26 de fev de 2014

Carne seca na moranga



Carne seca na moranga 1

               Se carne seca com abóbora já é muito bom, carne seca na moranga com requeijão ou catupiry é p'rá lá de bom!!!!!!
               E faz uma bela figura!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


18 de fev de 2014

Rosca de passas com castanha de caju




Rosca de passas com castanha de caju 1

                Quando minha mãe trouxe esta receita que a irmã dela, tia Eneida, costuma preparar, confesso que duvidei que fosse dar certo.
                É o hábito de fazer roscas com fermento para pão.
                Ai, quando a receita diz que o fermento a ser usado é o fermento para bolo, minha primeira impressão é a de que a massa é mole demais para modelar.
                Ainda bem que sou muito curiosa!!!!!
                Ficou uma delícia de ver e de comer!!!!!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


12 de fev de 2014

Cozido com pirão



Cozido com pirão 1


                Tenho lido muito a respeito da origem de alguns pratos e a verdade é que, na maioria das vezes, é quase impossível se determinar a verdadeira origem de algumas receitas.
                Com o cozido não é diferente.
                Dizem que a origem é portuguesa, outros que é judaica...
                Em uma coisa podemos concordar: cozido é um prato para reuniões familiares e, apesar da demora no preparo, é um prato muito prático, já que carnes e legumes são preparados juntos e é um prato que só ganha em sabor quando é requentado.
                Além disso, a receita serve mais como um fio condutor, já que a escolha das carnes e dos legumes certamente seguirá o paladar de cada família.
               Geralmente leva carne de boi fresca e seca, de aves e de porco.
               A escolha dos cortes e do tipo de carne é bastante pessoal.
               Aqui vai a minha escolha.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


6 de fev de 2014

Vaca atolada



Vaca atolada 1

               Vaca atolada é um bom exemplo do bom humor do brasileiro, principalmente na hora de criar apelidos interessantes.
                E pensando bem, é um nome bem apropriado, já que o aipim forma um caldo tão grosso que quando amorna "aprisiona", "atola" os pedaços de costela.
                Seja qual for a origem do nome tão criativo, mãos à obra e delicie-se.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


4 de fev de 2014

Doce de pão da vó Anaide



Doce de pão da vó Anaide 1

               Já falei algumas vezes que minha avó materna, Anaide, era recicladora por natureza.
               E uma doceira de mão cheia.
               Era uma formiguinha. Herança da época dos engenhos, quando os doces das mesas brasileiras eram muito, mas muito mais doces do que hoje em dia.
               Algumas receitas ainda me espantam por causa da quantidade de açúcar.
               Esta também me espantou, mas nada que não possa ser contornado.
               Não há como preparar o doce sem colocar tanto açúcar. A calda não vai chegar no ponto.
               Mas há como diluir a calda no final do preparo, tornando o doce mais saboroso e saudável
               E de quebra, tornamos aqueles pãezinhos que sobraram de ontem tão apetitosos, quanto os que acabaram de sair do forno.
               Cada um no seu "estilo"!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros