20 de jan de 2012

Panquecas variadas



Panquecas variadas


              Sabe aquelas receitas que a mamãe faz tão bem que você nem pensa em aprender os detalhes?
              Pois é, isso aconteceu comigo e com as panquecas.
              Mamãe fazia tão rapidinho, não importando as quantidades (minha mãe já fez 2 tabuleiros grandes de panquecas, em uma ocasião em que ela esperava 20 pessoas para o almoço e apareceram mais 10 ou 15) que eu apenas copiei os ingredientes em meu caderno, sem me preocupar com o modo de fazer.
              Quando casei e resolvi fazer as panquecas pela primeira vez, não lembrava se os ovos eram batidos separadamente, claras em neve, ou se tudo junto, no liquidificador.
              Então bati as claras em neve, como para omelete suflê.
              As panquecas ficaram maravilhosas, mas para fritar foi um auê. A massa ficou tão fofa que, para virar foi muito difícil.
              Por mais saborosas que elas ficassem, hoje prefiro fazer da maneira mais prática: liquidificando a massa.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nhoques especiais

Nhoques especiais


              Estas são algumas receitas diferentes de nhoques, aprendidas em programas de televisão, que colecionei ao longo dos anos.
              Costumo guardar aquelas receitas que têm chance de agradar aqui em casa.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nhoques básicos

Nhoques de batata


              Semana passada resolvi fazer nhoque e a receita escolhida foi uma que meus pais faziam sempre.
              Sim, meu pai também gostava de cozinhar!
              Mas, levei anos sem fazer esta receita porque, com medo de errar a mão na hora de colocar a farinha, eu sempre acabava colocando farinha de menos e, é claro, o nhoque desandava.
             Quando eu conseguia modelar e cozinhar as bolinhas, elas ficavam tão macias, para não dizer "moles", que na hora de gratinar virava uma lindo bolo de batatas.
             Ou ficava tão mole que eu desistia de cozinhar as bolinhas e partia logo para fazer o bolo de batatas.
             Foi quando aprendi uma receita do Álvaro Rodrigues.
             Na receita dele, além de se cozinhar a batata, também cozinha-se a massa de nhoques, o que facilita na hora de modelar os tais. E a massa é tão deliciosa, que já fiz até salgadinhos com ela.
             Depois de fazer a receita do Álvaro algumas vezes, me senti mais segura para resgatar a receita de minha familia.
             E ficou maravilhosa!!!!!!!!!!!!!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


12 de jan de 2012

Docinho de nozes


Docinho de nozes


              Esta é uma nova postagem, mas também é um complemento de uma outra postagem, Docinhos nozes fingidas, e aqui vou mostrar como modelar docinhos usando as cascas das nozes previamente preparadas.
              A massa de docinhos que eu fiz para mostrar este passo a passo, foi feita com avelãs, que era o que eu tinha em casa, mas é claro que pode ser feita com nozes, castanhas de caju, castanha do Pará e até avelãs.
             Como as cascas das nozes são rígidas, ao contrario da formas de pvc e de acetato, pensei que fosse encontrar dificuldades para desmoldar os doces. Mas foi muito fácil e rápido.
             E o que é melhor, posso guardar cascas de 10 nozes, 20 metades, em um simples frasco de plástico. Eu guardei as minhas em uma embalagem vazia de fermento em pó.

              Uma lembrança de infância: minha tia Teka costumava fazer tartaruguinhas com as cascas de nozes. Ela simplesmente amassava o papel fino que embalava os pães, preenchia as cascas com as bolinhas de papel amassado, puxando uma ponta para fazer a cabeça e os membros. Depois pintava dois olhinhos com caneta.
               A tia Teka era muito criativa. Ô saudades!!!!!!!!!!!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros