22/12/2012

Simplesmente Feliz Natal!


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     


Receitas de todos nós

                Obrigada a todos.
                Feliz Natal e nos veremos em 2013!




                http://youtu.be/vfyEvlo3UEk




Marshmallow de corte


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     

Marshmallow de corte

                Este é um docinho que eu achei que nunca iria fazer.
                Os industrializados são muito bons e realmente não achei que compensasse fazer em casa.
                Mas eu tinha todos os ingredientes em casa e minha filhota é apaixonada por marshmallows.
                Por que não fazê-los?
                Este é o resultado e para uma primeira vez até que não está mal.


18/12/2012

Banana assada, frita, empanada e caramelada


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     

Banana assada, frita, empanada e caramelada


                Banana é realmente uma fruta muito versátil e saudável.
                Rica em potássio, é preciosa para quem costuma fazer muitos exercicios físicos e para quem tem tendência a ter cãimbras.
                 É prática de se levar para todos os cantos, sendo o lanchinho ideal para quem está fora de casa.
                 Recentemente aprendi a preparar alguns pratos com bananas verdes, como banana chips e purê de banana, e até com a casca, bolos e doces em pasta.
                 Confesso que os doces com a casca ainda não são um hábito e estão longe de serem os meus favoritos, mas que são ultra-saudáveis, isso são.
                 Mas as minhas receitas favoritas de bananas são: a banana frita e logo a seguir, a banana assada.
                 Ambas muito fáceis de fazer e, das duas, a assada ainda tem a vantagem de não levar oleo ou margarina, o que a torna mais saudável.
                Além destas duas, aqui vão mais 3 receitas rápidas com bananas.


Bisnaguinhas de leite, hot dog e hamburguer


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     

Bisnaguinhas de leite, hot dog e hamburguer

              Gosto muito de fazer pães.
              Gosto de todo o processo, mesmo com as limitações de um forno doméstico.
              Sempre é possível encontrar uma solução e alcançar um bom resultado.
              E é claro que as minhas receitas favoritas de pães não poderiam ficar de fora, se é que eu posso eleger alguma receita favorita, todas são...
              Mas a bisnaguinha de leite, que no Rio nos chamávamos de coiozinho, o de cachorro-quente e o de hamburguer não poderiam faltar.
               Esta é aquela massa mais macia e adocicada.


14/12/2012

Banana caru ou roxa ou São Tomé


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     


Banana caru ou roxa ou São Tomé

                Há algumas semanas meus vizinhos, Deo e Su, me presentaram com um lindo cacho de bananas de uma cor que eu nunca tinha visto.
                Nós já trocamos mudas de plantas algumas vezes, a mãe da Su de vez em quando me surpreendia com alguma muda nova. D. Neia mudou-se, mas uma ou outra vez troco com a Su.
                Tenho um limoeiro cravo enorme no quintal e como fiz muitas mudas, dei algumas para a Su, que as plantou em vasos.
                Os dela estão dando tantos frutos, quanto o meu, o que prova que com cuidados e carinho, as plantas sempre retribuem.
                Desta vez eles plantaram varias bananeiras, o que me surpreendeu muito, já que as bananeiras dividem um espaço aproximado de 5 x 3 m, mais ou menos, com pitangueiras, videiras e mais outras plantas.
                Com certeza os cuidados com as podas, adubagem e rega correta têm feito o milagre nos nossos quintais.
                Então, quando eles cortaram os cachos, acabei ganhando uma parte.
                E se eu já estava encantada com a cor das bananas ainda verdes, fiquei deslumbrada com a cor delas quando amadureceram.


Banana caru ou roxa ou São Tomé
      
                Elas adquiriram um tom coral maravilhoso e as pontas levemente amareladas.

                Eu já havia fritado algumas ainda verdes.
                Aqui onde moro atualmente aprendi a preparar pratos os mais variados, com frutas verdes.
                E como já havia feito bananas chips há 2 ou 3 anos, resolvi provar as bananas caru verdes.
                Pela textura ela me lembrou muito batata doce frita, quando as fritamos cruas, em rodelas. O que me agradou muito, porque sou fã de batatas doces fritas.


Banana caru ou roxa ou São Tomé

                Agora fritei as bananas já maduras e ficaram ótimas.

                Eles me disseram que este é um tipo de bananas que só pode ser consumida frita ou assada, e foi o que li na maioria dos sites que pesquisei, mas, em apenas um dos sites descobri que podem ser consumidas in natura, sim, e o sabor é semelhante ao de banana d'água.
                Banana d'água não é a minha preferida, não.
                Prefiro a banana prata.
                Mas vou experimentar a caru para saber se é melhor in natura ou assada.
                A aparência realmente lembra a da banana d'água, só que ela é mais firme.
                A banana d'água para ser frita deve estar muito firme, senão ela desmancha.
                Enfim, achei a cor tão maravilhosa que quis compartilhar.

                Muito obrigada, Su, muito obrigada, Deo, pelo presente simplesmente maravilhoso que vocês me deram!!!!

    Para ver receitas com frutas acesse o Índice 2 ou o Índice 3.




12/12/2012

Chanclich genérico


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     


Chanclich genérico

              Chanclich é um queijo árabe, se não me falha a memória, que é preparado com leite de cabra, modelado em forma de bolas, envolvido em especiarias e curtido ao sol por mais de 15 dias, o que lhe confere um sabor picante e um cheiro muito forte.
              Mas, a ideia de fazer um aperitivo com queijo branco modelado e envolvido em especiarias é muito atraente e muitas culinaristas usam a ricota para preparar este petisco.
              Como eu gosto muito de fazer coalhada seca em casa, com limão, e acho muito prático, resolvi fazer a minha versão de chanclich com coalhada seca.
              Acho tão prático de fazer que muitas vezes faço apenas com um copo de leite, para acelerar o processo e ter coalhada/queijinho sempre fresquinho.


Bagels


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     

Bagels

              Conheci esta receita quando resolvi experimentar uma dieta da moda, sabe aquela?
              A das frutas!!!!!!!!!! Depois de 1 ou 2 semanas comendo só frutas, é permitido comer uma unidade, corrigindo, pode-se comer 3 1/2 unidades deste pãozinho.
              Como eu nunca tinha visto ou ouvido falar deste pãozinho, fiquei sem prová-lo.
              Mas a curiosidade foi tamanha que não pude deixar de pesquisá-lo assim que tive um notebook nas mãos.
              E achei a receita muito interessante e curiosa.
              A autora desta receita é Teresa Cristina.
              A dieta??????? Por uma semana ou 2 ou 3 dias é ótima, mas é impraticável por mais tempo.
              O ideal, sempre, é uma reeducação alimentar e estou tentando.
              O chá de folhas de amoras está me ajudando muito, principalmente a comer menos doces. Parece que o chá diminui a necessidade ou o desejo por doces. Experiencia minha.

             "Gentem!!!!!" Quero fazer uma correção muito importante.
              Eu coloquei ai em cima que a dieta é ótima por 1 semana ou por 2 ou 3 dias, mas eu realmente me precipitei. Há muitos alimentos que há 15, 20 anos atrás eram intragáveis para mim e eu engasguei com alguns destes alimentos.
              Aliás, em algumas postagens já mencionei doces e salgados que eu simplesmente não conseguia comer, mas que hoje já fazem parte de meu cardapio.
              E como eu estava passando por alguns momentos muito dificeis na minha vida acabei associando o desconforto que passei por causa destes alimentos da dieta com o desconforto causado por estes momentos.
              Quando fiz a dieta, eliminei 5 kg já na primeira semana e anos mais tarde comprei o livro mais uma vez para tentar de novo a dieta. Novamente não consegui. Mas não pela dieta em si. Tanto que pesquisei até encontrar uma receita contida no livro. E vou testar outras receitas.
              A dieta sobre a qual estou falando é "A dieta de Beverly Hills" e na minha pesquisa por mais receitas do livro, encontrei um grupo que segue esta dieta no Facebook.
              Quem quiser conhecer mais sobre a dieta procure o grupo www.facebook.com/ADietaDeBeverlyHills, que vocês serão muito bem recebidos.
              Ah! Na mesma época em que fiz a dieta uma tia-avó de 85 anos também fez e se deu muito bem!
              Vou acrescentar a receita de bagel do livro.


Pudim de amoras


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     


Pudim de amoras

               Eu amo a cor de geleias de jabuticaba e de amoras, além do sabor, é claro.
               Então achei que um pudim de amoras com calda da mesma fruta iria ficar maravilhoso.
               Até porque o gosto azedinho da fruta combina muito bem e neutraliza um pouco o doce do leite condensado.
               O pudim ficou perfeito, o doce no ponto certo.
               Só achei que ficou uma textura entre um mousse enformado e pudim.
               As claras "diluem" um pouco a textura do pudim e as gemas encorpam qualquer creme e o deixam aveludado, como eu penso que deve ser todo o pudim.
               Portanto, da próxima vez vou fazer o pudim só com as gemas.
               E como tenho feito ultimamente, fiz o pudim na cuscuzeira, ou melhor, usei meu escorredor de macarrão. Continuo achando um desperdicio de gás ligar o forno para colocar apenas uma forma de pudim.


05/12/2012

Pão para rabanada


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     

Pão para rabanada

               Geralmente fazemos rabanadas com pães amanhecidos e pode ser qualquer pão.
               Mas nos grandes centros é possível comprar pães preparados especialmente para as rabanadas.
                São pães com massa mais firme, geralmente são maiores do que uma bisnaga normal e sem as casquinhas dos pãezinhos franceses, bisnagas ou bengalas. Pães de sal, já que cada região conhece estes pães do dia a dia por um nome diferente.
                Como na cidade em que moro não é possível encontrar estes pães, resolvi testar uma receita em casa.
                 Assim fica mais fácil preparar rabanadas.


Sorvete de frutas caseiro


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     

Sorvete de frutas caseiro

                Quando eu era criança, eu amava quando a minha mãe colocava a gelatina no congelador, para acelerar o endurecimento, e a gelatina congelava.
                Eu até torcia para este "erro" ou "descuido" acontecer. Amava o "sorvete de gelatina".
                Mais tarde vi algumas tias fazerem sorvete de leite apenas congelando leite adoçado em forminhas de bombocado.
                Depois, minhas primas e eu começamos a tentar fazer nossos sorvetes com aqueles pozinhos para suco.
                Uma vez fizemos um sorvete e reclamamos tanto da dureza dos sorvetes que minha mãe resolveu ensinar um truquezinho: bater claras de ovo e misturar à massa semi congelada de sorvete.
                Ficou um espetáculo e minhas primas puxaram um coro de agradecimento à minha mãe, na varanda da casa de nossa vó Anaíde.
               Então, quando vi algumas receitas na tv, é claro que anotei e testei.
               Uma delas, a de sorvete industrial, foi ensinada pela Luzinete Veiga e fiz tantas vezes que comprei potes especiais (especiais porque cabiam exatamente a metade da receita).
               A outra receita, a que leva gelatina, vi no Mais Você e a terceira é uma variação desta segunda receita.
               Enfim, aproveitando a minha safra de amoras fiz o meu sorvete de... amoras é claro!


Pralinê de amendoim


Arraste a setinha abaixo e use-a como marcador durante a leitura da receita ou das listas de índice.     

Pralinê de amendoim
   
                Este não é aquele pralinê que no Rio de Janeiro chamamos simplesmente de amendoim açucarado.
                Este é aquele pralinê que se acrescenta à massa de sorvete de baunilha ou creme para fazer o sorvete crocante ou que se mistura aos recheios de bolos ou que se polvilha sobre o sorvete já pronto como uma farofinha ou que também pode ser misturado ao chocolate temperado formando um delicioso bombom crocante.
               Dependendo da finalidade, pode-se deixar o pralinê com pedaços maiores de caramelo ou trituarar até virar uma farofinha mesmo.
               Para polvilhar sobre doces, bolos e sorvetes é melhor bem fininho, como uma farofa.
               Para mistura à massa de sorvetes ou à um creme que vai rechear um bolo, é melhor deixar pedaços maiores de caramelo porque o açúcar começa a dissolver, ficando apenas o sabor e o amendoim. Por isso, neste caso, quebre o caramelo em pedaços maiores, para ter mais tempo para servir o bolo e prolongar o prazer.
               Para fazer os bombons, quebre o caramelo em um ponto intermediario, nem muito fino, nem muito grosso que machuque aos mais desavisados.
               Aprendendo a técnica, que é muito fácil e rápida, os ajustes ficam muito mais fáceis.
               Ah! Eu fiz meu pralinê com amendoim, é o meu preferido, mas dá para se fazer com qualquer oleaginosa: castanhas do Pará, castanha de caju picada (xerém), amendoas, nozes, macadamia, pistache... ... ...