27 de jul de 2016

Pão de queijo de frigideira


Pão de queijo de frigideira 1

                Pão de queijo é um petisco delicioso.
                É um lanche leve, saboroso e o contraste entre a casquinha crocante e o miolo macio e puxa puxa é irresistível.
                Mas, vamos combinar... ligar o forno para fazer pequenas porções, se a família é pequena, é um desperdício de tempo.
                 E fazer a massa no grill é legal também, mas resulta em um pão achatadinho, dependendo do modelo do grill.
                 Então a solução é fazer em frigideira, porções individuais ou várias porções de uma vez, em uma frigideira grande, é claro.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


20 de jul de 2016

Rosas de maçãs



Rosas de maçãs 1

                Hoje é o aniversário da minha mãe, D Edna.
                E como eu gosto de presentear com doces, fiz estas rosas de maçã que achei na internet.
                Minha mãe ama massa folhada. Ela gosta mais quando faço massa folhada salgada, seja vol-au-vent, seja petit-four, mas este ano ganhará rosas.
                E o melhor é que, apesar da massa folhada, é possível fazer a geleia com adoçante.
                Feliz aniversário, mãe!
                Que Deus te abençoe, te guarde e te conceda muitos anos felizes e com saúde!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


19 de jul de 2016

Petit-four salgado com gergelim


Petit-four salgado com gergelim 1

                Esta receita surgiu em um daqueles dias antes das compras do mês, quando você olha na dispensa e tem um pouquinho disso, um pouquinho daquilo e você quer abrir espaço nos armários, aproveitando as sobras.
                E eis que surge um novo e delicioso aperitivo.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


13 de jul de 2016

Pão francês



Pão francês 1

               Muita gente me pergunta como fazer pão francês e alguns até comentam o fato de não ter nenhuma postagem falando sobre esta unanimidade nacional.
               A verdade é que a receita é muito simples, mas nem sempre o mais simples é mais fácil.
               Pães que levam muita água, nenhum ovo e pouquíssima gordura têm a tendência de esparramar na assadeira, formando um pão parecido com bolacha. Por isso a forma para pão francês é formada por canaletas furadinhas, para direcionar o crescimento do pão para cima e os furinhos garantem que todo o pão receba o vapor necessário para formar uma casquinha crocante.
              Além disso, meu forno é doméstico, meu fogão tem 6 bocas, o que torna o forno grande e portanto mais difícil de atingir a temperatura ideal para assar o pão francês e deixá-lo douradinho. E não é turbo, nem tem vaporizador. O pão francês precisa de uma temperatura muito mais alta do que o forno doméstico, principalmente nos fogões que usam botijão de gás, especialmente nos primeiros quinze minutos de forno. Senão o pão assa, mas fica muito branco ou você pode deixar no forno até a casca dourar, mas vai te um pão de casca muito dura e nada agradável.
             E já fiz o pão francês com o botijão cheio, com ele pela metade e com ele quase vazio e faz diferença, sim. Quanto mais vazio o botijão, menos chance de conseguir um pão com casca crocante, craquelada e dourada.
             Mas, tem quem consiga driblar todos estes inconvenientes.
             Então fui atrás de dicas para resolver estes problemas.
             Ainda não cheguei lá, mas meus pãezinhos já estão mais dourados e continuam gostosos.
             Só preciso melhorar a sua aparência.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


6 de jul de 2016

Bolo de ameixa e uvas passas


Bolo de ameixa e uvas passas 1


               De vez em quando alguém me fala sobre uma receita antiga, às vezes de família, às vezes algo que provou há tempos e que não encontra mais ou não encontra em qualquer região.
               É o que basta para aguçar a minha curiosidade.
               Hoje, a correria do dia a dia tem feito com que as receitas fiquem muito mais práticas, o que é muito bom, mas faz também com que fiquem muito iguais, muito padronizadas.
               Por isso quando a minha mãe me falou de um bolo de ameixa que ela provou apenas 2 vezes e ainda por cima, era bolo comprado em padaria simples, em Pernambuco, mas cujo sabor era tão especial que se tornou inesquecível para ela, logo comecei a pesquisar as receitas.

Bolo de ameixa e uvas passas 2

               Fiz 3 ou 4 receitas, ela até chegou a gostar de 1 delas, mas não era a TAL.
               E o maior problema: como procurar uma receita que eu mesma nunca tinha provado e nem sabia como era?????
               Bom, uma vez atingida pela curiosidade, desistir de procurar é impossível.
               E como quem persiste sempre alcança seu objetivo achei uma receita que me pareceu ser exatamente a que eu estava procurando.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros