tirar o ácido cítrico para fazer uma bala que não seja azeda? Ou ele serve para outra coisa? A bala pode ficar fora da geladeira?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Éllen.
      O ácido cítrico é um conservante, mas aqui nesta balinha a maior função é o sabor azedinho. Você pode retirá-lo, sim.
      E mesmo sem ácido cítrico a bala vai ficar perfeita por cerca de 20 dias em um pote bem fechado, fora da geladeira. Guardei as minhas em uma cristaleira.
      Depois de 20 dias elas ainda tem sabor, mas começam a amolecer e grudar umas nas outras, sem soltar líquido, como acontece com as gelatinas preparadas tradicionalmente (com mais água).
      Sucesso.

      Excluir
  3. Oque pode substituir esse ácido?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na cobertura nada, Debora. Misture apenas o amido com o açúcar.
      Na massa você pode substituir por suco de 1/2 limão ou não colocar nada. O ácido cítrico ou o suco de limão agem como conservante e saborizante, mas as balinhas vão durar mesmo sem o ácido cítrico, só não vão ser mais azedinhas.
      Sucesso.

      Excluir
  4. Queria usar tamarindo que é bem azedo, pois tem ácido tartarico. Poderia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito que sim. Experimente fazer uma gelatina com o tamarindo (nunca tentei), 1/2 xícara de suco de tamarindo para 1 colher, das de sopa, de gelatina incolor. Se solidificar, com certeza vc vai conseguir fazer a bala. Algumas frutas impedem a gelatina de endurecer. Abacaxi in natura é uma, para solidificar é preciso cozinhar o abacaxi antes. As enzimas do abacaxi cru dissolvem a gelatina. Mamão é outra que não deixa a gelatina endurecer. Se o tamarindo ficar firme com a gelatina, a bala vai dar certo.
      Sucesso.

      Excluir
    2. Eu uso pasta de tamarindo .É cozida por uma hora em fogo brando e vai um pouco de açúcar. Menos que na geleia, mas o suficiente pra ajudar a conservar. É o jeito de conservar pra fazer suco sem precisar pasteurizar a polpa.
      Receita de minha mãe. Porém esta pasta "base" serve pra uma porção de receitas com tamarindo. Por ser cozida com açúcar atenua um pouco a acidez. Tenho 500 pra de tamarindo e a partir deste ano vou colher tudo.

      Excluir
    3. Nossa, Sérgio, é muito tamarindo! Eu amo e ainda quero fazer muitas receitas com tamarindo.
      E depois do que você contou, acho que vou transformar minhas mudas em bonsai.
      Faça o teste como falei, usando um pouco de gelatina incolor, e depois me conte. Você faz aquelas balinhas tipo bolinha? Mande teu email para receitasdetodosnos@gmail.com. Não sei quando, mas uma hora vou querer experimentar esta pasta.
      Abraços.

      Excluir

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).