3 de mai de 2017

Cuscuz de arroz



Cuscuz de arroz 1

                Durante muito tempo eu só conhecia 2 tipos de cuscuz: o de milharina e o de tapioca.
                Com o passar do tempo, descobri o cuscuz paulista e o marroquino.
                Até que um dia aprendi a fazer farinha de arroz e a minha mãe se lembrou do cuscuz de arroz que a mãe dela fazia.
                Então lá fui eu descobrir como preparar o tal cuscuz e amei!!!!
                É fácil de fazer, leve e o mais trabalhoso (mas nem tanto assim) é preparar a farinha.
                Então, mãos à obra!
                Ah! E foi a primeira vez que usei um funil encaixado na válvula da panela de pressão para cozinhar o cuscuz.


Cuscuz de arroz 2

                 Ingredientes:

                 - 2 xícaras (das de chá) de flocão de arroz;
                 - 3/4 xícara (das de chá) de água;
                 - 1 colher pequena de sal;
                 - coco ralado fresco a gosto;
                 - margarina para untar.

                 Misture o flocão, o sal e a água.

Cuscuz de arroz 3

                 Deixe hidratar por 20'.
                 O flocão deve ficar úmido, mas ainda ficar soltinho como areia fina molhada (veja a segunda imagem).
                 Coloque água para ferver na parte inferior da cuscuzeira ou em uma panela de pressão, se a válvula for do tipo que se solta.
                 Misture com um garfo para deixar como farofa bem soltinha.
                 Junte o coco ralado, misturando com o garfo.
                 Unte a cuscuzeira ou um funil e coloque a massa sem pressionar.
                 Coloque sobre a cuscuzeira e deixe cozinhar por 3'.
                 Se estiver usando o funil, encaixe-o na válvula da panela e deixe o cuscuz cozinhar por 3'.
                 Desenforme o cuscuz e sirva com manteiga ou com leite misturado com leite de coco.


                  Flocão de arroz

                  A quantidade abaixo rende 1 cuscuz em um funil grande.
                  Nada impede que você prepare a farinha ou flocão com 1 kg ou mais de arroz e guardá-la em um pote com tampa, em um armário longe da umidade.
                  Assim, você terá sempre o flocão para preparar um cuscuz.

Cuscuz de arroz 4

                Lave bem 1 xícara, das de chá, de arroz e deixe de molho em água filtrada, por uma noite.
                Coloque em uma peneira e deixe escorrer toda a água.
                Espalhe os grãos de arroz em um tabuleiro forrado com um pano de prato limpo e seco e deixe secarem. Se possível coloque ao sol para secarem bem.
                 Leva cerca de 2 dias quentes para secarem. è a parte mais complicada.
                 Os grãos devem estar bem sequinhos para se obter um flocão bem soltinho.
                 Quando  o arroz estiver bem seco, coloque no liquidificador e bata por cerca de 8'.
                 Passe por uma peneira e torne a bater os resíduos que ficarem na peneira, se houver.



                  Se não tiver um funil grande ou se a sua panela de pressão não tiver uma válvula que se solte, use o método abaixo para cozinhar o cuscuz.

Cuscuz de arroz 5

                Separe uma leiteira ou panela e um prato que se encaixe na boca da panela escolhida.
                Coloque água nesta panela e leve para ferver.
                Ajeite a massa no prato fundo, embrulhe em um pano de sacaria e amarre o pano na parte de trás do prato.

Cuscuz de arroz 6

                Encaixe o prato na boca da panela, deixando a parte interna, com a massa de cuscuz, em contato com o vapor de água e a parte de trás, onde o pano foi amarrado, para o lado de fora da panela.
                Deixe o cuscuz cozinhar por 3', desembrulhe e sirva.

Para ver outras receitas de cuscuz, sobremesas e gelatinas acesse o Índice 6.





Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Nenhum comentário:

Sua opinião sobre o nosso espaço é muito importante.
Por isso sinta-se à vontade para registrá-la. Ou use esse espaço para tirar dúvidas ou deixar sugestões.
Seja sempre bem-vindo(a).