Achocolatado caseiro     Coquetéis de frutas     Suco e licor de tamarindo     Refrigerante caseiro de laranja     Maçãs e peras em compota     Salada de frutas     Filhós com calda de especiarias     Filhós da vó Anayde     Bolo quindão     Pudim de coco do Auli Jr     Pudim de laranja     Frozen iogurte e sorvete de manga     Suco e sorvete de pêssegos     Arroz de bacalhau     Baião de dois     Frango à passarinho com gengibre     Fricassé de frango     Carne assada no licor de amoras     Batatas ao forno     Salada Caprese     Salada crua com maionese de tangerina     Salpicão de frango     Caldeirada de cação com frutos do mar     Camarão com caju     Camarão no coco verde     Camarão com chuchu     Peixe com quiabo     Torta salgada de ano novo     Fogazza frita     Pizza da Beatriz     Sanduiche de forno     Soborô do jantaro     Tortilhas e nachos     Meus segredos
Clique em cada imagem para acessar a receita correspondente e na última imagem acesse o Mapa do blog.

25/03/2015

Sorvete de acerola


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     

Sorvete de acerola 1

                Gosto de fazer sorvetes caseiros e de colecionar receitas.
                Uma das minhas preferidas é a de sorvete industrial da Luzinete Veiga.
                Mas a receita dela leva leite como base e pó saborizante industrial, já que a ideia é a comercialização.
                Então resolvi adaptar a receita dela ao meu desejo de ter um sorvete de frutas caseiro bem saboroso e à farta oferta de frutas no meu quintal. Bom, farta no sentido de que cada árvore produz muitos frutos, mas é uma pena que o terreno não é tão grande para ter mais frutíferas.
                 Depois da primeira adaptação, fiz uma segunda tentativa para obter um sorvete com mais sabor de frutas e mais cor natural.
                 O resultado está aqui.
                 Para ver outras receitas de sorvete e complementos acesse o Índice 1.



Sorvete de acerola 2

            1ª etapa:
            - 500 ml de polpa concentrada de acerola;
            - 1 colher (das de chá) de liga neutra;
            - 1 xícara (das de chá) de açúcar.

            Se tiver as frutas à disposição, higienize-as muito bem e bata no liquidificador sem água (comece batendo poucas frutas, para formar uma certa quantidade de líquidos, e junte as frutas restantes).
            Se for usar suco concentrado engarrafado ou polpa congelada, bata 1 maçã vermelha grande com casca e sementes para cada 500 ml de suco para encorpá-lo.
            Coe o suco e torne a colocar no liquidificador com o açúcar e a liga neutra.


Sorvete de acerola 3

                Bata por 3 minutos e despeje em uma forma de alumínio.
                Leve ao congelador, coberto com filme plástico, e espere endurecer.
                Enquanto isso, prepare uma calda com 400 ml de polpa concentrada e 200 g de açúcar refinado, para reforçar o sabor e a cor do sorvete.
                Deixe a calda esfriar.

Sorvete de acerola 4
           
               2ª etapa:
               - 1/2 lata de leite condensado;
               - 1 caixinha de creme de leite;
               - 1 colher (das de sobremesa) de emulsificante;
               - a calda reservada
               - a base congelada picada em cubinhos.

              Pique a base congelada com uma faca e coloque os pedaços na tigela grande da batedeira.
             Adicione os ingredientes restantes e bata por 12 minutos (comece na velocidade mais baixa e vá aumentando).
             Vai virar uma massa enorme e fofa.
             E repare que a linda cor coral da base vai clarear bastante.
             Eu não quis acrescentar corante para não mascarar o sabor do sorvete, mas se quiser coloque algumas gotinhas de corante, mas não muita. O sorvete escurece levemente depois de gelar.
             Coloque em pote de sorvete ou pote plástico e tampe.
             É importante que o pote fique cheio até a boca para não criar cristais de gelo.
            Caso o pote seja maior que a quantidade de sorvete, coloque um pedaço de filme plástico encostado na massa antes de tampar.
             Leve para congelar por 12 horas.



             Esta aqui é a segunda adaptação, que me rendeu um sorvete com mais sabor da fruta e uma cor mais forte também, sem adição de corante.

Sorvete de acerola sem leite condensado 1

             A primeira modificação a ser feita é na calda que será acrescentada na segunda etapa.
             Quando fiz a calda para o primeiro sorvete, usei apenas 1 xícara, das de chá, de açúcar já que o sorvete levaria leite condensado na segunda etapa.
             Mas neste aqui eu retirei o leite condensado e o creme de leite, então fiz a calda com o dobro de açúcar.

Sorvete de acerola sem leite condensado 2

             Calda a ser adicionada na segunda etapa:

             - 400 ml de polpa concentrada da fruta escolhida;
             - 2 xícaras (das de chá) de açúcar.

             Leve ao fogo e deixe ferver até reduzir o líquido pela metade.

             2ª etapa do sorvete:

             Prepare a mesma base que preparou para a primeira receita, batendo 500 ml de polpa concentrada de acerola, 1 colher, das de chá, de liga neutra e 1 xícara, das de chá, de açúcar no liquidificador.
             Coloque em uma forma, cubra com filme plástico e leve ao congelador até endurecer totalmente.
             Desenforme, corte em cubos e coloque na batedeira.

Sorvete de acerola sem leite condensado 3

             Acrescente 1 colher, das de sobremesa de emulsificante para sorvete e a calda já totalmente fria.
             Bata até a massa chegar na borda da tigela da batedeira.
             Passe para um pote plástico e leve para gelar por 12 h.



             Faça as suas próprias experiências mudando a fruta, misturando frutas, adicionando especiarias como cardamomo, cravo, canela em pau, aniz estrelado, noz moscada (tempere a calda com uma ou mais especiarias).
             Enfim, lembre-se sempre da liga neutra na primeira etapa e do emulsificante na segunda etapa e faça as suas próprias criações.


             Algumas frutas, como a goiaba, a manga e a acerola produzem um suco grosso, espesso, encorpado, principalmente quando batidas com pouquíssima ou nenhuma água.
             E outras tem o suco mais ralinho, mais fluído, menos encorpado, caso da uva, da pitanga, do maracujá, da jabuticaba.
             Para dar uma encorpada nestes sucos e para diminuir a acidez das frutas cítricas, bata 1 maçã vermelha para cada 500 ml de polpa de fruta.
             Como estamos fazendo um sorvete de massa, portanto mais cremoso, o ideal é ter uma base sem cristais de gelo e mais macia para ser batida na batedeira. A maçã vermelha tem um sabor quase neutro e um perfume leve, que não irão interferir no sabor de qualquer fruta. Só irá acrescentar textura e amenizar a acidez das mais ácidas.
Para ver outras receitas de sorvete e complementos acesse o Índice 1.






Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Comentários ofensivos não serão publicados. Discordar é saudável, ofender não.
Propagandas e links externos também não serão publicados.
Seja sempre muito bem-vindo(a).

8 comentários:

  1. Vou testar sua receita!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Sheila. Sei que você vai amar!!!!!!
      Seja sempre bem-vinda.

      Excluir
  2. Eu tenho acerola vou testar esta receita achei interessante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza de que vai amar o resultado.
      Sucesso e seja sempre bem-vinda(o).

      Excluir
  3. Excelente suas receitas. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho do seu comentário.
      Seja sempre bem-vinda(o).

      Excluir
  4. Fiz a receita usando a polpa da fruta fresca, a qual tenho em casa. Ficou uma delícia! Minha dúvida é que o meu sorvete tem ficado muito cremoso, a ponto de começar a derreter logo após tirá-lo do congelador. Queria saber o que estou adicionando a mais ou a menos, a liga neutra ou o emulsificante? Podem me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luciana.
      Que bom que você gostou da receita e o melhor é que você tem a fruta em casa. Sei como é gostoso poder colher as acerolas no quintal. O sabor é muito melhor.
      Com certeza não é a liga neutra porque a função dela é ligar mesmo os ingredientes.
      É o emulsificante. Procure usar uma colher medida para ter a certeza de que está colocando a quantidade certa ou diminua um pouco a quantidade de emulsificante.
      Você pode também tentar bater um pouco menos o sorvete depois que colocar o emulsificante, mas teste primeiro reduzir um pouco o emulsificante.
      Uma outra receita que funciona muito bem com a acerola é o Sorbet de pêssegos. É só uma dica, porque o resultado é diferente do sorvete de massa.
      Abraços e se precisar escreva novamente.
      Sucesso, Gisele.

      Excluir