25 de fev de 2015

Ovos moles de canequinha


Ovos moles de canequinha 1

                Mais uma das sobremesas conventuais portuguesas.
                Existem inúmeras receitas/variações, inclusive aquele que conhecemos como baba de moça, que leva leite de coco e manteiga também.
                Os ovos moles são uma tradição na cidade de Aveiro, que ainda não conheço. Ainda!
                E lá são servidos dentro de folhas de hóstia moldadas em formato de conchas e peixes ou são vendidos em lindas barriquinhas de madeira pintada com paisagens da cidade.
                Por aqui estas hóstias moldadas não são facilmente encontradas.
                E embora o contraste do recheio com a massa deva ficar muito bom, as nossas canequinhas não fazem má figura!



Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


18 de fev de 2015

Lula empanada e arroz de lula



Lula empanada e arroz de lula 1

                Ganhei algumas lulas de meu cunhado Ermino.
                A intenção era fazer uma caldeirada, mas um imprevisto fez com que ele e minha irmã Leticia voltassem para casa mais cedo, no final do ano, então resolvi fazer lulas empanadas, que minha mãe gosta, e arroz de lulas, que eu gosto.
                A caldeirada??????
                Aguardemos...


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


11 de fev de 2015

Raha, goma árabe ou doce de misk


Raha, goma árabe 

                A primeira vez que vi este doce, em um programa de televisão, a textura e o brilho do doce cortado chamaram logo a minha atenção.
               Os ingredientes também chamaram a minha atenção, afinal pedrinhas de misk eram completamente desconhecidas para mim, mas foi realmente a textura que mais me atraiu.
                Depois vi o mesmo doce em uma cena do filme "As crônicas de Nárnia: o Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupa", quando a feiticeira em questão oferece o doce a um dos filhos de Adão.
                Curiosidade mais do que aguçada, pedi à minha irmã Leticia e seu maridão Ermino pra comprar as pedrinhas de misk, mas antes que eles chegassem, resolvi testar a receita com os ingredientes alternativos.
                 Depois, já com as pedrinhas de misk, alterei um pouco a receita acrescentando suco de frutas e diminuindo a quantidade de açúcar.
                 Com o suco de frutas a textura ficou bem diferente, mas o doce ficou igualmente delicioso.
                 Eu gostei muito do resultado, embora não seja um doce muito atraente para o paladar de minha família.

Raha, goma árabe 1 
                 Vale a pena experimentar!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


5 de fev de 2015

Bolinho de bacalhau



Bolinho de bacalhau


              Bolinho de bacalhau!!!!!!!
              Resistir?! ?!?!?!?!?!
              Quem há de...?!?!?!?!?!?!?!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Creme básico de manteiga



Creme de manteiga 1

               Um creme básico de confeitaria.
               Uma vez eu ouvi um grande confeiteiro falar que este creme serve de base para muitas receitas, então é bom ter sempre pronto para facilitar o trabalho.
               E batido com mel resulta em um glacê bem simples e delicioso principalmente se for usado para cobrir rocamboles de pão de ló.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros