29 de ago de 2013

Roulade de frango com castanha do Pará



Roulade de frango com castanha do Pará 1



               Roulade de frango é um rocambole cuja massa é feita com filés de frango bem finos, tipo escalopes.
               Recheado com legumes e coalhada seca, fica imperdível.
               Polvilhado com uma mistura de farinha de rosca, castanha do Pará ralada e queijo parmesão... resistir???????? Quem há de???????


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


22 de ago de 2013

Nhoque de aipim e outros vegetais



Nhoque de aipim 1


              Fiz uma receita de empadinha de aipim e acabou sobrando massa.
              Então não tive dúvida: resolvi experimentar a mesma massa só que em formato de nhoque.
              Foi a primeira vez que não tive um trabalhão para fazer nhoques, não só porque a massa já estava pronta, como também pela textura da massa, que ficou perfeita tanto na forma de empada, quanto na de nhoques.
               E já na semana seguinte resolvi fazer com a adição de beterraba, espinafre e cenoura, o que resultou em um prato coloridíssimo.
               Aproveitei para congelar uma boa parte.
               Recomendadíssimo!


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Vela de laranja



Vela de laranja 1


                Esta dica eu vi na televisão, na semana passadas, e logo quis fazer para ver o efeito e o grau de dificuldade de preparar as velas e de acendê-las.
                Amei o resultado.
                Gosto de surpreender minha familia com estes pequenos e inesquecíveis detalhes.
                E foi uma delicia fazer estas velas.
                E acredite-me, é uma delicia ouvir alguém dizer: "- Isso é coisa da Gisa!"
                E por que não da Gisa, da Maria, da Ana, da Isabel, da... ou do João, do Mario, do Rafael, do...


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


16 de ago de 2013

Empada e empadão de aipim



Empada e empadão de aipim 1


              Desde que vi esta receita em uma revista há uns 30 anos, quis fazê-la, mas sempre acabava fazendo a receita já consagrada aqui em casa.
              Quanta perda de tempo!!!!! Que receita deliciosa!!!!!
              É claro que a receita campeã de audiência continuará sendo feita aqui em casa... junto com esta, é claro.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Empanadas



Empanadas


               Nas primeiras vezes em que fiz empanadas, tive muito trabalho para dobrar as bordas.
               Elas não ficavam no lugar e as empanadas abriam quando estavam assando.
               Agora, além de achar uma massa maravilhosa, ainda apliquei a clara de ovo como cola para selar as bordas.
               Ficou muito mais fácil de fazer.
               Ainda preciso aprimorar esta borda, mas ficaram ótimas.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


12 de ago de 2013

Geleia, calda e doce de pitangas em barra




Geleias e calda de pitangas 1

                Este ano, com os veranicos intensos, sucos caem muito bem!
                Aliás, sucos e muuuuuiiiiita água!!!!!!!!!!
                As pitangas do meu pequeno pomar estão lindas!
                E amo fazer geleias.
                Como só tenho um pé de pitangas, o que no meu caso, é mais do que suficiente, cada 2 dias colho pitangas para 2 l de polpa concentrada.
                Desta vez fiz dois vidros que minha mãe vai presentear, um só de pitangas e outro com acréscimo de 1 maçã.
                As duas ficam maravilhosas, mas a só de pitangas é especialíssima, já que o sabor e ficam bem acentuados.
                E se puder fazer com as pitangas ainda amarelas ou alaranjadas, a cor final será um laranja lindo! Pitangas vermelhas deixam a cor amarronzada, mas ainda deixa a geleia muito saborosa.
                Nota: depois de publicado este post, fiz calda de pitangas e geleias com adoçante, também com e sem maçã.
                As geleias com adoçante ficam mais claras do que as com açúcar e dependendo do ponto desejado é preciso acrescentar um pouquinho de gelatina incolor, sem sabor.
                E para fazer a calda para sorvetes ou bolos, é só retirar a geleia do fogo antes de chegar no ponto próprio para geleia.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


7 de ago de 2013

Pão Catarina doce e salgado



 Pão Catarina doce e salgada


               Este pão tem uma massa maravilhosa.
               Tão versátil que recebe recheio doce ou salgado com a mesma perfeição.
               E a massa é semifolhada.
               Só não sei o porquê do nome Catarina.
               Se alguém souber, por favor, fique à vontade para comentar.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Salada de grão de bico



Salada de grão de bico

               Saladas de feijão fradinho eram servidas sempre em nossa casa, mas de grão de bico eu confesso que só conheci em restaurantes self service.
               Algumas pessoas em minha familia estranhavam quando mudávamos alguma receita, acrescentando ou mudando um ingrediente.
               Acho que a minha avó materna era bem tradicional quando se tratava de suas receitas.
               Outros tempos, outra forma de viver.
               Geralmente os restaurantes servem o grão de bico simplesmente temperado, para que seus clientes preparem as suas próprias misturas.
               Isso não significa que não possamos preparar uma salada mais rica, certo?


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros