19 de jan de 2011

Molhos barbecue, chinês e catchup



              Barbecue 1:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Molhos de tomate



Molhos de tomate

              Receita 1:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


18 de jan de 2011

Molhos à base de carne



              Receita 1:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Molhos de pimenta



Molhos de pimenta


              Receita 1:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Feijoada




              Feijoada é um prato considerado "pesado" e é mesmo.
              Mas, é possível torná-lo mais leve, trocando as carnes salgadas por carnes frescas ou usando apenas legumes ou até usando outro tipo de feijão. Não deixa de ser feijoada.
              Me sinto melhor quando uso o feijão vermelho, por exemplo.
              Uma vez fiz feijoada para a família de meu ex marido e, como meu sogro estava com restrição alimentar, fiz uma só com legumes e com temperos frescos, sem pimentas. A versão light fez tanto sucesso, quanto a outra.
              E em outra ocasião, fiz uma feijoada à meia-noite.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


15 de jan de 2011

Croutons


Croutons

              Croutons são cubinhos de pão de forma torrados e são ótimos para acompanhar sopas e para dar crocância à qualquer salada.
              São muito simples de fazer.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


12 de jan de 2011

Arroz doce


Arroz doce 1

              Quando eu era criança eu não gostava muito de arroz doce, não.
              Minha mãe estava acostumada e gosta de arroz doce bem sequinho. Minha avó nunca fez de outro modo.
              Um dia eu provei um arroz doce com muito caldo e caldo ralo, o que também não me agradava muito, mas me deu a ideia de fazer um arroz doce com caldo cremoso.
              Como sempre faço, aqui tem várias versões.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


11 de jan de 2011

Sopa creme de cenouras



Sopa creme de cenouras 1


              Esta receita eu consegui com o Tiozão das Batidas, criador também da rede social para blogueiros Blogueiros do Brasil.
              O quê?!?!?! Você ainda não conhece os Blogueiros do Brasil?!?!?!
              Então não perca mais tempo, clique no banner e registre-se nesta comunidade queridíssima.
              E é claro conhecer ou rever o Tiozão das Batidas e seu Boteco Móvel .


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Arroz com bacalhau




               Ando meio preguiçosa para postar receitas. Mas, mainha, d. Edna, que é fã de minha culinária (assim como sou da dela, rsrsrs, "quem sai aos seus não degenera"), de vez em quando me pede uma receita por e-mail (moramos em cidades diferentes).
               Então XÔ preguiça e mãos à obra. Mainha, esta é p'rá você. E para quem curtir.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


6 de jan de 2011

Bolo mousse de chocolate





              Minha avó Anaíde costumava fazer muitos bolos. Os bolos dela eram deliciosos. E, na maioria das vezes, era ela quem fazia os bolos de aniversario dos netos.
              E ela temperava muito bem os seus bolos, como boa nordestina.
              Ela usava raspas de casca de limão, essência de baunilha e jamais esquecia do sal.
              Bolo sem sal é "qualquer nota". E por mais que eu goste de bolo, se a massa não levar sal, não vai descer muito bem...
              Além disso, a vovó costumava rechear com doce de leite com ameixa, regar com guaraná e cobrir com glacê real.
              Sem contar que metade do bolo era de chocolate e o outro era, digamos, de baunilha.


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


2 de jan de 2011

Docinhos modelados


              Receita 1:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Pão de ló



              Receita 1:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros


Bolo-pudim de castanha-do-Pará




              Bolo:


Print Friendly and PDF





Doe amor, doe VIDA! Doe medula óssea!
Clique na imagem abaixo e descubra onde:

Hemocentros